Canais
Eventos
publicado em 31 de agosto de 2019 -  6h32

Fórum ADVB discute papel das PPP no Turismo Paulista

Evento atraiu número expressivo de lideranças setoriais do turismo, da sociedade civil e profissionais.

Da Redação

No último dia 26, no Foyer do Auditório Simon Bolívar, do Memorial da América Latina, em São Paulo, evento atraiu um número expressivo de lideranças setoriais do turismo, da sociedade civil e profissionais e da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil. Desta feita, o Fórum de Temas Nacionais ADVB, realizado em conjunto com a Fundação Brasileira de Marketing – FBM, concentrou-se no ´Protagonismo Empresarial nas Parcerias Público-Privadas do Turismo Paulista`.

O secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinícius Lummertz, enviou mensagem em vídeo. As exposições foram conduzidas pelo presidente do SPCVB – Visite São Paulo, Toni Sando; e pelo presidente da Abear – Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovicz. E a abertura, ao presidente da ADVB e FBM, Latif Abrão Jr., idealizador do evento. A apresentação do encontro coube ao presidente do Skål Internacional São Paulo e vice-presidente de Turismo da ADVB, Aristides de La Plata Cury.

O evento foi transmitido por meio do Facebook da ADVB, em especial para a imprensa brasileira e mundial, porque o link da transmissão ao vivo estava exposto no site de relacionamento Press Club, criado e dirigido pelo jornalista Luiz Henrique Miranda, da Agência Amigo, assessor de imprensa do Skål e da ADVB.

Latif Abrão Jr., presidente da ADVB e FBM

Em sua fala, Latif mencionou o papel histórico da entidade, “uma das mais antigas do país, fundada há 63 anos”. Também enfatizou o protagonismo do meio empresarial no presente e no futuro do turismo paulista e nacional: “A ADVB não é partidária, mas tem, naturalmente, atuação política. Cuida do relacionamento entre os profissionais de vendas e marketing e sempre me reporto à colocação do empresário Alberto Dualib, para quem a ADVB foi a porta de entrada do MKT no Brasil”, pontuou Latif Abrão Jr.

Ao ratificar o seu otimismo em relação ao país, grifou que “a iniciativa privada tem que fazer valer o seu papel no Brasil. Chega de ficar rastejando atrás de governante – geralmente incapaz. É preciso entender, em definitivo, que é o empresário quem vai escrever a história do Brasil”.

No fecho, Latif destacou que “é chegado o momento de pararmos de falar para nós mesmos. Temos de criar sintonia plurissetorial, ingressar no mundo digital e trabalhar pela mudança da imagem do Brasil no exterior. Sem isso, considero impossível colocar o nosso turismo como o grande protagonista do desenvolvimento do país”.

Ao mencionar a parceria exitosa com o Skål Internacional São Paulo, especialmente no prêmio Top Destinos Turísticos, Latif antecipou, em primeira mão, que Aristides Cury é seu indicado para sucedê-lo no comando da ADVB.

Toni Sando, presidente do SPCVB-Visite São Paulo

CEO do SPCVB-Visite São Paulo, presidente da Unedestinos, 1º vice-presidente dos Conventions Bureaux Latino Americanos, membro da Academia Brasileira de Eventos e do Skål São Paulo, Toni Sando de Oliveira sustentou que “queremos participar, queremos nos envolver – e é só assim que a gente muda a história do nosso país. O CVB é uma entidade multissetorial, voltada para o marketing, para o turismo, para os eventos e para os negócios”. Sando está no SPCVB desde 2005.

Lembra que a missão do CVB é aumentar o fluxo de visitantes, “e para isso, é preciso captar eventos – onde 10 pessoas decidem a vinda de 10 mil pessoas. O CVB faz um trabalho muito cirúrgico e atua em três frentes, o chamado três Cs: Captação; Capacitação e Comunicação. Essa parceria com a Abear e o Governo do Estado, via secretaria de Turismo, vai permitir fazer uma grande promoção do destino paulistano”. Acrescentou que, do governo, não se quer dinheiro, mas infraestrutura, mobilidade, logística e segurança.

