Canais
Destino
publicado em 23 de junho de 2019 - 19h11

O Charme de Chiloé no Chile

Um segredo na região dos Lagos, no sul do Chile, pode ser o destino de seu próximo evento

Sergio Junqueira Arantes - editor

Arraigado em lo más profundo de la tradición oral, los mitos conservan sorprendentemente viva la palavra del pueblo em su necessidad de compreensión del mundo y sus fenômenos, e em su capacidad de creación de mundos nuevos. Fueron y son cultura viva. Em Chiloé, o valor cultural inscrito em dicha tradición es lo que sedujo.

Julio Vicuña Cifuentes

Em Chiloé (Chile), o ditado “no creo en las brujas, pero que las hay, las hay” se faz presente no dia-a-dia da cultura local. El Cuco, el Chuvino, los Duendes, el Imbuche, los Machis, el Trauco, la Pincoya, las Sirenas, el Caleuche, Ciudad de los Césares são alguns dos cerca de 50 mitos tão mundanos, como fantásticos transmitidos pela tradição oral de um povo resistente e apegado a seus valores.

Após uma viagem de 2 horas de Santiago a Puerto Montt e mais duas horas com direito à lindas paisagens na travessia da balsa, chega-se à Castro, a principal cidade do arquipélago Chiloé, constituído de cerca de 40 ilhas. Nesse trajeto poderá avistar o Vulcão Osorno ao fundo. E a pergunta que se faz é: será que vale a pena?

Sem dúvida vale a pena, para viagens de incentivo e eventos até 200 participantes. Nesse caso, necessariamente no Hotel Enjoy Chiloé, uma construção moderna com vista privilegiada do Fiordo de Castro e o único cassino do arquipélago. O Enjoy conta com três salões para 200 pax, que podem ser unificados num salão para 600 convidados e seus 72 apartamentos comportam até 200 hospedes.

 Enjoy Chiloé

Em nossa estada em Chiloé, desfrutamos da hospedagem, além do Enjoy, do Hotel Veliche e do Hotel Parque Quilquico. Próximo do centro de Castro e das tradicionais Palafitas de Gamboa, o Hotel Veliche se esmera nos detalhes que se inspiraram na identidade, cultura e patrimônio de Chiloé, resgatando antigos galpões chilotes construídos em madeira, material clássico e tradicional na ilha, com amplas janelas que proporcionam bom aproveitamento da luz natural. Num anexo, possui um espaço para se apreciar a confecção e degustar o tradicional curanto, prato com marisco, carnes e batatas preparados em um buraco no chão com pedras quentes, cujo preparo demora cerca de 1 hora.

 Hotel Veliche

Localizado a 18 quilômetros do centro, no interior de um bosque nativo de 10 hectares, o Hotel Parque Quilquico reflete à perfeição os pilares fundamentais da sustentabilidade: respeito pelo meio ambiente, integração com a comunidade e turismo sustentável. Projeto do arquiteto Edward Rojas Veja, prêmio nacional de arquitetura, o hotel tem capacidade para até 48 hospedes e um SPA completo.

 Hotel Parque Quilquico

Chiloé é uma terra de lendas, tradições, natureza e festejos, se bem que seja um arquipélago com muitas semelhanças, cada pequeno povoado e cada ilha é um mundo em si mesmo. Os povos originários mais preponderantes são os Huilliches (gente do sul) e os Chonos (provavelmente da Alacalufe), povos navegantes que viviam muito ligados ao mar e que as missões Jesuítas e Franciscanas assentaram em pequenos povoados em torno das muitas igrejas e capelas que eram visitadas pelos missioneiros com periodicidade.

Por estas peculiaridades, os principais atrativos de Chiloé são: suas igrejas, sua arquitetura, sua natureza e seus costumes.

IGREJAS

O Charme de Chiloé no Chile Perspectivas das 16 igrejas declaradas como Patrimônio da Humanidade pela Unesco
Em 2001 a Unesco reconheceu 16 igrejas de Chiloé como Patrimônio da Humanidade, porém o arquipélago possui mais de 50 igrejas e capelas, todas dignas de serem visitadas. Se bem exista diferenças entre elas, a maioria compartilha uma estrutura retangular com teto em duas águas, um pórtico adornado com cinco arcos falsos e uma torre octogonal com campanário; no interior três naves; a construção é de madeira montadas com tarugos de madeira e sua fachada recoberta com telhas otimizadas.

