Canais
Feiras
publicado em 07 de abril de 2017 - 12h20

WTM 2017: novas atrações e boa expectativa econômica impulsionam o evento

Participação de visitantes cresce em 20% e reuniões de speed networking agendadas somam 12 mil durante os três dias

Da Redação

Boas notícias marcam o último dia de atividades da WTM Latina America & 47º Encontro Comercial Braztoa. Durante coletiva realizada no início da tarde de hoje (6), Charlie Cracknell, diretor Sênior de Exposições da Reed Exhibitions, Lawrence Reinisch, diretor da WTM Latin America, e Luciane Leite, gerente da WTM Latin America anteciparam números que reforçam a boa impressão dos organizadores quanto ao desempenho da feira. Até ontem (5), o número de visitantes havia crescido 20% em relação ao ano passado e a expectativa é que outros índices também fechem com saldo positivo.

Quem abriu a apresentação foi Charlie Cracknell, diretor sênior de Exposições da Reed Exhibitions. O executivo se disse bastante empolgado com o feedback positivo que ouviu dos clientes desde o início do evento. “Sentimos que o mercado brasileiro está voltando a aquecer e há uma impressão positiva em relação aos novos negócios”, relatou o diretor. “Nosso principal objetivo não é somente trazer outros destinos para a América Latina, mas impulsionar os produtos valiosos daqui para o resto do mundo”.

Entre os indicadores apresentados pelos executivos estão as reuniões de Speed Networking. Durante os três dias, o número de agendas realizadas deve somar 12 mil. Além disso, também se verifica um crescimento de 7% no número de buyers participantes nos primeiros dois dias da edição 2017, o que comprova o clima de otimismo econômico citado pela organização.

“Uma das novidades da WTM Latin America deste ano foi o My Event, plataforma online para networking e agendamento de reuniões, entre outras funções, para otimizar o tempo no pavilhão e tornar a visita mais focada em negócios, que foi aplicada pela primeira vez durante a WTM de Londres, em novembro do ano passado”, diz Reinisch.

Lawrence lembrou que, desde 2013, a equipe da WTM Latin America tem feito workshops e roadshows em diferentes países da região, como Colômbia, Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Bolívia e também países da América Central (Panamá, Costa Rica, El Salvador, Honduras e Guatemala), buscando aumentar cada vez mais a sinergia entre os destinos e fortalecer a estratégia de mercado dentro e fora da América Latina.

O diretor terminou a fala lembrando que estamos inseridos em um mundo em constante transformação, com novos gostos, costumes e referências culturais. “Hoje o tempo de adaptação é muito menor do que há 10 anos, por isso os desafios envolvem não somente se adequar, mas antecipar tendências”.

A preferência dos clientes foi tema não somente do discurso de Lawrence, mas também do painel do professor pesquisador da ESPM e copresidente da Rapp Brasil, Ricardo Pomeranz. O especialista apresentou o “Índice Nacional de Satisfação do Consumidor”, conhecido também como INSC Viagens.

O estudo aponta que a avaliação dos consumidores com hotéis, companhias aéreas, agências de viagem, programas de fidelidade, locadoras de veículo e OTAs (online travel agencies) foi de 67,8% no período de férias, registrando uma queda de 9,4pp em relação ao levantamento realizado no ano passado.

Números e destaques da feira

Nesta edição, a feira foi composta por serviços e produtos turísticos de 50 países, espalhados em mais de 600 expositores, ocupando uma área líquida 20% maior em relação ao ano passado. Entre os destinos presentes, 30% eram do Brasil, 30% da América Latina e 40% do restante do mundo.

Entre os pontos fortes do evento, é possível destacar a cerimônia de abertura, que teve mais de 500 presentes acompanhando os discursos das autoridades e dos organizadores celebrando o início do evento. Além de secretários regionais e estaduais, líderes de entidades de classe e empresários do setor, o evento teve a participação do Ministro do Turismo, Marx Beltrão, que destacou a relevância do setor na geração de empregos e no fortalecimento econômico.

Beltrão também esteve na “Mesa Redonda Ministerial sobre Turismo como Ferramenta para o Desenvolvimento”, outro importante momento da feira, juntamente com Lilian Kechichián, Ministra do Turismo do Uruguai, e Alejandro Lastra, Secretário do Turismo da Argentina. Mais de 100 pessoas acompanharam a conversa entre as lideranças dos três países, que teve entre os temas as políticas de facilitação de vistos, o fortalecimento de infraestrutura aérea, com mais conectividade, e promoção do destino.

A WTM Latin America, em seu quinto ano, atraiu 9.000 executivos dos mais conceituados na indústria de turismo da América Latina. O evento em 2016 gerou mais de US$ 370 milhões em novos negócios, que foram realizados entre expositores e compradores.

Veja também:

17/10/2019
Jeanine Pires palestra no lançamento da Feira Internacional de Turismo da Amazônia
O lançamento da 9ª FITA terá palestra magna da diretora da Pires e Associados e ex-presidente da Embratur, a partir das 19h, no Hangar - Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.
15/10/2019
GCVB marca presença na FIT Argentina
A Viva Enjoy, empresa especializada em serviços receptivos (incoming), representou o Visite Guarujá na Feira.
03/10/2019
Longevidade Expo+Fórum termina em grande estilo
Edição conceito para público 50+ supera previsões dos organizadores e encanta as mais de 10 mil pessoas que visitaram o Expo Center Norte.
03/10/2019
Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo
Animal Health South America 2019, que acontece de 2 a 4 de outubro, reúne mais de 100 marcas e mais de 200 horas de conteúdo.
Newsletter
Receba as novidades