Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
22
abril
2016

A Rio 2016,a queda da ciclovia e a imagem institucional do Rio

escrito por Bayard Boiteux

Hoje,quero conversar com você,sobre o desabamento da ciclovia no Rio e os impactos do acidente na Rio 2016 e na imagem institucional do Rio

A cidade do Rio de Janeiro que vai sediar a Rio 2016,em agosto,passa por uma serie de problemas internos,que merecem ser analisados e que estão prejudicando a imagem institucional do maior produto turístico do país,sobretudo o acidente ocorrido ontem,quando parte de uma ciclovia inaugurada em janeiro e que tem um custo de 44,7 milhões foi cenário de uma tragédia.

Um trecho de 50 metros desabou,ao ser atingido por uma onda,no momento em que varias pessoas circulavam pela nova ciclovia ,já que era feriado.A obra está à cargo do consorcio Contemat-Concrejato ,que de alguma forma deixou de levar em consideração as constantes ressacas que acontecem naquela área e a própria Prefeitura que deveria fechar a mesma,quando houvesse algum problema ,o que não ocorreu.Infelizmente,a imprensa internacional,começando pelo britânico the Guardian começou a questionar as demais obras feitas para as Olimpiadas,sobretudo aquelas feitas pelo mesmo consorcio,como a duplicação do viaduto,que liga São Conrado à Barra. Há ,à partir de hoje uma grande preocupação com todos os espaços onde vão acontecer as competições e os chamados legados do grande evento esportivo.Não é a primeira vez que ocorrem acidentes,por uma fiscalização que julgo ineficaz,como o ocorrido no Engenhão e as explosões dos bueiros em Copacabana.Passamos para o mundo uma ideia de pouco profissionalismo,além da crise econômica e politica que assola o país.

É preocupante também,a falta de recursos do Estado,com a segurança e os salários dos servidores,que vem ocasionando uma serie de medidas de redução do policiamento ostensivo na cidade e aumentando os indices de violência,como noticiado pelo próprio governo.O Prefeito que estava a caminho da Grecia não pode estar presente mas sentimos falta da presença do Governador do Estado,num momento tão duro para a capital do Estado.

A auditoria contratada pela Prefeitura poderá trazer algumas respostas mas precisamos nos antecipar reunindo correspondentes estrangeiros e corpo consular,para uma elucidação oficial dos fatos e as respostas possíveis,para que não fiquem apenas se baseando em noticias publicadas em jornais brasileiros.

O Rio está muito triste,estamos nós moradores e profissionais de turismo mais ainda,preocupados com as obras que ainda faltam e a tristeza dos que perderam seus entes queridos,por mais uma falha governamental.Nossa imagem sai chamiscada mais uma vez e as autoridades não podem se calar e lamentar.Mesmo com a falta de recursos alardeada, é um momento de uma grande ação promocional,mostrando as belezas da cidade e as obras de infraestrutura.Vamos nos mexer e parar ,como sempre fazem os responsáveis de lamentar e pensar que comissões de inquérito e auditorias vão ser as únicas formas de resposta.Faz-se necessário uma fiscalização real....

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades