Canais
Políticas do Turismo
publicado em 16 de maio de 2019 - 17h 9

Abracorp se posiciona a favor do programa 'Tax Free'

Carlos Prado manifesta apoio à aprovação, pela Comissão de Turismo da Câmara, do parecer sobre restituição de impostos a turistas estrangeiros.

Da Redação

O presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Carlos Prado, manifesta apoio da entidade à aprovação, em 14/6, pela Comissão de Turismo da Câmara, do parecer sobre restituição de impostos a turistas estrangeiros, ao saírem do país. Trata-se do Projeto de Lei Complementar (PLP) nº 353/2017, que institui o Programa 'Tax Free'.

 Carlos Prado

"Merece nosso aplauso o encaminhamento da matéria, pelo relator do projeto, deputado Felipe Carreras (PSB/PE). A renúncia tributária aos turistas estrangeiros vem ao encontro das outras medidas em curso, que buscam aumentar a atratividade do nosso país enquanto destino turístico. E contribui para reduzir o peso do chamado custo Brasil", salienta Carlos Prado.

O executivo acrescenta que "essa medida constitui um gesto institucional relevante, tanto para o incremento do turismo a lazer quanto para a agenda de viagens corporativas. Em última análise, constitui um investimento baixo do país se comparado ao retorno, em termos de imagem, reciprocidade e fortalecimento da hospitalidade brasileira".

Fonte: assessoria

Veja também:

26/05/2020
Bolsonaro sanciona Nova Embratur e veta incentivos fiscais para setor do turismo
Ao todo, cinco pontos do projeto foram vetados, como esses que tratam de incentivos fiscais e outros sobre composição e financiamento da Embratur.
25/05/2020
Bolsonaro sanciona Nova Embratur e veta incentivos fiscais para setor de turismo
O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria a "Nova Embratur", com vetos a incentivos fiscais voltados para o setor do turismo. A norma sancionada deixou de fora o trecho que zerava, a partir de 2021, o imposto de renda devido por empresas aéreas em virtude de contratos de leasing de aeronaves e motores, e também o artigo que garantia a redução para 6% até 2024 do imposto de renda sobre valores remetidos ao exterior para gastos pessoais de brasileiros em viagens internacionais.
22/05/2020
Taxa de Serviços Turísticos municipal é declarada inconstitucional
Em ação proposta pela UNEDESTINOS, lei municipal foi julgada ilegítima pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
20/05/2020
Em nota técnica, SENACON esclarece real responsabilidade solidária do agenciamento e seu direito à remuneração
Esta é uma vitória para todo o setor de agenciamento que entra para a história da ABAV.
Newsletter
Receba as novidades