Canais
Aéreo
publicado em 10 de maio de 2019 -  1h 6

ABEAR defende abertura irrestrita de capital estrangeiro na aviação comercial brasileira

A entidade ressalta que é fundamental que a Medida Provisória (MP) 863/2018 seja aprovada sem as emendas incluídas recentemente.

Da Redação

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) defende a abertura irrestrita de capital estrangeiro na aviação brasileira. Há consenso entre suas associadas de que essa medida amplia a competição, extremamente benéfica para a economia do país e para o consumidor. A ABEAR ressalta que é fundamental que a Medida Provisória (MP) 863/2018 seja aprovada sem as emendas incluídas recentemente.

O texto aprovado na Comissão Mista do Congresso Nacional, ao pretender obrigar as empresas a operar parte de seus voos em rotas regionais e revogar o modelo praticado em todo o mundo em relação à política de bagagem, compromete o modelo de negócio das companhias que queiram operar no país.

Para a ABEAR, são alterações que contradizem o espírito da própria MP, afastando investidores e novas empresas aéreas do Brasil.

Fonte: assessoria

Veja também:

06/10/2019
Amaszonas anuncia voos de Santa Cruz de la Sierra para dois destinos brasileiros
Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu recebem operações da companhia boliviana com conexões convenientes para outras cidades da América do Sul.
27/09/2019
Comunicado IATA sobre a franquia de bagagem despachada
Para a entidade, a decisão aumenta a atratividade do mercado brasileiro neste momento em que o país tenta atrair investimentos de companhias aéreas estrangeiras.
11/09/2019
LATAM Airlines anuncia novo CEO a partir de março
Enrique Cueto deixa o seu posto em 31 de março de 2020. Seu sucessor será o atual vice-presidente Comercial do Grupo, Roberto Alvo.
11/09/2019
Geração Z se tornará o maior grupo de passageiros de companhias aéreas até 2028
De acordo com a London School of Economics and Political Science, essa geração traz novas expectativas para tecnologia e viagens.
Newsletter
Receba as novidades