Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
26
junho
2015

Momentos inesqueciveis de uma viagem cultural

escrito por Bayard Boiteux
Bom dia,hoje quero conversar com você sobre minha recente viagem a Portugal  e Marrocos.Quero dividir com você,de forma rapida e objetiva,algumas experiencias que fortalecem meu sentimento da diversidade e me ajudam a   compreender o mundo.


1)Me hospedei no Paço de Calheiros,em Ponte de Lima,em Portugal.Um palacete de  propriedade do Conde Calheiros ,que recebe pessoalmente os hospedes ,em um de seus 16 quartos.Gostei de ver a cama da Princesa Carlota Joaquina num dos quartos,conversar com o Conde sobre o futuro da propriedade que passará para seu filho mais jovem,passear pelos jardins e colher laranjas e come-las.Algo de um teor cultural unico que me deixou mais ainda aberto para um mundo diferente repleto de novidades.A propriedade tem, um espaço de eventos e durante a permanencia dos hospedes realiza funções e jantares privados.


2)A mesquita Hassan II,em Casablanca,única no Marrocos aberta para visitação publica.Em pleno ramadam,participei da prece de meio dia na imponente mesquita ,em plena sexta-feira.Senti um país de espirito muito grande,rodeado por jardins e milhares de pessoas.Eram vozes que clamavam por pa e queriam apenas rezar.Pude entender o sentido realmente da religiao muculmana.Como foi biom e me fortaleceu....

3)Dia 23 de junho,em pleno Porto,em Portugal,participo da festa de São Joao.A cidade está lotada e são milhares de pessoas nas ruas com seus martelinhos.Dou algumas marteladas e recebo outras.Há uma alegria grande contida nas pessoas que é colocada para fora.Paro para uma saqngria e umas sadinhas.Os estrangeiros estão já dentro da vibe,de alto astral.Os fogos na ponte  fazem da cidade do Porto,desde Gaia,onde estou perto do rio,um grande museu e os inumeros shows,em toda parte trazem um som de amor e fraternidade,que só os portugueses sao capazes de produzir,com suas musicas.

4)Visito o Vale de Ourika,perto de Marrakesh.São mais ou menos 50 minutos de taxi que custa  custa uns 40 euros para um passeio de ida e volta.A natureza e e o rio Ourika ,alem das cascatas trazem lembranças de um paraíso perdido,cheio de luz e pequenos sons que batem em nossa alma.Visito uma cooperativa de 40 mulheres,São viuvas e divorciadas,não muito bem vistas pela sociedade machista local,que incentivadas pelo atual Rei produzem produtos alimenticios e cosmeticos,com base no famoso huile d'argan.Sou recebido com chá de menta e pão feito pelas proprias mulheres,mergulhado  no tal óleo.Compro algus produtos para ajudar.Só a cooperativa ,como experiência já valeu a pena,com a natureza que pode ser melhor apreciada do ultimo andar da casa,onde funciona Le coin berbere.(www.atmasens.com)


Agradeço a  sua leitura e espero ter também melhorado um pouco sua percepçao do mundo.
Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades