Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
17
novembro
2014

A Parada do Orgulho Gay e o Rio

escrito por Bayard Boiteux
O Rio de Janeiro amanheceu triste e angustiado.Ontem,na emblemática Copacabana,aconteceu um evento que pregava paz,que incorporado ao calendário da Cidade mostrava a força do segmento LGBT e se propunha como o fez em ser um instrumento de luta contra a homofobia.Era o momento da diversidade na capital do Rio.
No entanto,o evento que contou com mais de 500 000 participantes ganhou as páginas brasileiras e internacionais pelos momentos de violência contra os participantes,praticados mormente por grupos de crianças.Em vez de clamar pela diversidade,os organizadores tiveram que avisar dos trios eletricos a Policia Militar ,do ocorrido.Aliás,policiais ausentes,como hoje bem noticiou o comentarista da Globo e ex oficial da Corporação ,Rodrigo Pimentel.Ele avaliou que o numero de homens colocados foi insuficiente e que a reação dos mesmos foi morosa e não se via policiamento ostensivo efetivo.
Pior ainda,devo confessar foi o pronunciamento do Ministro do Turismo,Vinicius Lage,hoje na TV Globo,que disse que tais fatos ocorriam em outros eventos e que todas as providencias tinham sido tomadas pelas autoridades.Menos Ministro....O senhor acha pontual um turista pisoteado na praia por um grupo de jovens?Em que Parada Gay no mundo,houve arrastões  durante a mesma protagonizadas por jovens,que a maioridade penal inibe providências efetivas?
Um evento que poderia ter sido porta-voz de um pensamento moderno de diversidade,de nova constituição de familias chegou como uma bomba mostrando as imagens terriveis no mundo inteiro.Até o momento,a violência da Parada foi veiculada em 389 jornais no Brasil e no exterior,mostrada em 125 canais e divulgada em 678 sites.
Os organizadores se reuniram previamente  com as autoridades e por conseguinte colaboraram efetivamente com as informações necessárias para que o evento fosse um sucesso.Faltou efetiva resposta das autoridades de Segurança para inibir tais fatos.
Aliás,crianças assaltando no Rio parece ser uma constante,inclusive no centro da Cidade.
Sim,hoje estamos consternados com tal incidente e não adianta dizer que vão apurar etc etc pois o fato aconteceu e mostrou uma cidade despreparada no aspecto segurança mais uma vez.
Com o calor forte se aproximando ,as praias enchendo e o Reveillon e Carnaval prestes a acontecer,faz-se necessaria uma politica de emergencia de segurança para a alta estação,começando com o aumento de policiais do BPTUR,que hoje se limitam a areas reduzidas da cidade e uma integração efetiva com a Policia Civil e Guarda Municipal.   
Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades