Canais
HOTELARIA
13/08/2007
Staybridge Suites tem novo espetáculo no pacote cultural
O Staybridge Suites São Paulo inclui, a partir de agosto, o espetáculo Pequenos Milagres em seu pacote cultural de hospedagem. Este pacote inclui um par de ingressos para o teatro, hospedagem na suíte studio, café da manhã servido no restaurante Floriano e uma vaga no estacionamento. Os valores para as diárias são R$ 165,00 para apartamento single e R$ 189,00 para apartamento double, com acréscimo de 5% de ISS e R$ 1,20 de taxa de turismo por dia, para check in na sexta-feira ou sábado a partir das 15h. Com produção do Grupo Galpão, a peça Pequenos Milagres é uma história composta por quatro textos: ‘Cabeça de Cachorro’, ‘O Pracinha da Feb’, ‘O Vestido’ e ‘Casal Náufrago’, todos selecionados na campanha Conte sua História, realizada em 2006.
09/08/2007
Toque oriental – detalhes que fazem a diferença
Não é preciso dizer que o posicionamento da Blue Tree Hotels tem como base o acolhimento. Escolhemos fazer com que cada um de nossos clientes da rede se sinta único, aguardado, acolhido e porque não dizer mimado pelo carinho e cuidado das nossas equipes. Ousaríamos em dizer que nossos hotéis contam com um toque oriental que interfere positivamente na cultura da nossa organização e na nossa visão de negócio. A cultura oriental na Blue Tree Hotels sempre esteve na moda. De fato, muitos países pelo mundo já descobriram esse diferencial e, incluem no seu dia-a-dia toques dessa cultura. Na decoração, na moda, no design, tudo traz estilos que mesclam a modernidade com a tradição de uma cultura milenar, onde servir é uma honra, um verdadeiro prazer. Para a Blue Tree Hotels isso é muito mais do que uma “onda”. Significa um estilo que nos dá originalidade, nos faz diferente. Assim, aprendemos a combinar a sofisticação com a sutileza; a arte com a simplicidade; o discreto e o austero com a vida, as cores; o silêncio com o saber fazer-se ouvir. Desse modo ambientamos nossos hotéis e resorts, os lobbys, os apartamentos, os restaurantes, os bares, oferecendo aos clientes o conforto com a simplicidade. Assim também somos no nosso dia-a-dia. Fazendo treinamento e também assimilando e multiplicando, diariamente, a melhor atitude, a forma de dispor cada gesto, cada palavra. Assim somos também no nosso jeito de simbolizar e enfatizar a gentileza, o carinho, a disposição em fazer o outro sentir-se bem, com sutileza e atenção que vem lá do fundo de nossa alma. O toque oriental, por isso, é para a Blue Tree Hotels mais do que um movimento atual. É resultado das crenças e dos valores que nos fazem reconhecidos no mercado como a rede número um em excelência de gestão e serviços. Nossos clientes, mesmo os menos atentos, percebem no ar essa diferença. Muitos comentaram isso com os colaboradores das unidades. Não sabem explicar muito bem o que é. Só sabem que se sentem bem em nossos hotéis, fato suficiente para fazê-los retornar. Esse toque humano está em tudo que a Blue Tree Hotels faz. Na sabedoria, na humildade, na postura e na elegância de cada colaborador, de cada equipe, na nossa decoração de bom gosto, mais clean e leve, que estabelece o equilíbrio perfeito da composição e transforma a ambientação em algo especial. Estamos em um ano diferenciado. Iniciamos em junho as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, que terá seu ápice em junho de 2008. Aproveitaremos a ocasião para reforçar a qualidade e posição da Blue Tree Hotels como a rede número um em excelência focada no cliente, na perfeição, na disciplina do fazer correto e na precisão. Uma rede que surpreende pela contínua reverência e respeito com seus clientes, investidores, parceiros e colaboradores. Que conta com uma equipe extremamente cordial que incentiva a convivência e a arte do bom relacionamento, fazendo com que os hóspedes se sintam bem e felizes. Garantir a harmonia que começa com gestos e com o tom de voz. A idéia da Blue Tree Hotels é agir cada vez mais com base na filosofia oriental que ressalta a noção de grupo, de equipe, de união. O dever, disciplina e o respeito pelo outro primam sobre os desejos individuais para que, dessa maneira, o espírito de equipe possa nos tornar fortes, invencíveis. Uma equipe de vencedores, um time. Fazer hotelaria, nesse contexto, se torna muito mais fácil. Afinal, para ser hoteleiro, além da paixão, é preciso gostar de gente, entender as expectativas, usar e abusar da empatia, e trabalhar bastante em equipe.
