Canais
Entidades
publicado em 24 de março de 2020 - 23h10

Trade turístico assina Carta Aberta ao Governo Federal

Segundo as 8 entidades, a MP 927 não atende aos empregos do setor de turismo.

Da Redação

Com 80% dos hotéis e resorts e a totalidade de parques e atrações turísticas do Brasil FECHADOS, os setores apelam por ajuda do governo federal para manter os empregos. As restrições às viagens ao redor do mundo em função da Pandemia e a necessidade de isolamento social PARALIZAM a cadeia de turismo e assolam a economia de forma global.

As MPs anunciadas até o momento pelo governo federal brasileiro, sobretudo as trabalhistas, não representam NENHUMA solução para o setor. Diferentemente de outros setores econômicos, onde há queda na produção, o TURISMO PAROU. De que adianta diminuir jornadas de trabalho ou salários, ou autorizar o teletrabalho se PARQUES E HOTÉIS JÁ ESTÃO FECHADOS? Não havendo DESLOCAMENTO de pessoas, não há prestação de serviços e não há produção. TURISMO NÃO SE ESTOCA. Comunidades e destinos inteiros podem sofrer com o DESEMPREGO!

Os setores representados pelas associações hoteleiras e de parques do Brasil, Resorts Brasil, ABIH, FOHB, FBHA, BLTA, Sindepat, Adibra e Unedestinos REAFIRMAM: as empresas não suportam este impacto financeiro, não é prejuízo, é FALÊNCIA iminente e supressão imediata dos empregos deixando de movimentar R$ 31,3 bilhões na economia brasileira.

Nossa luta é para manter mais de 1 milhão de empregos diretos e indiretos. Se países como França, Espanha, Portugal, Itália, Estados Unidos, Argentina, Uruguai adotaram medidas imediatas para manter empregos e salvar a economia do turismo, o BRASIL deve fazer o mesmo. Se não o fizer, a recessão levará ao caos completo com desemprego e violência, nada menos de 4 milhões de pessoas impactadas (mais da metade da população do Rio de Janeiro ou 1/3 da população de toda a cidade de São Paulo). Um desastre total para a recuperação não só da economia, mas da imagem do DESTINO BRASIL. Essa luta não é só nossa, é do Brasil.

Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (ADIBRA)

Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH)

Brazilian Luxury Travel Association (BLTA)

Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA)

Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB)

Resorts Brasil (Associação Brasileira de Resorts)

Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (SINDEPAT)

União Nacional de CVBx e Entidades de Destinos (UNEDESTINOS)

Fonte: assessoria

Veja também:

05/04/2020
Mensagem conjunta dos Convention Bureaus da América Latina e do Caribe em apoio ao Setor de Eventos
O objetivo desta comunicação é levantar algumas preocupações que afligem os empreendedores que representamos e gerar propostas que possam atenuar a situação do setor empresarial.
05/04/2020
Presidente da Abrafesta faz mutirão contra a fome
Ricardo Ferreira de Carvalho Dias, da RD Produção de Eventos, pede auxílio do setor para aplacar a fome de profissionais de eventos que estão parados em casa.
04/04/2020
Dúvidas sobre como enfrentar esse momento de dificuldade devido ao Coronavírus?
Fernando Santos, da ABAV-SP, e Marcos Lucas, da Aviesp, fazem um bate-papo ao vivo no dia 7 de abril.
03/04/2020
ALAGEV reúne mais de 200 profissionais na 1º reunião global por videoconferência
Encontro virtual destacou atuação da Associação e abriu espaço para a conexão entre os participantes.
Newsletter
Receba as novidades