Canais
Artigos
publicado em 26 de janeiro de 2020 -  5h 3

Gestão de Pessoas no Live Marketing: transformando potencial em resultados

Por Leila Kupferman Castello*

Da Redação

Há alguns anos quando se falava de “Gestão de Pessoas”, no segmento de Live Marketing, era falar de um tema pouco explorado entre as lideranças: feedback, competências, habilidades, atitudes, pontos fortes, pontos fracos, plano de desenvolvimento individual (PDI) ou plano de desenvolvimento de lideranças (PDL), plano de carreira, mapeamento de talentos, pouquíssimas agências abordavam estes conteúdos.

Qual a razão de temas extremamente explorados e desenvolvidos em outros segmentos, não serem prioridade nas agências?

Uma das principais razões é que poucas tinham área de Recursos Humanos com atuação em Desenvolvimento Organizacional, com foco em Pessoas e com o olhar na Estratégia do Negócio.

Este cenário mudou, o segmento de Live Marketing teve um crescimento muito acentuado nos últimos anos, cada vez mais sente-se a necessidade de investimento no potencial dos colaboradores, preparar melhor os gestores, que, na maioria das vezes, ocupavam esta posição por competências técnicas e poucos sabem sobre obter resultados por meio de outras pessoas.

Acompanhei o crescimento da área de RH nas agências, comitês de profissionais especializados nesta área, começavam um movimento de fortalecimento, chegaram à AMPRO com objetivo de ampliar atuação, ganhar força e visibilidade, atuar na estratégia das agências, ter relevância e sair dos bastidores operacionais.

Conceitos de coaching aplicados ao desenvolvimento de competências de lideranças já fazem parte do planejamento anual e do budget dos RHs em algumas agências.

Identificar pontos fortes, explorar recursos internos e externos para transformar todo potencial do profissional em resultados efetivos e adequados aos desafios de cada função é o papel das lideranças e que começam a atuar como Líder Coach, apoiados as estratégias e objetivos do negócio.

Ao incorporar o Coaching ao seu trabalho, as Lideranças têm ainda mais chances de alcançar sucesso em sua carreira, promover melhorias no ambiente da agência e fazer com que seus liderados compreendam com mais facilidade a importância do papel de cada um no alcance dos resultados.

Ainda temos uma jornada desafiadora e com muitas oportunidades de evolução, quando se trata da atuação RH nas agências de Live Marketing, mas com certeza é uma necessidade que começa a fazer sentido quando se fala de crescimento, desenvolvimento e principalmente de diferencial competitivo.

A mudança da denominação de Recursos Humanos, que ocorreu nesta última década, reforça um novo posicionamento da área, incluindo o surgimento de novas formas de gestão e ao significado e propósito do trabalho para as pessoas e para as organizações.

Independente da alteração de nomenclatura para Gestão de Pessoas, Gestão de Talentos, Capital Humano e outras formas criativas de denominação da área, o principal objetivo é a mudança de visão, onde o talento humano passou a ser tão importante quanto o modelo de negócio.

 Leila Castello

Leila Castelo é psicóloga com especialização em gestão de pessoas, análise comportamental e MBA em Gestão e Liderança. Master Coach, foi diretora de RH em agências de Live e é membro do Comitê de Relações Humanas da AMPRO – Associação de Marketing Promocional.

Fonte: assessoria

Veja também:

26/03/2020
Impacto do coronavírus no setor de eventos
Por Rossi & Zorzanello*
24/03/2020
Impactos da pandemia na economia criativa e maneiras criativas de evitá-los
Por D.J. Castro*
20/03/2020
Hotelaria nacional pede socorro: Não cancele, remarque!
Por Manoel Linhares*
19/03/2020
Previsões para o mercado de hospitalidade em tempos de Covid-19
Por Dave Collier, Gerente Geral das Américas pela OTA Insight
Newsletter
Receba as novidades