Canais
Artigo
publicado em 22 de abril de 2019 - 19h56

Importância e valorização do agente de viagens

Artigo de Edmilson Romão, presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens de São Paulo (ABAV-SP)

Da Redação

Nós, agentes de viagens, somos descobridores de destinos e conectamos pessoas com o melhor do mundo. Não é por acaso que o Dia do Agente de Viagens (22 de abril) é comemorado na mesma data do descobrimento do Brasil. Somos os responsáveis por apresentar as oportunidades para quem busca experiências com segurança, comodidade, conforto, tranquilidade, atendimento personalizado e melhor relação custo-benefício.

Hoje, nós da Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo (Abav-SP), na defesa dos interesses da categoria desde 1959, comemoramos o sucesso, as realizações e o progresso do setor. Também compactuamos com a dor de muitos profissionais que não conseguiram se adaptar a mudança do comportamento do consumidor e com a entrada de novos players no nosso mercado. Vamos nos reinventar com capacitação e inovação. O agente de viagens tem de ter convicção e certeza de seu reconhecimento no mercado. Devemos valorizar a categoria e resgatar a nossa autoestima. Somos 26 mil agências regulamentadas no Brasil pela Cadastrur, cadastro dos prestadores de serviços turísticos do Ministério do Turismo. A Abav Nacional estima que as agências correspondem pelas vendas de 70% das passagens aéreas nacionais; 85% dos lugares nos voos internacionais, que saem do Brasil; 75% dos cruzeiros marítimos e fluviais; 90% dos pacotes turísticos; 60% das reservas de hotéis; e 28% das locações de veículos. Ou seja, representam ao todo, 80% das vendas nacionais.

O Turismo é fonte de riqueza e desenvolvimento, encarregado por um a cada dez empregos (diretos e indiretos), beneficiando uma malha de 52 setores sinérgicos que formam a sua rede. O segmento se concretiza com extrema importância para o PIB brasileiro, tendo sido responsável pela injeção de US$ 163 bilhões na economia do País em 2017 e pela geração de mais de sete milhões de empregos. No ano passado, batemos ainda o recorde de estrangeiros no país, ultrapassando 6,6 milhões. Ao todo, o gasto de turistas estrangeiros no Brasil em 2018 chegou a US$ 5,43 bilhões.

Porém, ainda temos um longo trajeto para alcançar um crescimento nos próximos anos. Mesmo com estatísticas positivas, um País continental como o nosso, precisa melhorar as condições de infraestrutura, segurança e preservação de nossos patrimônios históricos. Será necessário resgatar a nossa memória e valorizar a nossa cultura. Enfatizo, que só conseguiremos nos desenvolver, se investirmos em treinamento e promoção de nossos destinos. A estrada é longa, mas acreditamos que podemos desembarcar como os nossos clientes: cheios de esperança para desbravar um mundo melhor. Reputamos o valor do agente e queremos fortalecê-lo como consultor qualificado e o mais importante canal de vendas do segmento.

 Edmilson Romão

Por tudo isso, compreendo que esta data, além de comemorar os resultados já alcançados, traga a reflexão da luta diária que enfrentamos para conquistar o verdadeiro reconhecimento desta categoria. Agradecemos o empenho e dedicação de todos os agentes de viagens do Brasil, que assim como eu escolheram essa profissão, diante de qualquer desafio ou adversidade.

Edmilson Romão, presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens de São Paulo (ABAV-SP)


Fonte: assessoria

Veja também:

20/08/2019
Setor hoteleiro atrai investimentos e vive expectativa de aumento no faturamento
Por Marcelo Vital Brasil*
24/07/2019
O que precisamos é não perder o foco
Por Manoel Linhares*
09/07/2019
Abertura do mercado de aviação
Por Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis
06/07/2019
Entenda como os erros podem ser algo positivo para as pessoas e empresas
Autor e Palestrante Alexandre Slivnik explica como tratar os erros de colaboradores para transformá-los em oportunidades.
Newsletter
Receba as novidades