Canais
Tendências e Estudos
publicado em 18 de maio de 2017 -  6h 9

Turismo Digital: ABR e SKÅL promovem debate sobre economias colaborativas

Destaque para a necessidade de diálogo em busca dos melhores caminhos para a regulamentação e tributação das plataformas, resultando em uma concorrência leal.

Da Redação

A Associação Brasileira de Resorts (ABR) e o Skål-SP realizam, em 1º de junho, a primeira edição do evento Turismo Digital com o tema “Economias Colaborativas: A Nova Era do Viajante”, no hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo (SP). O evento tem o apoio do Fohb, da ABIH e da FBHA e as inscrições são gratuitas e abertas ao público, com vagas limitadas.

As plataformas de economias colaborativas mudaram radicalmente o comportamento e o planejamento de viajantes do mundo todo. Muito além de opções de hospedagem, esse novo cenário também se reflete em questões de mobilidade urbana e métodos de compra e consumo. A presença desses serviços é uma realidade não apenas para o viajante de lazer, mas passa, também, a figurar no modo como empresas planejam viagens corporativas. Diante deste cenário, surge a necessidade de diálogo em busca dos melhores caminhos para a regulamentação e a tributação das plataformas, resultando em uma concorrência leal com o empresariado. Com este propósito, surge o evento promovido pela ABR em parceria com o Skål-SP.

Com cinco painéis temáticos, o encontro já tem muitos convidados confirmados: Trícia Neves, fundadora e sócia-diretora da Mapie Consultoria, abrirá o evento com uma palestra sobre os hábitos de consumo das novas gerações. O primeiro painel abordará as economias colaborativas e o corporativo, com mediação de Ana Luiza Masagão, diretora de Marketing e Vendas do Royal Palm Hotéis & Resorts, e participação de Patricia Thomas, diretora da Academia de Viagens, Manuel Gama, presidente do Fohb, e Marcel Frigeira, gestor de Viagens da IBM. No painel dedicado às economias colaborativas e o lazer, Aristides de la Plata Cury, presidente do Skål-SP, mediará a conversa entre João Carlos Pollak, diretor Financeiro da ABR e gerente geral do Sofitel Guarujá Jequitimar, e Magda Nassar, presidente da Braztoa.

No terceiro painel, Silvio Genesini, da Lide Tecnologia, conduzirá a conversa sobre os desafios do empresariado diante das tecnologias, com a participação de Eduardo Colturato, diretor de Turismo e Eventos do SPTuris e secretário executivo do Comtur, Caio Calfat, vice-presidente de Assuntos Turísticos Imobiliários do Secovi, e Edson Pavão, secretário de Turismo de São Sebastião. A seguir, Luigi Rotunno, presidente da ABR, contará com o deputado federal Herculano Passos (PSD-SP), Daniela Bertollini, gerente de Aéreo da Expedia, e Marcelo Bicudo, sócio-fundador da AllPoints, para falar da atuação das plataformas colaborativas no Brasil.

Por fim, o presidente da ABR também intermediará o tema seguinte sobre as ações do poder público em defesa do empresariado na regulamentação das economias compartilhadas, com presenças confirmadas de Alexandre Sampaio, presidente da FBHA, e Dilson Jatahy Fonseca Jr., presidente da ABIH Nacional. Mais participantes serão anunciados em breve. As inscrições gratuitas podem ser feitas no site.

Turismo Digital
Economias Compartilhadas: A Nova Era do Viajante

Data: 1º de junho de 2017

Horário: das 18h às 21h

Local: Tivoli Mofarrej – sala Itaim

Alameda Santos, 1.437 – Cerqueira César

São Paulo (SP)

Informações e inscrições gratuitas aqui. (vagas limitadas)

Fonte: Assessoria

Veja também:

20/09/2017
Pesquisa avalia Rock in Rio
500 moradores dos arredores do Parque Olímpico respondem sobre os impactos do RIR naquela população.
19/09/2017
Desembarques internacionais passam de 5 milhões no primeiro semestre
O índice é 2% maior que o registrado no mesmo período nos aeroportos brasileiros. Desembarques domésticos mantém tendência de recuperação.
14/09/2017
Novo mapa turístico de São Paulo tem 432 municípios
Participação do estado no Mapa do Turismo Brasileiro aumenta cerca de 95% com a incorporação de novos municípios de potencial turístico.
12/09/2017
Novo relatório da Amadeus: o que leva o viajante a clicar em “comprar”
Relatório descobre que o valor do viajante é mais bem entendido quando se utiliza o eixo ‘produto x serviço x conveniência’.
Newsletter
Receba as novidades