Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
24
junho
2016

Mudanças nas relações internacionais e turismo

escrito por Bayard Boiteux

O mundo tem mudado rapidamente e tais situações geram novas realidades que vão se implementando e ocasionando um novo panorama internacional.Gostaria de começar com a visita histórica de Obama à Cuba.Passo vital para a normalização das relações diplomáticas entre os dois países e um caminho para o final do embargo.No entanto,com a autorização de vôos comerciais para a Ilha de Fidel e a volta dos cruzeiros,Cuba começa a viver um novo momento turístico e não depender apenas dos seus mercados prioritários,mormente o Canada.E também uma importante contribuição para que cubanos possam viajar e não se limitem aos chamados países amigos.Haverá um fomento de convenções de pequeno porte norte-americanas e possibilidade de realização de grandes congressos internacionais,já que o país dispõe de ótimos centros de convenções,muitas vezes ociosos.

O Britishexit também trará algumas preocupações.Não que a saída da Grã -Bretanha traga grandes problemas:usam outra moeda e não aderiram ao tratado de Schengen.O que nos inquieta e que pode trazer um efeito domino e outros países deixarem a UE,o que enfraqueceria hoje uma Europa forte economicamente,o que nunca se pensou na época do escudo,lira ou peseta.Fico preocupado com a França,que demonstra uma vontade de sair do bloco,sobretudo a direita mais ortodoxa,vitoriosa também no Reino Unido.

A própria América Latina passa por momentos difíceis.A Venezuela,com uma crise nunca vista,falta de liberdade e um presidente que quer se perpetuar.O turismo está diminuindo a cada dia e a falta de artigos de primeira necessidade e apagões deixam os poucos visitantes medrosos.A violência urbana aumentou e a segurança particular cresce.Por outro lado,o pacto selado,em Cuba entre as FARCS e o governo colombiano põe fim a um dos maiores conflitos existentes na América do Sul.E o Brasil,que passa por um período de delações,impeachment,superfaturamento de obras publicas e propinas descobertas diariamente nos leva a um questionamento sobre o futuro de uma nação com tantos problemas pontuais.

Além dos conflitos internacionais,surgem os atentados.O ultimo em Orlando,na discoteca Pulse,símbolo da diversidade na Meca do entretenimento deixou o país consternado.A venda de armas nos EUA é hoje a principal causa de inúmeros massacres que ocorrem naquele país,inclusive escolas.Um misto de homofobia e terrorismo causaram o maior atentado,após o 11 de setembro.A cidade está triste,chora seus mortos e se pergunta como resolver o problema da violência...Na minha opinião,basta controlar a comercialização de armas e incentivar a compreensão das minorias.A querida França teve mais um atentado contra policiais:casal assassinado e por pouco um bebe também por força dos conflitos com os islâmicos.

Não sabemos o que pode acontecer dentro de cinco minutos e o turismo tem que acompanhar rapidamente tudo que acontece.Talvez,por tal razão,nosso grande desafio  é manter nossas mentes abertas e prontas para um mundo melhor,onde as diferenças culturais fazem a diferença e o sucesso da Humanidade.