Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
18
fevereiro
2016

O Rio,as Olímpiadas,o zika e a segurança

escrito por Bayard Boiteux

Bom dia

Faltam menos de seis meses para as Olímpiadas,conquistada em 2007 ,num esforço muito grande.Embora devo confessar que as obras demandadas em tais eventos esportivos trazem custos altíssimos para os países e em muitos casos deixam de ser utilizadas ,após o evento.Virão elefantes brancos como ocorreu no Brasil com os estádios da Copa e em Atenas....

Nossa grande preocupação é como a cidade vem sendo percebida no exterior,em função das denuncias do lçava-jato,que mostram um descontrole total na gestão financeira de empresas nacionais e por conseguinte de atos de corrupção,do mosquita que espalha doenças como dengue e zika e da segurança no Rio,em crise ,por cortes feitos pelo Governo do Estado.

Claro,que durante as Olímpiadas,como ocorreu no Carnaval,teremos uma presença nas ruas das forças de segurança.Sente-se que o governo prioriza os megaeventos e quando os mesmos acabam,voltamos aos problemas pontuais.

Recente pesquisa da UNISUAM/Cesgranrio/Associação dos Embaixadores de Turismo do RIO traz entre seus pontos positivos,a segurança em áreas turísticas no Carnaval mas hoje a cidade é percebida como insegura ,nos mercados emissores em função do zika e de alguns atentados pontuais,como a argentina assassinada em Copacabana,em frente a um grande hotel.O caso em pauta,ocorrido ontem revela uma falta de informação,tanto por parte da turista que estava de madrugada bebendo cerveja e das autoridades que precisamn retomar o folheto Segurança no Rio,que deve ser distribuído na chegada ,na rodoviária,aeroporto e porto,com algumas diretrizes de comportamento.

Alguns países começam a desaconselhar o destino Brasil e o Rio,colocando em seus travel advisories informações de cautela.Inclusive,nos EUA,foi veiculada a possibilidade de cancelamento das Olimpiadas.Lembramos que o evento acontece no inverno,onde a incidência do mosquito é bem menor.O prejuízo para a cidade do Rio que gastou até hoje 7,1 bilhões de reais,fora os novos hotéis construídos para receber de 300 a 450 mil turistas seria enorme.Basta lembrar aqui o renascimento de Barcelona,após os jogos de 1992.

Nas atividades testes,já se vê preocupação:a americana Adeline Gray,que esteve no Rio para um evento  de luta vestia o tempo todo calça,casaco de mangas longas apesar do calor do local onde está a Cidade Olipica,em plena Jacarepaguá.No mesmo evento,o técnico japonês pediu que seus atletas não saisssem do hotel.O Quênia,apesar de todos seus problemas internos na área de saúde ameaçou também não participar.

O mundo precisa ver ações do governo brasileiro e do Rio de Janeiro,sobretudo nas recentes instalações construídas.Na Abelardo Bueno,por exemplo,não há ninguém para controlar o transito em frente ao Condominio Villas da Barra,ao lado da nova estação de brt e os carros avançam o sinal,o que em breve pode gerar um acidente fatal.

Algumas considerações para nossa discussão profícua.


Obrigado por sua companhia e até nosso próximo post...

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades