Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
28
agosto
2016

Um novo Rio turistico pode nascer das Olimpiadas

escrito por Bayard Boiteux

Hoje,quero dividir minha felicidade com você.O Rio de Janeiro realizou um grande evento:a Rio 2016 mostrou mais uma vez nossa capacidade de sediar grandes eventos e superar de forma racional e rápida problemas pontuais.

A Cidade Maravilhosa recebeu aproximadamente 1 milhão de turistas,dos quais 370 mil eram estrangeiros.A maior parte embora já tivesse participado de outras Olimpiadas estava no Rio pela primeira vez e pode constatar "in loco" aspectos importantes como segurança,mobilidade e organização do evento.A segurança foi muito bem avaliada numa pesquisa feita com 1300 turistas estrangeiros pelo Ipetur-RJ,o instituto de pesquisas e estudos do turismo,dirigido por mim e que pertence a Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ.Mais de 70./. dos entrevistados a consideram muito boa.Dou ênfase a tal aspecto pois vários países haviam incluído em seus travel advisories,informações sobre falta de segurança.

Outro desafio era o transporte urbano,para os locais de competição,que funcionou muito bem com as recém criadas linhas do brt,que já estão sendo utilizadas pela população anfitriã.Ligar a Barra a Ipanema em 14 minutos em metro foi algo inusitado e sentimos orgulho de nossa cidade,deixando de lado o complexo de vira lata,que é característico de brasileiros.Houve um aumento de nossa autoestima,vendo turistas felizes e mostrando um apreço muito grande pelo Rio.

Nosso desempenho nas competições ,embora não fosse dos melhores nos deu um 13 lugar no ranking mundial e novas medalhas de ouro,em esportes não cogitados,sobretudo por atletas patrocinados pelas Forças Armadas.Era um grito forte que nascia dentro de nós de que era possível mudar e o perrengue que tivemos nos últimos anos com as obras parecia esquecido.

Agora,temos que pensar nas arenas que ficarão disponíveis e que precisam ser realmente protegidas no sentido de guardadas para preparar as novas gerações que vão mostrar o Brasil.como uma potência esportiva.Não podemos deixar que aconteça,o que sucedeu em Atenas,onde a Cidade Olimpica é um elefante branco,com utilização reduzida.

O aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim,que já teve até goteiras,noticiadas na mídia internacional e um exemplo hoje de melhoria de qualidade e eficiência.As lojas foram ordenadas,o controle de passaporte automatizado e os preços cobrados nas áreas de alimentos e bebidas mais perto da realidade do Rio,que é uma cidade cara.

Temos que cuidar do Rio também,inibindo vândalos que destroem o transporte publico e querem semear discórdia na cidade.Falta segurança armada nas estações de brt,já que a segurança agora fora das Olimpiadas é feita exclusivamente para o controle das roletas.

Uma preocupação que não nos deixa dormir ainda mais profundamente é o pós evento,no tocante ao turismo.Foram mais DE 30 MIL novas unidades habitacionais e não há nenhum plasno de turismo para os próximos meses que tenha sido apresentado.O boom das Olimpiadas e o fato de mais de 85./. querer retornar deve ser aproveitado numa grande campanha internacional,que estava prevista e o atual governo interino cancelou,por falta de recursos.

Dia 07 de setembro,começam os jogos da superação,os Paraolímpicos 2016 ,momento para mostrarão mundo medidas tomadas para a acessibilidade em locais turísticos e melhorar a sinalizaqção que foi mais uma vez criticada,embora a rede dfe Informações Turísticas,criada pela Prefeitura tenha sido muito elogiada,na pesquisa do IPetur-RJ

Sim,eu que sou um critico técnico de algumas ações equivocadas do governo e da iniciativa privada,conclamo a todos a se unirem  por um Rio ,repleto de esperança,de dignidade e de alegria,que pode melhorar nossas VIDAS....

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades