Canais
Eventos
publicado em 07 de fevereiro de 2019 -  1h16

Gramado será sede de encontro internacional de executivas do turismo

Gramado será sede da Junta FIASEET, um evento assinado pela Associação Federativa de Executivas de Empresas Turísticas – AFEET Brasil.

Da Redação

Abrindo portas para um mercado especializado e internacional, Gramado será sede da Junta FIASEET, um evento assinado pela Associação Federativa de Executivas de Empresas Turísticas – AFEET Brasil e que vai reunir cerca de 80 mulheres no Hotel Alpestre.

Rosane Ávila, presidente da AFEET–RS, explica em entrevista a atuação da Associação no Brasil e no Rio Grande do Sul, além de dividir alguns detalhes do evento que acontece de 1º a 5 de abril de 2019 e foi captado pelo Convention Bureau Gramado e Canela, tendo a Rossi & Zorzanello na organização.

Como é a atuação da AFEET-RS no Brasil e quais os principais projetos da Associação?

A AFEET-RS é uma entidade composta por mulheres executivas e empreendedoras em diversas áreas do turismo comprometidas e dispostas a trabalhar para o desenvolvimento turístico e social. É filiada a uma federação internacional de associações, a FIASEET, que compreende atualmente 7 países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, Paraguai e Peru.

Nossos principais projetos como AFEET Brasil tem como carro chefe a Campanha contra exploração comercial e sexual de crianças e adolescentes no Turismo, a Valorização do Agente de Viagens além de ações sociais direcionadas a entidades carentes bem como aos refugiados que que estão chegando ao Brasil.

Um dos eventos anuais da Federação é a Junta FIASEET. A edição de 2019 acontece em Gramado. O que levou o grupo a escolher a cidade gaúcha como sede?

Gramado sempre esteve na lista de todos os países pertencentes à FIASEET para que se realizasse uma nova edição no Brasil tendo o município como sede. Aceitamos o desafio apesar de todas as dificuldades que enfrentamos no Brasil, atualmente.

O Tripadvisor, uma plataforma de busca de viagens que reúne avaliações de usuários e com base nelas rankeia os melhores e mais desejados destinos de viagem do mundo, elegeu em 2018 e concedeu o Prêmio “Traveller’s Choices” a Gramado como o segundo melhor destino de viagens do Brasil, e quinto da América Latina.

Além disso, uma associação de mulheres precisa ter sempre um destino de compras. Que melhor lugar para oferecer às nossas associadas se não Gramado?

O que está se preparando para as sócias na Junta em Gramado? O que as participantes podem esperar?

A Junta é uma reunião/encontro das associadas com a sua mesa diretiva com o intuito de ouvir ideias e dificuldades enfrentadas pelos seus países visando buscar estratégias para transformá-las em ações vitoriosas. Nesta ocasião, também, são realizadas conferências e networking.

O Brasil está preparando para as sócias que vierem a Gramado um programa com as melhores opções de hospedagem, gastronomia, vivências e experiências que farão destes dias inesquecíveis . Com o cenário de beleza que a própria cidade oferece temos certeza de que será um sucesso, já que a organização está a cargo da empresa Rossi & Zorzanello, conhecida por sua eficiência e profissionalismo.

Quantas sócias têm no Brasil? Além da Junta, quais ações entre as participantes são realizadas anualmente?

Atualmente o Brasil conta com 33 sócias em sua maioria no Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

Além da Junta, a FIASEET organiza anualmente o seu congresso internacional, que acontece em novembro. É o momento onde se discutem as ações realizadas nos países pertencentes e resoluções de sua Mesa Diretiva. Durante este evento são oferecidas às sócias: capacitações, conferências, oportunidades de networking e passeios culturais.

O mercado de negócios está cada vez mais feminino. Como você avalia essa atuação da mulher dentro dos empreendimentos de turismo?

As mulheres são responsáveis por 70% das decisões de viagens nas famílias e compõem 54% do mercado de viajantes. Porém na Indústria são minoria em posições de liderança, segundo o Jornal Panrotas em publicação março de 2018.

Especificamente nas várias áreas do Turismo como redes hoteleiras, aviação, operadoras, locadoras, para citar alguns exemplos, a maioria são comandados por homens. Há diferenças salariais nos mesmos cargos entre homens e mulheres e muito menos oportunidades para nós, além de preconceitos e machismo de nossa sociedade.

