Canais
Congressos
publicado em 03 de setembro de 2018 - 11h23

VII Congresso Andav cresce com união perfeita entre área de exposição e Fórum

Evento movimentou público de 5.140 pessoas entre expositores, visitantes e congressistas e fecha edição com 85 marcas participantes, 16% a mais que no ano passado

Da Redação
 VIII Congresso Andav

Otimismo frente a um cenário político e econômico em transformação, uma maior troca de conhecimento, networking entre os profissionais do setor agro e o fechamento de negócios marcaram o VIII Congresso ANDAV – Fórum & Exposição, que aconteceu entre os dias 13 e 15 de agosto, em São Paulo. Para o presidente executivo da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), Henrique Mazotini, o encontro superou as expectativas. “Os temas do Fórum atraíram bastante atenção e tivemos, no 1° Encontro das Mulheres da Distribuição, um exemplo de envolvimento, da importância em discutir temáticas essenciais para o desenvolvimento de negócios, gestão e, acima de tudo, de pessoas”, apontou Mazotini.

Uma novidade da edição foi o sucesso da Ilha de Startups. “Logo no primeiro dia fomos surpreendidos pela qualidade do público que veio nos conhecer. Já valeu! Queremos muito estar aqui na próxima edição, como expositores”, explica Renan Salvador, da Trace Pack, uma das startups presentes que faz rastreabilidade de produtos agrícolas. Para Juarez Dias, diretor comercial da Garantia Agronegócios, que marca presença no Congresso desde a primeira edição. “Nosso seguro agrícola necessita de um contato direto com o distribuidor e, no evento, conseguimos acesso direto com quem se interessa pelo nosso negócio”, analisa. No segmento de soluções em fertilizantes especiais, o Grupo Vittia reforça a importância de falar diretamente com os decisores das empresas de distribuição. “É um momento único, quando estamos próximos dos nossos clientes, além da exposição ao mercado, e isso seria impossível de se fazer numa agenda durante o ano”, explica José Roberto Pereira de Castro, diretor comercial.

Temas e palestrantes do Fórum são destaques da edição

O Fórum movimentou um público de 890 congressistas, com palestras lotadas. O primeiro dia, 13 de agosto, foi marcado por mensagens de otimismo e expectativa com relação às dificuldades e aos desafios enfrentados pelo país atualmente. De forma inovadora, foi realizado 1° Encontro das Mulheres da Distribuição, com programação especial focada na atuação das mulheres na distribuição de insumos agropecuários, um setor predominantemente masculino, mas que vem apresentando forte presença feminina nos últimos anos. “Competência não tem gênero”, foi a conclusão da palestra ministrada por Isabela Colagrossi, gerente de imagem corporativa da Kleffmann Group, que revelou que 70% das mulheres atuam dentro das propriedades, estão em cargos administrativos.

Mulheres de destaque do agronegócio apresentaram seus casos e deram depoimentos sobre liderança feminina, além de histórias de sucessão nas empresas. O jornalista Claudio Henrique dos Santos, escritor do livro O Macho do Século XXI – que vai se transformar em filme – de forma humorada, contou a experiência de abandonar sua própria carreira a fim de acompanhar a esposa numa transferência de trabalho para o exterior e, assim, transformar-se num “dono de casa”.

Em clima de descontração e com o auditório completamente tomado, foi realizada a cerimônia oficial de abertura do Fórum do congresso. Antônio Lima Botelho, presidente do Conselho Diretor da ANDAV, George Hiraiwa, secretário estadual de agricultura do Paraná, Francisco Jardim, secretário de agricultura de São Paulo, iniciaram a abertura. “Queremos fazer um manifesto sobre a necessidade de apoio para o nosso setor em áreas como logística, combate aos produtos ilegais, maior fiscalização aos produtos e segurança pública”, resumiu Lima.

Na palestra magna, Wilson Vaz de Araújo, secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), apontou perspectivas de crescimento e um cenário da agricultura que chamou de “confortável” para o Brasil. Assinalou pontos positivos da evolução do crédito rural na agricultura empresarial e apontou a cifra de R$ 191,1 bi de recursos programados para este fim. “Gradativamente o governo vem diminuindo a subvenção da agricultura e a iniciativa privada vem abrigando isso; mas é gradativo e tem de ser devagar”, destacou. Reafirmou os objetivos da política agrícola atual, incluindo o crescimento sustentável, o aumento da competitividade e a eficiência na alocação de recursos. “E temos nossa estratégia definida para isso, que inclui entre as várias ações, a diversificação de fontes de financiamento, o fortalecimento do seguro rural e um plano agrícola plurianual”, garantiu.