30/11/-0001
Tropical Araxá Spa & Resort Experience
A tradição brasileira de utilizar designações estrangeiras – geralmente no idioma inglês – é exercitada com o termo experience, através do qual a Rede Tropical de Hotéis (agora desvinculada da Varig, mas ainda sob controle da Fundação Rubem Berta) classifica os seus melhores hotéis destinados ao lazer. É o caso do Tropical Araxá Spas & Resort Experience, complexo que a Revista dos EVENTOS escolheu para uma avaliação técnica nesta edição. Um pouco da longa história do hotel - Com a presença de altas autoridades, o lançamento da pedra fundamental do Grande Hotel Araxá aconteceu em 1925, mas o início das obras ocorreu somente 13 anos depois. E mais: sua inauguração, pelo presidente Vargas e pelo governador Valadares, aconteceu em 23 de abril de 1944, ou seja, seis anos depois. Portanto, entre o lançamento da pedra fundamental e a efetiva inauguração, passaram-se 19 anos! Mas valeram o tempo e o dinheiro gastos e a extrema dedicação dos que edificaram a obra: o Grande Hotel Araxá despontou, durante décadas, como um dos mais refinados da América Latina. O hotel funcionou até 1993. Fechou as portas por quatro anos para a reabertura das termas e oito anos para a do hotel, após completa e sofisticada reforma. Reaberto, o hotel passou para a bandeira da Rede Tropical. Localização e acessos - O Tropical Araxá está localizado a 8,5 quilômetros do centro da bela, limpa, segura e tranqüila cidade mineira de Araxá (cerca de 90 mil habitantes), a 2,5 quilômetros do aeroporto, a 120 quilômetros de Uberaba, a 185 quilômetros de Uberlândia e a 550 de São Paulo. O hóspede pode chegar a Araxá por terra, através de rodovias asfaltadas, de razoável qualidade, tanto procedendo de São Paulo ou Rio de Janeiro, como de Belo Horizonte, Brasília etc. O aeroporto recebe vôos regulares, a maioria com escala em Belo Horizonte. Mas o hotel dispõe de vôo fretado, partindo de São Paulo às quintas-feiras e retornando aos domingos. Ou seja, dependendo do tamanho do grupo, o organizador de eventos ou o agente de viagens deve, antes, analisar, com cuidado, a melhor forma de chegar a Araxá com seu grupo, providência que pode e deve receber a assistência e a orientação do próprio hotel. Áreas - O Tropical Araxá é pródigo em áreas. Ele está edificado no centro de um magnífico parque de 450.000 m², a mais de 900 m de altitude, com jardins projetados por Burle Marx, lagos e bosques com árvores frondosas, constituindo um conjunto de excepcional beleza, que amplia sua grandiosidade. O hotel possui 33.000 m² de área construída, mais os 16.700 m² das termas. No entanto, nos quase 50.000 m² construídos, o hotel dispõe de apenas 283 apartamentos, com capacidade para cerca de 600 pessoas, se utilizadas todas as camas! O que imediatamente nos remete ao mesmo problema encontrado em outras cidades, como Atibaia (Bourbon Atibaia). Ou seja, para eventos com mais de 500 pessoas, o promotor ou organizador terá de recorrer a outros hotéis de Araxá, onde não hospedará mais de 1.000 pessoas, considerando as disponibilidades médias. Arquitetura - Apesar de suas três torres, de seis andares cada uma, o hotel é distribuído, longitudinalmente, em três blocos, ao longo do Lago Sul. Decoração - O segundo pavimento, chamado de Andar Memória, possui móveis restaurados de acordo com o projeto original da década de 40 (um charme!), um primor da preservação de um patrimônio histórico. Nos demais pavimentos, a maioria dos apartamentos possui decoração moderna, embora as suítes tenham conservado o encantador estilo arquitetônico original. O antigo piso em mármore de alta qualidade foi mantido em quase toda a sua totalidade, assim como o corrimão e vários outros detalhes da decoração, garantindo ao conjunto um “ar senhorial”, elegante, sóbrio, mas aconchegante. A começar pelo lobby da recepção, com elevado pé-direito, lustres magníficos e conjuntos de estofados originais! – um projeto assinado pelo arquiteto Luiz Signorelli. Termas - As termas do hotel constituem um capítulo à parte, não só por suas águas sulfurosas e radioativas, como todo o tipo de saunas, duchas, banhos de imersão e de lama, massagens, hidromassagens, tratamento estético etc. Além disso, o próprio edifício central das termas constitui espetáculo à parte, tanto sob o ponto de vista arquitetônico, como da decoração, atraindo usuários em todos os horários disponíveis (é preciso reservar, principalmente para os banhos, ainda que o hotel