Concordo com a vice-presidente da ABAV nacional, Magda Nassar, quando diz: “Temos a sensação, desde sempre, de que há mais mulheres no Turismo. A massa operária, isto é, o atendimento, consultoria e hotelaria, entre outras funções, tem um peso predominantemente feminino. Agora, quando pensamos nas lideranças, sejam empresarias ou políticas, a realidade muda''.

Precisamos mudar estas estatísticas e para isto temos que mostrar que somos capazes, eficientes, profissionais e persistentes para chegarmos lá em igualdade com os homens.

E sobre o mercado do turismo: Que ações em sua opinião podem impulsionar o setor a nível nacional e internacional?

Com relação ao Brasil o Turismo é uma atividade pouco explorada diante do potencial que apresenta. Temos uma imensa variedade de riquezas naturais, culturais, históricas além de sua extensão.

Com alta do dólar e consequente redução de viajantes brasileiros indo ao exterior, na minha opinião o Brasil deveria aproveitar este momento para investir mais em publicidade, ofertas especiais em conjunto com as operadores e hotéis para que o consumidor veja vantagens em fazer turismo no seu próprio país.

Somos mais de 200 milhões de habitantes e se tivéssemos ações mais direcionadas e preços justos para esta população, toda a atividade turística se beneficiaria com isto e economia do país também.

O Brasil ocupa, na atividade turística, apenas 1% do fluxo mundial, esta posição deve-se a todas estas questões além da infraestrutura muitas vezes precárias em certas regiões e falta de segurança. Falta o poder público rever a sua política, possibilitar créditos acessíveis aos empreendedores para que eles possam crescer.

Fale sobre a sua atuação no turismo. Há quantos anos trabalha na área e porque escolheu o ramo?

Na época que me inscrevi no vestibular para o Faculdade de Turismo, em 1975, era muito jovem, tinha apenas 17 anos. O curso era oferecido pela PUC-RS e estava em sua terceira edição. Tudo era novidade e o tema muito interessante porque me daria oportunidade de me aprofundar nas matérias de história e geografia que sempre me fascinaram.

Até hoje muita gente pensa que cursar Turismo é para quem quer viajar. No meu caso, meus planos estavam voltados para o planejamento turístico tanto que meu estágio foi dentro da EPATUR - Empresa Porto Alegrense de Turismo, na época.

Ao sair da faculdade meus caminhos profissionais me levaram direto para Agência de Viagens, de certa forma não saí do meu objetivo e continuei planejando, só que desta vez planejando viagens.

Trabalhei de 1978 até 2001 somente em duas agências: Ouro e Prata Turismo e APLUB Turismo, iniciando como atendente de vendas até chegar a Gerente. Aprendi muito com elas o que me permitiu em seguida assumir um novo desafio: abrir minha própria empresa, a Rota Sul Viagens e Turismo.

Sou muito feliz, pois tenho mantido fidelidade de meus primeiros clientes até hoje e trabalho com o que mais gosto. Este ano completarei 41 anos como agente de Viagens.

No decorrer desta trajetória também me preocupei em pertencer a entidades que nos valorizam, defendem e nos representam no setor turístico como é o caso da ABAV-RS ,onde atualmente faço parte da Diretoria como Vice Presidente Administrativa.

Minha trajetória dentro da AFEET-RS começou como vice-presidente, depois passei a atuar como Diretora Brasil durante vários anos perante FIASEET onde estive no Comitê de Vigilância por duas presidências e atualmente sou pro-secretária da nova gestão de 2018 a 2020, além de presidente da AFEET-RS.

Fonte: assessoria

Veja também:

13/02/2019
Players do turismo se unem e lançam Roteiro Innovation MICE
Grupo de especialistas, acadêmicos e influenciadores participará de circuito, pautado na concepção educacional e de compartilhamento de experiências.
12/02/2019
Mercedes-Benz Night 2019 agita São Paulo
O evento contou com produção e direção criativa da Agência Samba e todo o projeto cenográfico e de iluminação foi pensado para instigar os sentidos por meio de experiências únicas em um mesmo ambiente.
12/02/2019
AMPRO participa do Roteiro Innovation MICE
Tour pelos principais eventos do setor vai proporcionar experiência inovadora a seleto grupo de profissionais.
12/02/2019
Expo Center Norte sedia Campus Party 2019
No decorrer do evento, a Campus Party promove inúmeros hackathons com enfoque na educação experiencial.
Newsletter
Receba as novidades