Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
18
setembro
2015

Os eventos no entorno do Riocentro e o caos na Abelardo Bueno e adjacências

escrito por Bayard Boiteux

          Como morador das adjacências do Riocentro HSBC arena e Cidade do Rock,tenho vivenciado nos últimos anos uma valorização dos imóveis da região,em função dos grandes eventos mas também um caos urbano,pela construção desordenada de condomínios,sem uma previsão efetiva de transporte publico e comercio na região.

A Bienal,que acabou na semana passada foi um exemplo da falta total de planejamento,numa área repleta de obras e por conseguinte de poeira,terra e lama.A chegada ao evento nos primeiros dias foi caótica.Demorava-se quase 2 horas,para atravessar a Abelardo Bueno,a via que atravessa toda a região,passando pelos novos hotéis Íbis,Hilton,shopping Metropolitano,Cidade Olimpica,ente outros.As pessoas desciam no caminho e caminhavam em rua sem acostamento,repleta de terra e lama,já que choveu.Os organizadores do evento obrigavam a quem chegava em transporte publico,caminhar durante quase 20 minutos para chegar até a bilheteria.Autores,que haviam se cadastrado anteriormente,tiveram que apresentar um livro,para que a credencial fosse liberada.A sinalização estava confusa e os postos de informação não haviam treinado adequadamente as recepcionistas.Inumeras pessoas se sentavam no chão,sem que fossem advertidas pelos seguranças. Os banheiros estavam limpos e a praça de alimentação funcionava com preços corretos.Na saída,por exemplo os motoristas que conduziam o ônibus 613,com filas enormes desconheciam o caminho e erravam o mesmo,sendo orientados pelos passageiros.Com as obras ,a Prefeitura retirou os pontos de ônibus e por exemplo no sentido Barra,em frente ao Condominio villas da Barra,as pessoas esperam a condução num pedaço de terra,sem nenhuma segurança e correndo o risco de ser atropeladas.Ao verificar a existência de um evento do porte da Bienal,não deveriam as autoridades ter pensado em como minimizar o impacto dos visitantes e da população que mora no local?

Hoje,começa o rock in Rio e as condições da Abelardo bueno fechada são precárias.O brt deverá chegar perto da cidade do rock,o que já poderia ter sido feito na Bienal mas talvez o" livro "não tenha sido prioridade,como não é a educação.Outrossim,os ônibus que trafegam,já em numero insuficiente e sem ar arcondicionado,no caso dos alimentadores  foram desviados e causam um grande transtorno para moradores e trabalhadores em numero elevado que trabalham nos condomínios e Cidade Olimpica

.Embora os moradores tenham recebido uma credencial para circular,as ruas internas dos condomínios são muitas vezes invadidas por motoristasque não encontram estacionamento na área.Falta fiscalização do poder publico,reboque dos carros por estacionamento irregular e multas que inibam tal pratica.Nos dias de evento,no HSBC Arena,a área entra em estado de alerta,com camelôs e carros entrando em locais residenciais.

Com a proximidade das Olimpiadas,a preocupação aumenta e vemos que eventos precisam encarar a mobilidade urbana,como prioridade e não apresentar soluções pontuais,sem respaldo técnico.

O Rio precisa tirar a Abelardo Bueno do caos e a via deveria ganhar um tratamento especial da Prefeitura e do estado.Afinal,queremos ou não que as pessoas voltem para suas cidades e seus países felizes com a organização,como acontece com o carnaval da avenida do samba ou que levem a ideia do caos urbano?A poulação anfitriã merece ser respeitadaou vai dormir com o som altíssimo da Cidade do rock e ficar presa em casa,sem protestar?

O Rio merece respeito.... 

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades