Canais
Destino
publicado em 08 de outubro de 2021 - 22h44

EUA vão admitir entrada de visitantes imunizados com vacinas aceitas pela OMS, como a CoronaVac, afirma Reuters

EUA vão admitir entrada de visitantes imunizados com vacinas aceitas pela OMS, como a CoronaVac, afirma Reuters Decisão do Centro de Controle e Prevenção de Doenças foi anunciada por porta-voz à agência britânica na noite desta sexta-feira

Da Redação

O governo dos Estados Unidos passará a aceitar visitantes internacionais que estejam imunizados com qualquer vacina contra a Covid-19 reconhecida como eficaz pela Organização Mundial da Saúde (OMS), informou um porta-voz do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) à agência Reuters na noite desta sexta-feira.

Com a decisão, visitantes que tiverem tomado o ciclo completo de duas doses da vacina chinesa CoronaVac poderão entrar em território americano, segundo informou a agência de notícias

A Organização Mundial da Saúde (OMS), informou um porta-voz do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) à agência Reuters na noite desta sexta-feira. Com a decisão, visitantes que tiverem tomado o ciclo completo de duas doses da vacina chinesa CoronaVac poderão entrar em território americano, segundo informou a agência de notícias.

A OMS atualmente reconhece seis vacinas como eficazes contra a Covid-19: a da Moderna, a da Pfizer/BioNTech, a da Janssen, a de Oxford/AstraZeneca, a CoronaVac e a da Sinopharm. Dessas, só as três primeiras eram aceitas pelo governo americano.

A mudança de regra agora incluirá também a vacina Oxford-AstraZeneca comum, bem como a formulação específica usada pelo Instituto Serum da Índia, conhecido pelo nome CoviShield. As duas vacinas mais populares da China, a vacina da Sinopharm e a vacina CoronaVac da SinoVac — aplicada no Brasil, com produção do Instituto Butantan —, também estão incluídas.

A partir do começo de novembro, o governo dos Estados Unidos suspenderá as restrições de entrada no país para os estrangeiros que estiverem totalmente vacinados contra a Covid-19, incluindo os passageiros procedentes do Brasil e de outros 32 territórios, encerrando uma proibição de viagens implementada há mais de um ano para limitar a propagação da doença internamente. Os viajantes terão que apresentar um teste negativo para o coronavírus feito até três dias antes do voo, segundo informou a Casa Branca no dia 20 de setembro.


Fonte: Reuters

Veja também:

08/10/2021
Porto Seguro marca presença na ABAV Expo & Collab 2021 com estande próprio e infraestrutura inédita do destino
Uma das principais feira de turismo do país a ABAV EXPO & COLLAB teve início nesta quarta-feira(06), de forma híbrida, marcando a retomada dos grande eventos turísticos presenciais, com mais de 11 mil inscritos, agentes de viagens, os principais destinos turísticos nacionais e cerca de 140 expositores.
06/10/2021
MS participa presencialmente da Abav Expo & Collab 2021
MS participa presencialmente da maior feira multiplataforma de turismo da América Latina
05/10/2021
Supera expectativas retomada turística no Rio Grande do Norte
Bruno Reis, presidente da EMPROTUR, visita Shopping de Viagens Agaxtur e fala de sua estratégia de mercado vencedora
01/10/2021
Azul e Floripa Airport anunciam maior malha já operada em Florianópolis durante alta temporada de verão
Com a proximidade do verão e o avanço da imunização, a Azul ofertará dez novos destinos a partir de Florianópolis durante a alta temporada de verão, entre dezembro deste ano e janeiro do ano que vem.
Newsletter
Receba as novidades