Canais
Feiras
publicado em 15 de outubro de 2020 - 11h18

Expo Retomada reúne players da indústria de eventos no São Paulo Expo

Expo Retomada reúne players da indústria de eventos no São Paulo Expo Primeiro dia do evento cumpriu protocolos de segurança, disseminou conteúdo e demonstrou inovações para o novo normal do setor

Da Redação
 Expo Retomada

O primeiro dia da Expo Retomada, o mais importante acontecimento da indústria de eventos após o advento da pandemia no Brasil, reuniu cerca de 1200 visitantes em agenda escalonada no São Paulo Expo, no último dia 14 de outubro. O evento, considerado modelo para a retomada do setor pós-coronavírus, inaugurou com 40 expositores e mais de 100 empresas participantes, aplicação de rígidos protocolos de segurança e a demonstração de uma série de novidades para os players da indústria de eventos corporativos, feiras de negócios, turismo de negócios e Live Marketing.

Na Arena Show da Retomada, cinco painéis trataram sobre assuntos estratégicos para o setor, relacionados ao impacto econômico das feiras e dos eventos de negócios, novos formatos, tecnologia, inovação na cenografia, novos protocolos nas montagens e as tendências e impactos na entrega dos eventos.

Um dos consensos em todos eles foi a importância da união do setor como legado positivo da pandemia. “A situação mostrou dependência dos elos da cadeia de valor do setor de eventos. Quando percebemos o tamanho dos movimentos que deviam ser feitos, tivemos que olhar p/ os parceiros e perceber que se não ajudassem a acomodar a situação entraríamos num caos sem solução”, afirmou Marcelo Canecchio Ribeiro, da Reed Exhibitions.

“A aproximação genuína das pessoas foi um bom legado da pandemia, começamos a ser um organismo único, tivemos que falar não mais como marca, mas com um contato verdadeiro”, enfatizou Paulo Ventura, do Expo Center Norte. “O setor está unido, as pessoas mais conscientes dos assuntos, conseguindo tirar projetos da gaveta que estavam estacionados”, disse Anabela Gomes, da Informa Markets.

Quando entramos na inércia, não enxergamos à frente, mas saímos dessa inércia quando nos reunimos e entendemos que o apoio seria fundamental”, afirmou Patricia Elisa Uehara, da Cenarea. “São poucos que tem coragem de se juntar com concorrentes e dividir o mesmo ambiente, colocar energia no compartilhamento e no fazer juntos”, complementou Leila Malvezzi Bueno, da ABRACE - Associação Brasileira de Cenografia e Estandes.

Outro assunto bastante comentado foi o digital como complemento aos eventos presenciais, não como substituto. “O físico vai voltar, mas o digital não vai parar. Precisaremos alinhar da melhor forma possível o digital com o presencial para termos sucesso no futuro”, afirmou Paulo Serra, da Blue Ocean.

Já dominamos o streaming há muitos anos, mas fomos descobrindo novas ferramentas, temos uma série de possibilidades. Os grandes eventos vão continuar, é fundamental a presença e vamos saber usar cada vez melhor a ferramenta digital, com aumento de audiência”, comentou Celso Santi, da Programasom. “O streaming garante capilaridade da audiência, tanto de visitantes quanto de expositores, por diversas questões, assim adiciona ao físico. Esta capilaridade pode ser aproveitada como oportunidade de negócios. Mas a experiência sensorial do evento presencial é fundamental”, afirmou Osnei Augusto dos Santos, da Pro Magno.

Uma das novidades anunciadas durante os painéis foi o andamento do PL proposto pelo vereador Rodrigo Goulart, durante seu discurso, na abertura do evento. A proposta para que o dia 14 de outubro torne-se o Dia das Feiras e Eventos de Negócios na Cidade de São Paulo já foi protocolada.

A programação dos painéis terminou com uma live do Conecta Fórum Eventos, diretamente do palco da Arena. Todo o conteúdo do primeiro dia da Expo Retomada foi transmitido ao vivo pelo Facebook do evento - www.facebook.com/exporetomada, que irá compartilhar também a programação marcada para esta quinta-feira.

Inovações

A Expo Retomada contou ainda com uma área reservada para a exposição de diversas novidades e inovações que atendem o novo modelo do setor de eventos de negócios, como um robô para desinfecção de superfícies e ar que emite luz ultravioleta germicida; solução em transfer de visitantes com protocolos específicos de higiene e distanciamento; e soluções em A&B adaptadas com embalagens individuais higienizadas.

“A realização do evento presencial Expo Retomada é, em si, a grande novidade. Após 7 meses completamente paralisados, os eventos com foco na geração de negócios puderam demonstrar, ao vivo, que conseguem ser realizados com muita segurança, respeitando todos protocolos existentes”, afirma o idealizador da Expo Retomada, Paulo Octávio Pereira de Almeida.