“O Brasil vai crescer e o setor agro vai crescer ainda mais que o Brasil”

O economista e apresentador do programa Manhattan Connection, da Globonews, Ricardo Amorim, trouxe uma visão otimista para o cenário desafiador e difícil apresentado pelo mercado atualmente. “Este é o momento de maior oportunidade da história; e a agricultura vai crescer enormemente nos próximos anos. Quem se adequar às necessidades do mercado vai se destacar”, resumiu. Amorim dissertou sobre a crise econômica e política do Brasil, os resultados causados pela inflação e o maior problema de todos, segundo ele, que são as dívidas públicas brasileiras. Reforçou que embora não seja a sensação geral dos brasileiros, a economia vem, sim, crescendo e se recuperando, mesmo tendo este processo sofrido perdas com a recente greve dos caminhoneiros, com a alta taxa de juros nos EUA e com o cenário político incerto. “Mas estamos numa rota de recuperação. Posso afirmar baseado em dados da história recente no nosso país. E o setor agro ‘puxa’ este crescimento. Desta forma, o Brasil vai crescer e o setor agro vai crescer ainda mais que o Brasil”, garantiu.

Geraldo Rufino, ex-catador de lixo que se tornou empresário, encerrou o primeiro dia com uma palestra motivacional sobre como o pensamento positivo é fundamental para aumentar a produtividade e transformar negócios. “É preciso olhar a parte que funciona e não a parte ruim. As coisas dão mais certo do que errado. O nosso foco tem que ser no que está bom. Eu vivo isso desde quando olhava para o lixo e só via oportunidade”, disse.

O segundo dia, 14 de agosto, teve como destaque a apresentação da 3ª Pesquisa Nacional da Distribuição, com os dados coletados em 2017. Fernando Turco, diretor da ANDAV, disponibilizou os números que traduzem a força do distribuidor agropecuário brasileiro e fez, no início de sua apresentação, um pedido contundente: “Temos que defender o setor agro e reiterar sempre que somos responsáveis pela segurança alimentar das pessoas”.

A pesquisa, com supervisão da Kleffmann Group, teve participação de 60% dos associados ANDAV, sendo que 84% dos respondentes eram diretores das empresas, o faturamento no ano passado dessas empresas foi de R$ 104 bilhões. Números apontados afirmaram que 59% das revendas no Brasil possuem filiais, 12% das empresas fazem parte de algum grupo econômico e 66% das empresas realizam projetos ambientais e/ou sociais. Além disso, 83% das empresas possuem armazéns próprios, 58% realizam Barter, que representa, em média, 28% do faturamento. E mais: ao todo, 89% das empresas que realizam Barter possuem armazenamento de grãos. 53% delas pensam em abrir novas filiais, 85% têm plano de investir na empresa e 78% estão abertas a propostas de investimentos externos.

Inovações e casos de não-consolidação

Com palestras lotadas, o Fórum do segundo dia contou com o tema startups aplicáveis na distribuição. Guilherme Lago, da Raízen comandou a palestra e trouxe ao público a expertise do Pulse Hub de Inovação, que promove as novas tecnologias. “Convido as empresas a trazerem novidades e conhecerem as soluções e ferramentas disponíveis”, disse. Na sequência, Fernando Mesquita, membro do Conselho de Administração do Grupo O Estado de S. Paulo, da quarta geração da família gestora do grupo, contou como sobreviver sem entrar na “onda” da consolidação. “Toda empresa precisa inovar sempre. E criar um legado moral e financeiro”, sugeriu. Outro caso apresentado foi o da Renova, uma empresa que também aposta na não-consolidação. Seu diretor, Fernando Cunha, mostrou para a plateia seus desafios e a grande oportunidade que possui de crescer no mercado com sua experiência no ramo de segurança viária e sinalização nas rodovias. “Decidimos ter a ousadia de seguir desta forma e acreditamos que podemos crescer muito mais”, comentou.

O entusiasmo do coach trainner Ricardo Ventura contagiou toda plateia na primeira palestra da tarde. Afinal, o tema que levou para o público foi motivação, objetivo que cumpriu durante os sessenta minutos em que esteve no palco. Entender, seduzir e atacar o cliente faz parte da técnica de Ventura. “Vocês sabem o que é Rapport? É uma palavra francesa que significa estar em sintonia com a pessoa, estar em empatia. Assim vocês precisam estar com os clientes”, ensinou.

Na sequência, três referências da distribuição falaram sobre boas práticas de gestão nos distribuidores. Luis Fernando Gastaldi, da ANDAV Paraná contou como seu Estado conseguiu se unir por meio da ANDAV. Alberto Yoshida, sócio da Yoshida & Hirata, também contou sua experiência relacionada à gestão. E, na sequência, Oswaldo Abud Rocha Filho, presidente da AgriRede, mostrou o modelo de gestão eficiente com a criação de uma central de negócios que reúne distribuidores agrícolas em busca de competitividade.