Destacou o papel histórico do Plano de Marketing do SPCVB, que serviu de inspiração para o Plano de MKT da Cidade de São Pulo, do Estado de São Paulo para o Turismo, capitaneado pelo Eduardo Sanovicz e feito pelo especialista Josep Chias, também criador do Projeto Aquarela. “Não importa quem fez – mais importante é que, se é bom, tem de ser copiado, adaptado e dada continuidade. Não participei desse trabalho, mas me orgulho muito dele, que é a inspiração para o nosso plano de marketing do destino”, salienta Sando.

Didático, vibrante e preciso na exposição, fez uma digressão rápida das conquistas do SPCVB, compartilhando créditos a muitos protagonistas presentes no Fórum ADVB. Concluiu sua palestra afirmando que o maior interesse é ver São Paulo crescer cada vez mais. “Nossa marca ’São Paulo é tudo de bom’ é muito forte e, por isso, permanece até hoje. Em nossas campanhas, conseguimos mobilizar todos os setores da cidade, com apoio irrestrito das mídias do trade turístico, em torno de nossos valores: ética, profissionalismo, transparência, sustentabilidade e inovação. Jamais quebramos as regras daquilo que a gente se comprometeu a fazer”.

 Toni Sando, CEO do SPCVB-Visite São Paulo
Eduardo Sanovicz, presidente da Abear

Professor Doutor de cursos da USP, conselheiro do Skål SP e membro da Academia Brasileira de Eventos, Sanovicz, em sua abordagem inicial, fala do orgulho pelo SPCVB, que, a cada geração, está melhor. Natural de Santos, onde iniciou a atividade no setor público de turismo, participou da campanha ‘Praia Limpa’, um grande sucesso. Depois de atuar na antiga Cosipa, na área de eventos, passou por Barcelona, na Espanha, em 1993, logo após a Olimpíada.

“Foi em Barcelona que tive meu primeiro contato com uma Parceria Público-Privada no turismo. De volta ao Brasil, vim para o SPCVB a convite do Aristides Cury. Eu me considero a primeira consequência palpável do room tax em São Paulo, que não existia até 1996. Os CVBs lutavam bravamente, com doações de empresários, para se manterem de pé”.

Em sua digressão, conta do tempo em que presidiu o Anhembi, depois SPTuris, quando reduziu o número de funcionários da empresa de 1.072 para 370. Em seguida assumiu a Embratur e, depois, volta a São Paulo para dirigir projetos da Reed Exhibitions Alcântara Machado, onde permaneceu por mais de 6 anos. Por fim, foi convidado para desenhar – e depois, conduzir - a Abear.

“É muito interessante estarmos os dois aqui, eu e o Toni, porque o espírito de construção, implementação e atuação da Abear é rigorosamente o mesmo do SPCVB. E não é por acaso que isso acontece, porque tem a ver com a minha própria história. Ou seja, era fundamental montar uma organização sustentada pelo mercado, que fosse um cooperado de empresas de um determinado setor, que fizesse, ao mesmo tempo, a defesa dos seus interesses, a ampliação do seu próprio mercado; e na outra mão, explicasse o que é essa indústria e esse setor para o conjunto da sociedade. E estamos há 7 anos nessa agenda”.

Afirma que esse foi o contexto que levou à parceria entre Abear, SPCVB e governo do Estado para a construção de uma programação de promoção do Estado de São Paulo de envergadura inédita. Alcançar, num primeiro momento, o mercado doméstico e, a partir de 2020, o mercado internacional. “A Abear surgiu em 2012. Seu grande objetivo era defender a própria indústria e, também, estimular o hábito de voar no Brasil. Nasce com três princípios: a defesa do programa de liberdade tarifária, alinhar o Brasil ao ambiente de mercado internacional e trabalhar a eficácia da cadeia produtiva. O Brasil foi um dos últimos países do mundo a aderir ao programa de liberdade tarifária”.

