Canais
Políticas do Turismo
publicado em 01 de outubro de 2019 - 19h 9

Foz do Iguaçu quer ser o destino mais visitado por turistas estrangeiros no Brasil

A proposta foi defendida durante a 3ª Conferência Municipal de Turismo. Esta e outras sugestões estarão no plano de turismo da próxima década.

Da Redação

O desafio foi lançado: Foz do Iguaçu quer se tornar o destino mais visitado por turistas estrangeiros no país na próxima década. Essa foi uma das principais propostas defendidas pelos participantes durante a 3ª Conferência Municipal de Turismo, realizada no último sábado, 29, no Anfiteatro da UDC.

Estas e outras propostas irão constar no plano estratégico “Foz do Iguaçu 2030, um futuro melhor para todos”, que deverá ficar pronto até o final do ano, com metas para os próximos 10 anos. Outra ação referendada pelos mais de 100 participantes durante a conferência foi a de transformar o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu em Hub da América do Sul e o de maior movimento da região sul do país.

Participaram da conferência o prefeito Chico Brasileiro, o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, o presidente do Comtur, Carlos Silva, o presidente do Fundo Iguaçu, Enio Eidt, o presidente do Sindetur, Licério Santos, o vice-presidente da ABAV Paraná, Felipe Gonzalez, a coordenadora do curso de Turismo da Unioeste, Aurelinda Lopes, além dos representantes de entidades do setor, universitários e comunidade em geral.

"Quero agradecer toda a comunidade que participou das pré-conferências. Foz é uma vitrine turística do Brasil e do Paraná. Temos que pensar em um plano ousado para colocar o turismo em um patamar de maior destaque", avaliou o prefeito Chico Brasileiro.

Piolla destacou que a propostas aprovadas servirão de base não só para o planejamento do turismo, mas também para o desenvolvimento da cidade na próxima década. "Não há como falar em turismo sem falar em mobilidade urbana, cidade digital, reurbanização dos espaços públicos, infraestrutura de acesso, turismo cultural e gastronômico, conectividade aérea, serviços públicos de qualidade, experiência turística do visitante e preservação do meio ambiente. Pois o turismo depende de tudo isso e de outros fatores para se desenvolver", afirmou o secretário.

Propostas

Antes da Conferência, foram realizadas cinco pré-conferências abertas ao público. Nestes encontros, que reuniram mais de 250 pessoas, foram apresentadas 350 propostas. Elas foram inseridas em 30 subgrupos de 15 prioridades.

Os participantes puderam votar nas propostas, elencadas dentro de três eixos (Destino Inteligente, Marketing e Marca e Desenvolvimento da Indústria, Colaboração e Parcerias), durante a Conferência Municipal.

As propostas mais votadas abordam os seguintes temas: Mobilidade Urbana, Inclusão Digital, Novo Posicionamento de Imagem e Mercado, Infraestrutura, Conectividade Aérea, Reurbanização dos Corredores Turísticos, entre outras.

"A conferência trouxe ideias importantes para o desenvolvimento do turismo em nossa cidade. Saímos daqui hoje com o compromisso de elaborar um plano com o objetivo de garantir uma experiência incomum ao turista no Destino Iguaçu, mas também em melhorar a vida dos cidadãos de Foz", destacou o presidente do Comtur, Carlos Silva.

 secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, prefeito Chico Brasileiro, presidente do Comtur, Carlos Silva
 Participantes votando nas propostas
 secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, prefeito Chico Brasileiro, presidente do Comtur, Carlos Silva


Fonte: assessoria

Veja também:

02/09/2020
Senado confirma programa de créditos com R$ 5 bi para reduzir impacto da pandemia no setor de turismo
Os senadores aprovaram em votação simbólica nesta quarta-feira (2) a medida provisória (MP) que reservou R$ 5 bilhões para socorrer o setor de turismo, como forma de reduzir os impactos causados pelo novo coronavírus. A MPV 963/2020, que abriu o crédito extraordinário no Orçamento deste ano, segue agora para promulgação.
01/09/2020
Câmara aprova MP que destina R$ 5 bilhões para empréstimos ao setor do turismo na pandemia
A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (1º) a Medida Provisória 963/20, que libera R$ 5 bilhões para minimizar os impactos do novo coronavírus no setor de turismo. O texto, que segue para o Senado, determina que os recursos serão destinados a empréstimos para financiar a infraestrutura turística nacional.
25/08/2020
Bolsonaro sanciona lei que desobriga reembolso se houver remarcação de evento
Em ato publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou, com um veto, a lei aprovada pelo Congresso Nacional que desobriga empresas do setor de turismo e cultura de reembolsar consumidores quando eventos cancelados pela pandemia do novo coronavírus forem remarcados ou for disponibilizado crédito para abatimento da compra em outros serviços.
30/07/2020
Câmara aprova MP 948
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) o texto-base de uma medida provisória que dispensa empresas do setor cultural e de turismo — em razão da pandemia do coronavírus — de reembolsar clientes por cancelamento ou adiamento de serviços, eventos e reservas, desde que assegurem a remarcação do que foi contratado pelo cliente.
Newsletter
Receba as novidades