Para fechar o dia, Bernardo de Souza Madeira, especialista em blockchain, apontou a chegada da tecnologia em operações dos distribuidores. Certificado na plataforma, apontou como começar um projeto, o que são contratos inteligentes, soluções e modelos de implementação, além de benefícios da tecnologia para o negócio. “Como esta tecnologia possui alta flexibilidade, está sendo utilizada não somente para ativos financeiros, mas, no caso do agronegócio, para se tornar uma alternativa viável de negociação entre produtores, empresas e outros players do ecossistema”, disse Madeira.

O terceiro e último dia, 15 de agosto, confirmou o sucesso do Fórum, Lécio Silva, da Ubyfol, de Uberaba (MG), empresa especializada em nutrição de plantas e micronutrientes, esteve presente nos três dias do Congresso e avalia que os temas apresentados foram relevantes para o mercado. “O conteúdo foi de alto nível, certamente será utilizado no aperfeiçoamento dos negócios”, diz. Abrindo o último dia das atividades, Ricardo Fialkovits, professor de cursos MBA na FGV e fundador da South America Connection, falou sobre os novos desafios para o setor da distribuição e a necessidade de estratégias de crescimento para permanecer no mercado. “Precisamos manter um ambiente colaborativo. Vamos cuidar de gente. Ao mesmo tempo, é preciso ter uma estrutura organizacional clara, indicadores de resultados monitorados, visão de futuro definida e separar totalmente o patrimônio familiar do patrimônio da empresa. São pontos fundamentais para ter sucesso no negócio de forma sólida e competitiva”, explicou. Depois, foi a vez de Luis Rasquilha, CEO da Inova Consulting e Inova Business School reforçar a importância da inovação para o setor de distribuição e o futuro do setor entre 2020-2030, com destaque para o poder da tecnologia e da conectividade. Encerrando a edição 2018 do Congresso ANDAV, Marcio Ballas, ator, diretor, palhaço e dramaturgo trouxe muita descontração e foco para um importante tema que é a criatividade. A próxima edição do evento já tem data marcada, de 12 a 14 de agosto de 2019.

Projeto A.M.E

O evento contou com duas participações mais do que especiais. Nathalia Moda e Natalia Oliveira, do Projeto A.M.E. (Atendentes MuitoEspeciais), uma iniciativa voluntária que identifica, prepara e busca colocação de pessoas com necessidades especiais.

Área de exposição aponta tendências para o futuro

Um produto que promete ao produtor agrícola ter melhor monitoramento e precisão sobre o clima na tela do celular. Um novo fungicida para controle de doença que poderá ser aplicado já na próxima safra de verão. Anúncio do início das atividades da primeira mina de potássio no Brasil. Estas foram algumas novidades que foram apresentadas durante o VIII Congresso ANDAV – Fórum & Exposição, palco de grandes lançamentos da indústria e empresas de serviços do agronegócio “Assim como nas palestras do Fórum, a área de exposição foi marcada pela proposta de inovar na gestão com o emprego de novas tecnologias e da evolução dos produtos da indústria. Para tanto, estavam presentes comitivas de praticamente todos os estados agrícolas do país e de países como China, Estados Unidos e membros da União Europeia”, analisou Henrique Mazotini, presidente executivo da ANDAV.

Na área de exposição, a visitação foi gratuita e restrita aos profissionais do setor. 85 marcas participaram do evento com mais de 50 lançamentos entre inovações tecnológicas, propostas de melhorias de gestão, programas de relacionamento, soluções em logística e transporte customizadas, plataformas online, aplicativos personalizados para o setor, linhas de crédito exclusivas, entre outros. “Participar do Congresso é sempre uma honra para nós, pois trata-se de uma oportunidade de interagir e poder apresentar o nosso posicionamento e o portfólio da plataforma de proteção de cultivos e das marcas de sementes”, afirma Douglas Ribeiro, diretor de marketing da Corteva Agriscience no Brasil e no Paraguai.

Além disso, o Congresso ANDAV foi uma oportunidade para atualização e geração de negócios para todo o segmento. “A proximidade com os distribuidores sempre foi vital para a nossa empresa. Participar é a forma para estreitar esse relacionamento”, destaca Marcelo Zanchi, Diretor de Marketing da Arysta LifeScience no Brasil.

O público na área de exposição foi recorde, com 5.140 pessoas durante os três dias. Trata-se de um público focado, composto principalmente pelas lideranças das empresas de distribuição de insumos agropecuários de todo o país. “A participação no Congresso ANDAV foi muito importante, tendo em vista a nova fase da nossa empresa no país. Temos uma estratégia de expansão e consolidação dos negócios no Brasil, com novos produtos e investimentos dentro de três divisões de negócios. Por isso, é fundamental”, analisa Sebastian Lueth, diretor de Proteção de Culturas da Helm do Brasil.