 Igreja Nuestra Señora de Gracias, em Nercon
 Igreja Nuestra Señora de las Dolores, em Dulcahe












O Charme de Chiloé no Chile altar da igreja Santa Maria de Loreto, em Achao: Patrimômio da Humanidade
 Igreja Santa Maria de Loreto: observe o formato de canoa do teto
O Charme de Chiloé no Chile Santa Maria de Loreto, em Achao
Em nossa visita, passamos por inúmeras igrejas, mas visitamos apenas três: Nuestra Señora de Gracias, em Nercon, Nuestra Señora de las Dolores, em Dulcahe e Santa Maria de Loreto, em Achao, o mais antigo templo religioso do arquipélago, localizada na Ilha Quinchão, foi construída em 1730, uma das mais antigas construções de madeira do mundo. A par da riqueza de sua decoração interior, vale observar que o teto e a nave das igrejas chilotas possuem um formato similar à uma canoa invertida, fruto da experiência dos Huilliches, exímios canoeiros. As igrejas possuem fundação em pedra e todo restante em madeira, abundante na região e material de todas as casas do arquipélago até muito recentemente. Curioso anotar que as madeiras não têm pregos, só encaixes.

O Charme de Chiloé no Chile Portal da Isla de las Almas Navegantes
Em Chiloé pudemos observar um fenômeno, que somente havia visto antes em São Luís do Maranhão: as marés são tão pronunciadas que, na cidade brasileira, as águas do mar avançam e retraem a cada 12 horas, cerca de 8 metros. Pois bem, em Chiloé este fenômeno ocorre duas vezes ao dia, ou seja, a cada 6 horas as águas enchem as praias, para em seguida se retirarem deixando uma dezena de metros de praia.

O Charme de Chiloé no Chile Ponte para a Isla de las Almas Navegantes
Esse fenômeno que ocorre em todo arquipélago, pode ser visto de perto, na visita à Isla de las Almas Navegantes. Durante a cheia, a travessia para a ilha ocorre numa ponte de madeira estreita de cerca de 600 metros e, na baixa, a travessia pode ser feita a pé (somente tendo o cuidado de usar uma bota, pois a “praia” é um lodaçal, com muitas algas).

Uma das igrejas Patrimônio da Humanidade situa-se na Isla de las Almas Navegantes. Defronte à igreja, um amplo gramado, propicio para realização em viagens de incentivo, de um almoço, ou melhor ainda, um jantar iluminado por tocheiros. Os meses de fevereiro e março são ideais para esta atividade pois raramente chove. E tudo isso rodeado de uma mata nativa não muito espessa e muitas jabuticabeiras.

ARQUITETURA

O Charme de Chiloé no Chile
A arquitetura local sofreu grande influência dos povos que primeiro a habitaram (Huilliches e Chonos) e dos jesuítas. Suas casas são de madeira, com alicerces de pedra, revestidas por tejuelas, espécie de telha de madeira esculpida artesanalmente. Essas placas de madeira foram feitas pelos mesmos carpinteiros que construíram as primeiras embarcações do arquipélago e seus inúmeros desenhos eram usados para distinguir as famílias da região. As casas construídas na beira-mar usam palafitas, respeitando o movimento das marés. O efeito visual desse conjunto de casas, pintadas de cores vivas. é muito interessante e bonito. Atualmente, muitas dessas casas estão ocupadas pelo comércio, restaurantes e bares.

Essa experiência também pode ser vivenciada em Palafitos Los Pescadores, cuja arquitetura tradicional permite observar o vaivém das marés, o som do mar e das aves, é um lugar ideal para descanso e relaxamento. O complexo oferece cabanas familiares com calefação, uma sonhada casa na árvore e o encanto de uma casa farol, tudo isso em um formoso parque privado que permite caminhar debaixo das casas e conhecer as fundações desta ancestral forma de construção. O local também possui um salão para pequenos eventos.

NATUREZA

Nos muitos parques nacionais e privados pode-se praticar um trekking, andar de bicicleta ou cavalgar, mas duas experiências sobressaem navegar e observar pássaros.

Navegar em uma lancha chilota pelos canais, fazer um piquenique numa das ilhas próximas ou ter uma aventura em caiaque pelos fiordes de águas calmas do arquipélago são excelentes opções para desfrutar do momento e tirar muitas fotos.

O Charme de Chiloé no Chile Cisnes de pescoço preto
Chiloé oferece uma experiência muito especial, a observação de pássaros. Como é sabido centenas de espécies de aves alternam seu habitat conforme a estação do ano, migrando do frio ártico no inverno para o verão do hemisfério sul. Nessa migração, milhares de aves voam juntas por milhares de quilômetros. Em Chiloé podem ser observadas aves que voaram 12.000 quilômetros deste o Alasca, permanecendo em voo por mais de 10 dias, ininterruptos. No arquipélago elas encontram um habitat ideal para se alimentarem, em segurança. Dentre outras, as mais conhecidas são: garça, beija-flor gigante, gaivota, zarapito, flamenco, cisne-de-pescoço-preto, papagaio-coroado e a águia.

