Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
14
abril
2016

Os eventos de turismo:considerações e sugestões

escrito por Bayard Boiteux

          Ola,hoje quero conversar um pouco com você sobre os eventos de turismo.

 Os eventos de Turismo precisam buscar novos formatos e se reinventar.Vejo,que com raras exceções apresentam os mesmos temas,mesmos palestrantes e colocam os patrocinadores como oradores.

Entendo que um evento de turismo não pode ter como produto final, apenas fotos em veículos especializados em Turismo,com as mesmas pessoas e com a presença sempre de autoridades que buscam o espaço para se autopromover no lugar da busca de soluções para a atividade.O papel básico é criar oportunidades de reciclagem e mostrar as novidades do setor,que aprimorem as gestões pouco criativas das empresas.

Sabemos que normalmente o trade turístico está acostumado a eventos gratuitos,famtours e investe muito pouco em capacitação.São poucas as empresas que pagam cursos de pós graduação para seus colaboradores ou mantem programas contínuos de reciclagerm.Aqui também os meios de hospedagem saem na frente com inúmeros programas educacionais.Assim,os eventos devem ser um espaço de melhoria da qualidade dos que trabalham em turismo,não só no conhecimento e operação dos produtos do setor mas na discussão de politicas que permitam um trade moderno,empreendedor e que possa sobreviver.

No mundo globalizado,os eventos vão tomando novas formas e se identificando com a tendência de gerar conhecimento mercadológico. É uma pena que a Academia seja tao pouco parceira dos eventos e que seja chamada para discutir melhor temas relevantes.Lembro,com saudosismo,o projeto Turismo em curso,implantado por Fatima Gatoeiro no Congresso da ABAV,que conseguiu um novo olhar das faculdades e do trade sobre o ensino do turismo.

Há também,claro,diferenças regionais no entendimento dos eventos.São Paulo,por exemplo participa mais ativamente de eventos pagos do que qualquer outro estado da UNIAO.Por ser o estado também que mantem o maior numero de faculdades de Turismo(que estão sendo descontinuadas no país como um todo),possui grande numero de empresários e funcionarios de empresas ,fazendo MBAS e pós graduações stricto sensu.

Nossa sugestão é identificar os novos formatos dos eventos e trazer para o Brasil,dentro de nossas especificidades um projeto inovador e com opções para melhor dimensionar a oferta de recursos humanos.Uma das ideia é criar tecnólogos em Eventos ou pós graduação em eventos,como está fazendo a UNISUAM,no Rio de Janeiro.

Não podemos também deixar que eventos criados e fomentados por empresas estrangeiras se fixem aqui e tirem o lugar dos nossos.Sinto que o Congresso da ABAV tem evoluído,O Conotel por exemplo também,para citar alguns exemplos.

Menos fotos,menos glamour e mais espaço para iovação,criatividade ,treinamento e discussão das praticas modernas de gestão,baseadas em benchmarketing. 


Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades