Canais
Entidades
publicado em 13 de outubro de 2020 - 19h52

AMPRO aborda sobre o pós-crise dos eventos durante a Expo Retomada

A AMPRO – Associação de Marketing Promocional participa da Expo Retomada, o primeiro evento em pavilhão após o advento do coronavírus, em São Paulo. Considerado evento modelo para o “novo normal” do setor, a Expo Retomada vai reunir conteúdo de valor e oportunidade de negócios a empresas, entidades e profissionais ligados aos setores de eventos corporativos, feiras, turismo de negócios e Live Marketing. Acontece com entrada franca nos próximos dias 14 e 15 de outubro, no Expo São Paulo, seguindo rígidos protocolos de segurança.

Da Redação

Durante a programação, que inicia às 14h do dia 14, a AMPRO organiza o conteúdo dos painéis Insights da sessão de Design Thinking: O Futuro dos eventos, ao lado da CBIE - Câmara Brasileira da Industria de Eventos, às 16h do dia 15; e Construindo Resultados Pós-Crise, que vai tratar dos três pilares que envolvem a Gestão da Mudança: administração/gestão, criatividade e performance, para fechar os conteúdos do último dia da feira, às 17h do dia 15.

O último painel do dia 15, às 17h, contará com abertura do presidente executivo da AMPRO, Alexis Pagliarini, participação de Ronaldo Ferreira Jr., da Um.a Diversidade, Hebert Lacava, da agência A Cuca, e com mediação de Claudia Toledo, da Toledo Comunicação.

Passada a fase mais aguda da interrupção dos eventos, é o momento de vislumbrarmos uma retomada mais consistente e sustentável para o mercado”, afirma Alexis Pagliarini.

Como correalizadora do evento, ao lado de outras entidades, como ABEOC - Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes, SINDIPROM|SP – Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo e Ubrafe - União Brasileira dos Promotores de Feiras, a AMPRO também estará com stand no espaço de exposições da feira.

O evento pretende reunir cerca de 40 expositores e vai apresentar, in loco, as boas práticas recomendadas para o setor, com fiel adoção dos protocolos de saúde e conduta já regulamentados para a realização de Feiras, eventos corporativos e viagens de negócios. Entre o público visitante, são esperados representantes de empresas e entidades ligadas aos setores de Eventos e Turismo, profissionais e autoridades dos setores e formadores de opinião.

A indústria de Eventos brasileira é uma das mais importantes na geração de empregos e movimentação econômica. É responsável por cerca de 25 milhões de empregos (diretos e indiretos), e por um impacto econômico anual de cerca de 936 bilhões/ano, que corresponde a 12,93% do PIB nacional. O Brasil organiza e recebe cerca de 590 mil eventos anualmente.

Outros detalhes e inscrições para a Expo Retomada no site: www.exporetomada.com.br

Fonte: Assessoria

Veja também:

14/10/2020
Expo Forum Visit São Paulo, um evento inédito que mira a reconstrução do turismo paulista
Encontro será realizado pelo SPCVB, com apoio da Setur e Abear, no dia 4 de novembro, de forma híbrida, com público B2B e B2C.
14/10/2020
AMPRO emite nota de repúdio à licitação da Caixa Econômica Federal
Como reação à manifestação de diversos associados, a AMPRO – Associação de Marketing Promocional tomou ciência e repudiou as condições de licitação aberta para a prestação de serviços de marketing promocional pela Caixa Econômica Federal.
08/10/2020
AMPRO Globes Awards 2020 terá Sergio Gordilho na presidência do júri
O copresidente e CCO da agência Africa, Sergio Gordilho, irá presidir o júri do AMPRO Globes Awards 2020, a maior premiação do Live Marketing no Brasil.
08/10/2020
Eventos representam R$ 300 bi/ano para economia, o mesmo que o governo pretende poupar em uma década com a reforma administrativa
Feiras e eventos movimentaram, em 2019, R$ 300 bilhões, representando 4,6% do PIB brasileiro. Esse é o mesmo montante pelos brasileiros em impostos municipais, estaduais e federais até 5 de fevereiro de 2020, ou quanto o Ministério da Economia estima economizar para os cofres públicos em uma década, com a reforma administrativa. Com a vantagem de que eventos vão muito além das paredes dos centros de convenções, promovendo a economia local, nos setores de hospedagem, transporte, alimentação, compras e lazer. Por isso, profissionais, empresas e entidades dessa imensa indústria vêm se mobilizando para o retorno das atividades, conscientes de sua importância.
Newsletter
Receba as novidades