Canais
Eventos Corporativos
publicado em 18 de julho de 2014 - 14h43

Brics consolida Ceará como destino de turismo de eventos

Presença de chefes de estado de cinco nações em Fortaleza, logo após a Copa, mostrou o potencial receptivo do estado, tanto para eventos esportivos como para negócios

Da Redação

A reunião dos chefes de estados que integram o grupo dos países em desenvolvimento, os Brics, com Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, realizada esta semana no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, revela a versatilidade do estado para receber bem desde eventos esportivos e ligados ao lazer, como a Copa do Mundo, até grandes encontros de negócios.

Chefes de estado, ministros, diplomatas, parlamentares e assessores, num total de cerca de quatro mil participantes, e outros 1,2 mil profissionais da imprensa, estiveram no local e ajudaram a projetar a imagem positiva do Ceará globalmente. “Mostramos competência para receber públicos bastante distintos, como torcedores e chefes de estado”, disse o secretário de turismo do Ceará, Bismarck Maia.

Fortaleza é o 4º destino mais procurado por viajantes brasileiros. A cidade é também o 2º destino mais desejado do Brasil. A vocação tradicional para o lazer agora divide espaço com a aptidão para os negócios. Após a inauguração do Centro de Eventos do Ceará (2012), com investimentos de R$ 45,2 milhões do Ministério do Turismo, mais de 220 encontros, incluindo shows, convenções, feiras, e a reunião dos Brics, foram realizados no local.

O turismo de negócios é um dos segmentos mais importantes para a economia do país. Em 2013, apresentou crescimento médio de 8,8 %, segundo a Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo (Pacet), realizada pela Fundação Getúlio Vargas.

A realização de eventos é o segundo maior fator de atração de visitantes estrangeiros para o Brasil. Cerca de 25,6% dos turistas internacionais que visitam o país, vêm com esta finalidade. O gasto médio diário dos visitantes estrangeiros que viajam a negócios é de US$ 127, segundo a Pesquisa de Demanda Turística Internacional, o que representa quase duas vezes mais que o desembolso dos turistas de lazer.

De acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA), o Brasil está entre os dez países que mais realizaram eventos internacionais no ano passado. De 2003, ano da criação do Ministério do Turismo até 2013, o Brasil saltou da 17ª para a 9ª colocação no ranking da ICCA. Além disso, no ano passado o governo federal lançou o PAC do Turismo, no qual cerca de R$ 500 milhões foram destinados para a construção, reforma e ampliação de centro de eventos.

Fonte: Assessoria

Veja também:

20/02/2019
Avantgarde São Paulo assina Convenção Astrazeneca Brasil 2019
O evento acontece no Transamérica Ilha de Comandatuba, na Bahia, e reúne cerca de 700 colaboradores
29/01/2019
Santuário do Caraça no radar dos eventos corporativos
Além da natureza exuberante e de toda a riqueza histórica, o local possui estrutura completa para receber eventos empresariais, com auditórios, restaurante, serviços de buffet e hospedagem.
12/01/2019
Tendências futuras dos eventos
A jornalista Lauren Arena, da Biz Events Asia, resumiu as conclusões do estudo realizado pela PCMA e a Marriott Internacional que descreve cinco macrotendências que vão impactar a indústria de eventos de maneira significativa nos próximos anos, com alto potencial de mudar a face da indústria.
08/03/2018
Silvia Barreto Valente recebe homenagem na Câmara de São Paulo
Coordenadora do curso de Turismo da Anhembi Morumbi foi reconhecida pelo trabalho em prol do turismo da cidade.
Newsletter
Receba as novidades