Na visão de Carlos Eduardo Dalto, especialista em educação corporativa com ênfase no agro, um dos principais destaques das empresas nesta edição do evento é o crescimento da utilização da biotecnologia, com o desenvolvimento de produtos defensivos menos nocivos à saúde e fertilizantes biológicos mais ecológicos. “É uma demanda da própria sociedade”, avalia.

É o caso da Superbac, empresa brasileira que no próximo ano transfere para o Brasil seu conceito de biofábrica. “Nossa demanda por fertilizantes biotecnológicos cresce na ordem de 40% ao ano, o que demonstra que o produtor está aderindo a novas tecnologias”, explica Júnior Salvalagio, diretor comercial. Já a Alltech Crop Science, pela primeira vez no evento, teve um crescimento de 30% ao ano e, em 2017, triplicou a sua produção de fertilizantes com a nova fábrica. “As soluções naturais auxiliam no uso racional de defensivos e contribuem para o fornecimento de alimentos mais saudáveis”, diz Leonardo Porpino Alves, gerente técnico da empresa. Empresas como Ihara e Biovalens (Grupo Vittia), também foram apontadas por Eduardo Dalto pelo portfólio de inovações em biotecnologia.

IX Congresso ANDAV – Fórum & Exposição

O sucesso do VIII Congresso ANDAV – Fórum & Exposição – foi comprovado por todos os participantes, de congressistas a expositores. Até o momento 24 empresas já garantiram seus estandes para o próximo ano: Aqua do Brasil, A2G segurdora, Brandt, Química Anastácio, Inquima, Fortgreen, Garantia Agronegócios, Omex, Rotam, Santa Clara, Fertiláqua, Multitécnica, Biogrow, Nufarm, Sempre Sementes, Biolchim, Giro Agro, Alta, Ouro Fino, Agrocontar, Grupo Vittia, Alltech, Kimberlit e Laborsan. Em 2019 o evento acontecerá de 12 a 14 de agosto no Transamerica Expo Center. As inscrições já estão abertas, acesse www.congressoandav.com.br e garanta a sua vaga.

Confira algumas imagens de estandes que estiveram presentes no evento

Fotos: Polly Feiras & Eventos

 Module para KIMBERLIT
 Module para KIMBERLIT
 Pride Stand para VIASOFT
 Think para STOLLER

Patrocínio e apoio institucional

O evento contou com o patrocínio máster da Syngenta e patrocínio bronze da Corteva, além do apoio institucional de importantes entidades como Associação Brasileira de Agronegócio (ABAG), Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico (ABCBIO), Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e Suas Especialidades (ABIFINA), Associação Brasileira de Indústria Química (ABIQUIM), Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal (ABISOLO), Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Associação dos Distribuidores de Insumos Agrícolas do Estado de São Paulo (ADIAESP), Associação de Distribuidores de Insumos Agrícolas do Cerrado (ADICER), Associação dos Distribuidores de Insumos Agrícolas do Centro Oeste e Sul de Minas (ADICOSUL), Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado de São Paulo (AEASP), Associação dos Engenheiros Agrônomos do Tocantins (AEATO), Associação Brasileira dos Defensivos Genéricos (AENDA), Conselho Estadual das Associações de Revendas de Produtos Agropecuários de Mato Grosso (CEARPA), Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (SINDIVEG) e Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF).

Veja também:

21/09/2018
Conotel e Equipotel Regional 2019 serão em Goiânia
O Centro de Convenções de Goiânia sediará os eventos entre 8 e 10 de maio.
06/09/2018
São Paulo recebe o CONAREC 2018
Maior congresso de relacionamento com clientes do mundo acontece nos dias 4 e 5 de setembro, reunindo especialistas que vão debater mudanças e tendências do relacionamento com o pós-consumidor.
24/08/2018
São Paulo recebe o CONAREC 2018
Maior congresso de relacionamento com clientes do mundo, evento reunirá especialistas que vão debater mudanças e tendências do relacionamento com o pós-consumidor.
23/08/2018
28º Congresso & ExpoFenabrave é sucesso de público em São Paulo
Realizado no Transamerica Expo Center, em São Paulo, o 28º Congresso & ExpoFenabrave, realizado nos dias 7 e 8 de agosto, foi marcado por grandes momentos, registrando mais de 3.500 mil participantes, reunindo concessionários, lideranças do setor, autoridades políticas e grandes especialistas em um encontro em prol do desenvolvimento do Setor da Distribuição de Veículos no Brasil.
Newsletter
Receba as novidades