Detalhou a evolução do mercado, num cenário de economia em retração; as mudanças comportamentais aceleradas; o papel dos mais jovens e das mulheres enquanto protagonistas; as mudanças das relações de trabalho, com impacto no conceito de ‘férias’; a ascensão do chamado ‘bleisure’; e do peso do preço do querosene de aviação – cerca de 1/3 de custo de uma passagem aérea no Brasil.

Passou então a explicar a questão dramática da incidência do ICMS no combustível de aviação e ressaltou a importância da decisão do governador de São Paulo, João Dória Jr., logo no início de seu mandato, de reduzir esse tributo e as decorrentes vantagens do ‘stopover’ – desdobramento do bilhete aéreo no destino, sem custo adicional.

“Num segundo momento, essas facilidades vão para as nossas alianças internacionais. Resultado: essa parceria público-privada, que envolve uma decisão de governo, com a secretaria do Turismo e protagonismo da Abear e do SPCVB, tem impacto direto na economia de São Paulo. Para encerrar, digo que tenho muito orgulho em falar, aos meus alunos de Administração e Marketing da USP, sobre a história e a importância da ADVB na base de todos os conteúdos hoje veiculados nesse Fórum”.

 Eduardo Sanovicz, presidente da Abear
Debates e homenagens

Após a exposição, foi realizado um rico debate, com a participação da audiência presencial e virtual. Ao final, o presidente do Memorial da América Latina, Jorge Damião, elogiou o nível elevado do evento, salientou a intimidade do diretor da ‘casa’, Eduardo Culturato, com o turismo e abriu as portas da instituição para outros eventos dessa natureza.

Em seguida, Eduardo Sanovicz e Toni Sando receberam das mãos de Raffaele Cecere, presidente do Grupo R1 – Soluções Audiovisuais, que inclui as empresas TES Cenografia e 42 LABs, e de Latif Abrão Jr, enquanto sócio e diretor-geral do Terras Altas Resort & Convention Center – ambos patrocinadores do evento – quadros de agradecimento.

 Eduardo Sanovicz, Latif Abrão Jr, Aristides Cury, Toni Sando e Raffaele Cecere

Antes do encerramento, dada sua relevância estratégica, foi firmado contrato entre a ADVB e a Allplats – Plataforma de Benefícios, por seu presidente Ricaule Aquino, Latif e Aristides.

 Aristides Cury e Latif Abrão Jr da ADVB assinam contrato com Allplats – Plataforma de Benefícios, por seu presidente Ricaule Aquino

Com apoio da Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil – FENADVB, do Instituto ADVB de Responsabilidade Ambiental, Expressão Studio, Gorilla Comunicação, Memorial da América Latina e Skål Internacional de São Paulo, o Fórum contou também com a parceria da Associação Brasileira de Empresas de Eventos – ABEOC SP, da Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de SP – AMITESP, da Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de SP – APRECESP e do Fórum do Setor de Eventos – ForEVENTOS.

Fonte: assessoria

Veja também:

12/11/2019
Turismo Rural ganha destaque em Cascavel (PR)
Evento foi realizado pelo Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural Brasil Rural.
12/11/2019
Bertioga realizará evento promocional que mobiliza o destino turístico
Evento acontece no dia 29 de novembro, às 18 horas, no Ilha da Madeira Resort.
10/11/2019
CataratasDay recebe mais de 12 mil pessoas
Evento marca o aniversário de 8 anos da eleição das Cataratas como uma das Sete Maravilhas da Natureza e prossegue nesta segunda, 11.
10/11/2019
RD Summit reúne 12 mil pessoas em Florianópolis
Sétima edição do evento foi historicamente a maior e contou com mais de 175 palestrantes em 13 trilhas de conteúdo.
Newsletter
Receba as novidades