Canais
FÓRUM EVENTOS
publicado em 19 de outubro de 2020 - 16h 6

Abertura eFórum Eventos 2020: Conexão Internacional

O eFórum Eventos 2020 começa com uma discussão enriquecedora sobre os desafios e oportunidades que virão depois da pandemia. Cada profissional e especialista têm uma ótica com o momento que vivemos e trazer essas insights é muito importante para o nosso mercado.

Da Redação
 Sergio Junqueira Arantes, IP,CEM (Grupo Conecta Eventos)

O eFórum Eventos 2020 começa com uma discussão enriquecedora sobre os desafios e oportunidades que virão depois da pandemia. Cada profissional e especialista têm uma ótica com o momento que vivemos e trazer essas insights é muito importante para o nosso mercado.

O painel mediado por Rodrigo Cordeiro, da R. Cordeiro Consultores contou com a presença dos especialistas, Rob Davidson (Mice Knowledge), Sherrif Karamat (PCMA),  Oscar Cerezales (MCI Group), Kai Hattendorf (UFI/JMIC), Helena Bononi (WTTC) e Manuel Butler (UNWTO).

O conhecimento tem um papel único nos hábitos do consumidor e ele está totalmente atrelado ao entendimento econômico de recessão que vivemos. O mercado atual acaba passando por uma reorganização inevitável e necessária. "A economia vai ter um novo formato e vamos precisar enxergar a velocidade que os setores vão ser retomados. Em algum momento o mercado voltará a ter eventos presenciais e para isso é inevitável ter consolidação no mercado e desafios com mudanças extremamente transformadoras", explica Oscar Cerezales.

Na indústria de eventos, a infraestrutura humana é primordial. Segundo Rob Davidson, sem as pessoas não têm como ter sucesso no mercado e é importante entender como elas estavam contribuindo antes da pandemia. "Oportunidades e empregos estavam crescendo na área de eventos até o mundo parar por conta da pandemia. Observamos mais profissionalismo, competência e garantias para atender as necessidades", diz. Para Davidson, o cenário a partir de 2021 será promissor até pelas carreiras que virão com as mudanças.

Outro ponto levantado no painel por Sherrif Karamat foram as oportunidades de novas lideranças de mercado na área de eventos. O executivo acredita que é necessário novos modelos de valores e a crise acaba ajudando nas novas oportunidades. "A Covid-19 serviu como um acelerador de tendências que já estavam acontecendo. Nossa indústria estava atrasada com relação à evolução e, claro, que o futuro tem que ser colocado a prova e revisto", salienta.

O painel também lembrou sobre a indústria de turismo que tinha um crescimento interessante antes da pandemia e foi um dos setores mais atingidos diretamente com a quarentena. Helena Bononi comenta que nos últimos cinco anos a indústria de turismo apoiou mais de 330 milhões de empregos no mundo. "As viagens são os melhores aliados dos Governos para criar empregos. Esse ano, 130 milhões de empregos foram perdidos com 39% de perda de receita.  A recuperação precisa ser em conjunto para que tudo comece a voltar ao normal, mas com segurança", diz.

As tendências também podem ser revistas para a retomada do mercado. Para  Kai Hattendorf , o setor de eventos precisa estudar outros mercados para observar o que pode ser reaberto ou não. "A segurança precisa ser vista como uma oportunidade. Agregar elementos digitais é importante, mas não significa que precisamos substituir o "face a face". Os eventos presenciais vão voltar e é somente uma questão de tempo", exemplifica.

No final ainda foi aberto um rápido debate sobre o tema proposto. Por problemas técnicos, Manuel Butler da UNWTO, acabou não conseguindo participar.

O eFórum Eventos 100% online acontece de 19 a 21 de outubro, saiba mais em: www.forumeventos.net

O painel de abertura do eFórum Eventos Conexão Internacional foi transmitido pela plataforma digital INTEEGRA patrocinadora master o evento.

O eFórum Eventos 2020 apresentará em três dias de evento 15 painéis com profissionais e especialistas nacionais e internacionais na vasta indústria de eventos, continua amanhã, o evento conta com uma área de exposição e negócios virtual um espaço criado exclusivamente para quem quer novas oportunidades de negócios. São oito pavilhões com 50 estandes, divididos em 8 Arenas: Foz do Iguassu, Centros de Convenções, Resorts, TMCs, Destinos e Tecnologia.

A Arena de Exposição e palestras ficarão disponíveis para que os inscritos até o dia 10.11.


Veja também:

21/10/2020
eFórum Eventos 2020 encerra com Show de Wilson Simoninha tributo à Wilson Simonal
O encerramento da 8ª edição do Fórum Eventos 2020, em sua primeira edição digital, conta com o show do músico, intérprete, compositor, produtor e diretor musical, Wilson Simoninha. Com uma trajetória de sucesso que já vem do sangue, por ser filho de um dos maiores artistas de nosso país: Wilson Simonal.
21/10/2020
A 8ª. edição está sendo realizada pela primeira vez digitalmente e já estamos colhendo o sucesso.
O propósito dessa iniciativa é contribuir para indústria de eventos e turismo com conteúdo relevante, atualizado e que ajude os leitores da Revista Eventos e do Portal Eventos, assim como do Prêmio Caio, do Fórum Eventos e do CEO Council, a equilibrar a visão de longo prazo no momento de tomar decisões difíceis e urgentes
21/10/2020
eFórum Eventos 2020: Desafios e oportunidades na visão de vencedores do Prêmio Caio
Para encerrar a 8ª. edição do eFórum Eventos 2020, convidamos vencedores do Prêmio Caio para falar sobre o futuro do mercado dos eventos, tema principal do evento. O painel mediado por Sergio Junqueira Arantes, IP,CEM (Grupo Conecta Eventos) conta com as presenças de Ana Carolina Nani (Alterrnativa F), Fabiana Schaeffer (Circle); Izabel Barbosa (BetheB); Rodrigo Lefevre ( F/Malta) Raphael Santana (Fanato); Siomar Parreira (Fuego Incentivo), Marcio Faria (Renase).
21/10/2020
eFórum Eventos 2020: Diversidade, Inclusão e Longevidade
Como a diversidade, inclusão e a longevidade devem ser tratados pelo setor de eventos e turismo? Você enxerga que o mundo corporativo traz estratégias e inovações que englobem essas minorias? O painel mediado por Ronaldo Ferreira Jr. (MDI Mestre Diversidade Inclusiva) conta com as presenças de Dilma Campos (Outra Praia) e Carmela Borst (AON).
Newsletter
Receba as novidades