O credenciamento da Expo está aberto para este dia 15 e deverá ser feito antecipadamente pelo site www.exporetomada.com.br , escolhendo um dos intervalos disponíveis: das 14h às 17h ou das 17h às 20h. O acesso somente será permitido no horário escolhido e o uso de máscaras é obrigatório.

Além da entrada escalonada, fazem parte dos protocolos adotados medidas como corredores mais largos, distanciamento seguro entre os participantes da plateia, credenciamento 100% on line, acesso por QRCode e catracas eletrônicas que fazem a leitura direto do celular dos visitantes, sem contato humano.

A Eventos Expo Editora realizou direto da Expo Retomada a sua primeira live híbrida liderada por Sergio Junqueira. Uma Live Especial, celebrando a Retomada dos Eventos.

Convidados: Alexis Pagliarini (Ampro), Daniel Galante (Ubrafe e Gl events), Doreni Caramori (Abrape), Eduardo Sanovicz (ABEAR), Elza Tsumori (CBIE Eventos), Fabia Tanabe (Huesker), Fatima Facuri (ABEOC Nacional), Fernão Loureiro (Loureiro Consultores), Gervasio Tanabe (Abracorp), João Neto (J.A.), Josiane Borges (3M), Leila Bueno (Abrace), Marcelo Flores (BusinessLand), Olinda Ramos (Hypera Pharma), Paulo Passos (Abrace), Paulo Octavio (Expo Retomada), Paulo Ventura (Expo Center Norte), Rodrigo Cordeiro (Curador eFórum Eventos), Rodrigo Machado (Scania), Silvio Vidoto (Atos), Ronaldo Ferreira (Um.a), Suzi Camargo (ABEOC SP), Vanessa Chiarelli, Vanessa Martin (VM Consultoria), e Wilson Ferreira Jr. (Ampro).

Confira live da íntegra















A Expo Retomada 2020 é um evento sem fins lucrativos, que conta com apoio oficial da UBRAFE - União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios, AMPRO - Associação de Marketing Profissional, ABEOC Brasil – Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABRACE – Associação Brasileira de Cenografia e Estandes, ABRAFESTA – Associação Brasileira de Eventos, ALAGEV - Associação Latino Americana de Gestores de Viagens e Eventos Corporativas, Abralimp – Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional, ABBFEC - Associação Brasileiras dos Buffets e Eventos Corporativos, MPI BRAZIL – Meeting Professionals International Brazil, SINDIPROM|SP – Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos do Estado de São Paulo.

Outros detalhes pelo site: www.exporetomada.com.br

SERVIÇO: EXPO RETOMADA 2020

Datas: 14 e 15 de outubro de 2020

Horários: das 14h às 17h e das 17h às 20h

Local: São Paulo Expo

Endereço: 1,5, Rod. dos Imigrantes - Vila Água Funda

Detalhes e credenciamento gratuito: www.exporetomada.com.br


Fonte: Assessoria

Veja também:

16/10/2020
FESTURIS será a primeira feira presencial de turismo da América Latina desde o início da pandemia
Evento acontece de 5 a 8 de novembro, em Gramado, e pretende ser palco para a recuperação da indústria do turismo no Brasil
10/10/2020
Expo Retomada vai tratar sobre o futuro dos Eventos no Brasil
Planejamento, organização, mobilidade e rentabilidade dos eventos e grandes feiras de negócios no "novo normal" farão parte dos conteúdos da Arena Show da Retomada, que começam no dia 14, às 14h, no São Paulo Expo
09/10/2020
Francal Feiras apresenta na Expo Retomada seu protocolo de segurança para realização de feiras
Elaborado de forma clara e objetiva, documento detalha as regras que passarão a vigorar em todos eventos da promotora enquanto perdurarem as medidas de prevenção da Covid-19.
08/10/2020
Eventos representam R$ 300 bi/ano para economia, o mesmo que o governo pretende poupar em uma década com a reforma administrativa
Feiras e eventos movimentaram, em 2019, R$ 300 bilhões, representando 4,6% do PIB brasileiro. Esse é o mesmo montante pelos brasileiros em impostos municipais, estaduais e federais até 5 de fevereiro de 2020, ou quanto o Ministério da Economia estima economizar para os cofres públicos em uma década, com a reforma administrativa. Com a vantagem de que eventos vão muito além das paredes dos centros de convenções, promovendo a economia local, nos setores de hospedagem, transporte, alimentação, compras e lazer. Por isso, profissionais, empresas e entidades dessa imensa indústria vêm se mobilizando para o retorno das atividades, conscientes de sua importância.
Newsletter
Receba as novidades