informe não ser necessário). Recreação - Aos que se hospedam no Tropical Araxá para lazer, há todo o tipo de recreação, desde passeios em antigas e confortáveis charretes, até a cavalo ou a pé. Várias quadras, de diferentes tipos, para diversas modalidades esportivas, kid’s club, pedalinho, arco e flecha, piscina adulta e infantil e pista para caminhada compõem o excelente quadro para atividades esportivas e recreativas. Para este ano, um espetacular bosque, com todo tipo de esportes de aventuras, estará funcionando, ampliando consideravelmente a gama de opções (inclusive para convenções de empresas) da área recreativa. O Solar dos Araxás, considerado o salão de inverno do hotel, oferece vista para o lago. Internamente, possui colunas sem capitéis, vidros bisotados franceses nos janelões dos corredores e piso revestido de mármore. A sala de leitura, Salão Congonhas como é denominada, é toda montada em imbuia e couro, com móveis originais posicionados como na época da abertura do hotel. Obras expressionistas de Rocha Ferreira, como “Os Sacis” e “As Amazonas”, complementam o ambiente. Além dos belíssimos lustres, os pés dos cômodos seguem o estilo chipandale, selvagem, em forma de garras. Espaços para eventos - Com 443 m², o melhor salão do hotel para eventos (multiuso) tem nome de Cassino Minas Gerais e é circundado por arandelas em forma de velas, janelões com vidros franceses e colunas coríntias, ricamente decoradas. Os seis grandes lustres são cobertos com cristais da Boêmia. Ali funcionou um cassino por dois anos, até a proibição de jogos no Brasil. Com pé-direito de 6,96 m, esse salão atende a qualquer tipo de evento. Outro salão maior, o Belo Horizonte (524 m²), completa a dupla de grandes e suntuosos salões multiuso do hotel, com o mesmo pé-direito. O primeiro pode acolher até 650 pessoas em auditório e o segundo até 800 (com praticáveis e projeções – esses números podem cair para 500 e 700, respectivamente). Seguem-se outros salões: Ouro Preto (155 m²), São João Del Rey (156 m²), Cineteatro Tiradentes (322 m²) e os foyers desses salões: do Minas Gerais, 98 m²; do Belo Horizonte, 104 m²; do Cineteatro, 278 m². Quatro salas de apoio completam o complexo, com 2,55 m de pé-direito, com capacidade para dois eventos de 80 pessoas e dois de 30 pessoas cada um. Exposição - Além do complexo para conferências, o Tropical Araxá possui outro, denominado Centro de Feiras e Convenções, com cinco salas com 2,75 m de pé-direito e cerca de 50 m² de área cada uma delas, as quais, unidas, compõem a sala Poços de Caldas e mais um conjunto (Caxambu) que se subdivide em até 4 salas, com pé-direito de 2,84 m e espaços de 100 m² em duas delas e 60 m² nas outras duas. Equipamentos - O hotel dispõe de equipamentos próprios para projeções, mas não faz restrições a que o promotor/organizador contrate serviços de terceiros. Hospedagem - O hotel possui os seguintes apartamentos: 110 STD, 22 solarium, 11 superior, 22 luxo, 6 suítes nobres, 10 suítes especiais, 1 suíte governamental e 1 suíte presidencial, sendo 120 com cama de casal, 18 com king size, 22 com 2 camas de solteiro, 93 dbl/dbl, 8 com 4 camas de solteiro, 12 dbl + king, 10 casal / 2 solteiros. Os apartamentos estão dotados de todas as comodidades, principalmente eletrônicas: ar condicionado central, com sistema individual de controle de temperatura (mais “velocidade” da ventilação), TV em cores/TV a cabo, frigobar, telefone no apartamento e no banheiro, com acesso direto DDD e DDI; secador de cabelo e espelho de aumento. Mas, atenção: se você se hospedar em um STD, verifique, antes, se o mesmo dispõe de xampu, condicionador e cardápio para o room service (24 h). O mobiliário é muito elegante, mas os apartamentos STD têm pequeno espaço no guarda-ternos ou vestidos. Alimentos e bebidas - Uma grande cozinha central, superequipada, além das cozinhas “regionais” e de apoio oferecem, potencialmente, grande flexibilidade para A&B de qualquer porte e sofisticação. Além do restaurante principal (buffet), mais restaurantes podem funcionar se houver suficiente demanda, principalmente para paladares (e bolsos) mais exigentes. Avaliação final - Poderíamos sintetizar o Tropical Araxá como um Versailles hightec, tal a beleza arquitetônica, a decoração e a modernidade tecnológica, que o tornam, quase certamente, o mais “inteligente” de todos os hotéis brasileiros. Alguns exemplos: você não precisa colocar o tradicional crachá de “não perturbe” ou “camareira: