Canais
Entidades
publicado em 08 de agosto de 2017 - 22h58

Entidades de turismo e eventos se organizam para Expo2022

Antiga bandeira da Revista Eventos, a Expo2022 tem como objetivo ser um festival integrado e também marcará o centenário do Semana de Arte Moderna.

Da Redação

Duas datas importantes irão comemorar 200 e 100 anos respectivamente em 2022: a proclamação da independência do Brasil e a realização da Semana de Arte Moderna. Para comemorar esse marco, entidades do setor de turismo e eventos se encontraram para a realização de um grande festival integrado: a Expo2022.

“Bandeira da Revista Eventos há mais de 15 anos, objeto de uma ampla reportagem na edição 16, editoriais em edições seguintes, pronunciamentos tanto nas cerimônias de abertura do Prêmio Caio, quanto do Fórum Eventos, as comemorações do Bicentenário da Independência e do Centenário da Semana de Arte Moderna, na cidade de São Paulo, tem seu marco neste comitê com cinco anos de antecedência”, enfatiza Sergio Junqueira, publisher do Portal Eventos.

A primeira reunião do comitê organizador contou com a presença de Juan Pablo De Vera Barbieri, 1º vice-presidente do Conselho de Administração do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB) e presidente do Conselho de Administração da União Brasileira de Promotores de Feiras (Ubrafe); Toni Sando, presidente executivo do SPCVB e presidente da Unedestinos; Sergio Junqueira Arantes, da Academia Brasileira de Eventos e Turismo e publisher da Revista Eventos; Wilson Ferreira Junior, presidente da Associação de Marketing Promocional (Ampro) e vice-presidente do Conselho Curador SPCVB; Ênio Vergeiro, presidente da Associação dos Profissionais de Propaganda (APP) e do Conselho Consultivo SPCVB; e Rogério Hamam, da R.Hamam Eventos e do Conselho Consultivo SPCVB.

O projeto será coordenado pelo SPCVB e prevê atividades integradas em diversos locais de São Paulo por todo o ano de 2022, já que a capital paulista foi palco para esses dois grandes eventos da história do país: às margens do Rio Ipiranga, em 1822, e no Teatro Municipal, em 1922. "Esses dois marcos foram essenciais para o rumo do Brasil, seja na questão da independência de Portugal, seja na arte vanguardista dos modernos. A Expo2022 vai prestar uma grande homenagem e pretende também ser um divisor de águas na história", contou Juan Pablo De Vera Barbieri.

Fonte: Assessoria

Veja também:

16/08/2017
Turismo capixaba precisa da união de empresários para avançar
A opinião é unânime entre os especialistas que palestraram nesta terça-feira (15) no evento Desafios do Destino ES.
16/08/2017
Presidente Executivo da ADVB participa do 43º CONARH
Lívio Giosa fala, no dia 16 de agosto, sobre os reflexos da Reforma Trabalhista e da Terceirização.
16/08/2017
ABR ressalta importância do turismo internacional em reunião do CNT
Uma das alternativas apontadas por Luigi Rotunno é a retomada intensa de projetos de fretamentos internacionais exclusivos para o turismo.
16/08/2017
Julho: melhor taxa de ocupação nos hotéis paulistanos dos últimos 5 anos
Com pouco mais de 65% de taxa de ocupação hoteleira, aumento foi de 10% em comparação com o mesmo período de 2016.
Newsletter
Receba as novidades