O Charme de Chiloé no Chile Observatório de Aves Bahia Pullao
Para os amantes da observação de aves, ou mesmo para os interessados, na baia de Pullao foi constituído o Observatório de Aves Bahia Pullao que oferece aos instalações adequadas para curtos e longos períodos de observação e, mais recentemente, construiu o Refúgio Pullao com seis confortáveis apartamentos para até 24 pessoas oferecendo ainda o café da manhã, um grande ofurô e, em breve, SPA. O melhor período para observação das aves migratórias é de fevereiro a abril.

O Charme de Chiloé no Chile Apartamentos no Pullao
Uma das principais atrações turísticas são os pinguins das espécies Magalhães e Humboldt, aves que migram na primavera da Antártida para acasalar na Baía de Puñihuil, cerca de 28 km de Ancud, e lá permanecem até o verão. De setembro a março é possível conferir todo o charme desses ilustres visitantes em passeios de barco com duração média de 40 minutos. E se tiver sorte, poderá ver baleias e toninhas.

O Charme de Chiloé no Chile Cascata Tocoiaue
Ainda no âmbito da Natureza, barcos de variados tamanhos, de 6 a 64 pax e caiaques podem ser contratados para visitas às ilhas ou um recorrido pelos canais e fiordes dos arredores. E, finalmente, a Cascada Tocoiaue, na qual pode-se apreciar uma cachoeira, alta e muito bonita.

COSTUMES

O Charme de Chiloé no Chile Raul Torres, na Artesanias Torineco
O Charme de Chiloé no Chile Quadro confeccionado com restos de madeira de casas inutilizadas
Os ofícios e quem os desempenham são também parte do patrimônio de Chiloé, desde as tradicionais lanchas chilotas que ainda se constroem por carpinteiros na ribeira, ao trabalho com fibra vegetal, lã com tinturas naturais e tear. Existem muitas opções para visitar estes artesãos e conhecer o seu trabalho.

Em tempos que requerem sustentabilidade, muito interessante o trabalho de Raul Torres, da Artesanías Torineco, que aproveita madeiras de casas abandonadas ou derrubadas para criar obras de arte e artesanato de primeira qualidade.

 A artesã Blanca Rogel
Outra artesã, Blanca Rogel, cujo ofício herdou dos antigos, aprendendo com seu pai, faz uso com mestria do tear lã de ovelha para confeccionar gorros, meias, polainas e outras vestimentas.


Finalizando, uma antiga tradição insular, a Minga e seu proverbial espírito de colaboração solidária, em que vizinhos se reúnem voluntariamente para reconstruir uma casa destruída pelo fogo ou replantar uma roça destruída por intempéries, costume que perdura até os dias atuais; também se mantém viva, adaptada às necessidades atuais, reunindo autoridades e vizinhos para projetar anualmente, para milhares de visitantes e em meio a fascinantes belezas naturais, as atrações e riquezas culturais da identidade de Chiloé, promovendo um extenso calendário de Festas Populares e Religiosas. Se você vai fazer um evento na região, vale a pena conferir o Calendário de Festas Populares e Religiosas. https://ogwmm1tum3-flywheel.netdna-ssl.com/wp-content/uploads/2018/11/mapa-de-fiestas-costumbristas-de-Castro.jpg

O Charme de Chiloé no Chile Ao fundo, pode-se observar a neve na Cordilheira dos Andes
Concluindo, vale a pena levar um evento de no máximo 200 participantes para Chiloé, Chile. Eles voltarão satisfeitos com a atenção recebida e com o conforto das instalações e os bons serviços, com energias renovadas e uma percepção do mundo ampliada.

SERGIO JUNQUEIRA ARANTES, IP, CEM, viajou a convite da Sernatur/Chile, com assistência da GTA Global Travel Assistence

Veja também:

17/07/2019
Encontro transforma organizadores de eventos em fãs do Destino Iguassu
Estrutura hoteleira, palestras e atrativos surpreendem participantes do Iguassu Meeting Planners Experience.
16/07/2019
Foz do Iguaçu é o "destino mais amado por brasileiros”
É o que apontou pesquisa divulgada pelo Booking, uma das maiores plataformas de viagens do mundo.
06/07/2019
Visit Iguassu desenvolve experiências para incentivar a vinda de novos eventos
Iguassu Meeting Planners Experience gera oportunidades de mais negócios para empresas e prestadores de serviços.
28/06/2019
Secretário de Aviação Civil confirma ampliação da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu
Obra vai permitir que as aeronaves decolem do terminal da Terra das Cataratas direto para a Europa e Estados Unidos.
Newsletter
Receba as novidades