arrume o apartamento” (que acaba no chão, muitas vezes). Basta acionar um pequeno aparelho com duas posições para acender externamente uma pequena luz verde (ok, pode arrumar) ou a luz vermelha (por favor, não perturbe). Não é preciso, também, colocar o cartão-chave na posição de energizar, ao entrar no quarto, sensores comandam a energização! Além desses confortos, há um cabeamento ótico estruturado para todos os espaços do hotel, onde você pode acessar internet e uma sala de comando com controle centralizado de tudo o que acontece no hotel. O ar condicionado é perfeito e regulável, não só quanto à temperatura como na velocidade da ventilação. E há pontos de energia conectáveis em quantidade mais do que suficiente. Enfim, tudo o que um organizador/promotor espera de um hotel moderníssimo (só que, neste caso, o de Araxá, existe desde 1944!). Quanto aos espaços, o hotel oferece amplas alternativas. A maioria dos espaços pode ser acessada por várias posições, permitindo a realização simultânea de diversos eventos, sem qualquer inconveniência! O pé-direito dos grandes salões auxilia nas projeções e todo o entorno (parque) oferece belo visual, muito ar puro e silêncio. Um outro amplo espaço para exposições tem restrições: muitas colunas e pé-direito baixo (menos de 3 m). O Tropical Araxá é indicado, principalmente, como seu próprio qualificativo de Spa & Resort Experience, para convenções de empresas, lançamentos de produtos, festas de confraternização (como grupos) ou lazer (para turistas que amam hotéis de lazer, com as características deste). Para Congressos, ele se presta bem, mas a há limitação de hospedagem, já mencionada na nossa avaliação: dificilmente (se você tiver de hospedar todos os participantes) poderá ultrapassar o número de 800 pessoas. Quanto à qualidade dos serviços gerais e de A&B, ambos ainda não se coadunam com a majestade do hotel. Muito menos com as tarifas, pretensiosas para o que é oferecido nesses dois itens. Quando digo ainda é porque, com certeza, com apenas dois anos de funcionamento, depois de oito anos em reformas, é preciso um pouco de tempo para que os 350 funcionários, em sua maioria de Araxá, consigam o nível profissional exigível por um hotel de tal categoria. O trade, por certo, aguarda esse aperfeiçoamento. Enquanto isso, o organizador ou promotor de eventos deve fazer um acompanhamento sistemático, pré e durante o evento. Porque o que não falta é boa vontade (e simpatia) dos mineiros do hotel. E isto já é um bom começo. Quanto a A&B, sem dúvida o projeto da diretoria do hotel é melhorar, melhorar... Não tenho dúvida de que o objetivo será alcançado. Comercialização - Você pode contatar o escritório central, em São Paulo, Av. Paulista, 1765 – 7° andar – CEP 01311-200, SP, tel.: (11) 251-3636, fax: (11) 251-3391; ou em Araxá, tel.: (34) 3669-7000, fax: (34) 3669-7005, ou contatando o diretor regional Carlos Henrique Dutra, através do e-mail carlos.dutra@tropicalhotel.com.br. Há alguma flexibilidade na comercialização, mas é bom levar tudo formalizado, como ocorre em todos os grandes hotéis.
30/11/-0001
Othon Palace Bahia: cordialidade baiana com qualidade ISO 9000
A constante no Othon Palace Bahia é a sua atualização. De fato, se um organizador de eventos ou operador de turismo, não é freqüente em Salvador, mas ali retorna de quando em quando, com certeza, vai constatar que aquele hotel ampliou e ou reformou espaços e ou modernizou instalações e equipamentos, no interregno. Bem diferente de alguns hotéis que ou perenizam instalações, metodologias e tecnologia ou procedem a tímidas alterações. A história do Othon Palace Bahia confirma a assertiva: inaugurado em 1975, impôs-se como inovador, em matéria de hotelaria, em Salvador, mantendo, por vários anos, posição de destaque, na cidade. Decorrida a primeira década, a rede Othon segmentou seus hotéis em Othon Palace, Othon Classic, Othon Travel e Othon Pousadas. E a unidade baiana foi definida como Palace. Na virada do século, os espaços para eventos foram totalmente modernizados, as áreas sociais foram contempladas com rampas de acesso para deficientes físicos e uma grande reforma foi realizada nos seus apartamentos máster floor, luxo, suíte Jr, suíte executiva e suíte presidencial, com a implantação de cartão magnético e modernização da sua estrutura interna. No ano seguinte, a modernização atingiu a reforma nos apartamentos standard, acompanhada da construção do novo Centro de Convenções, concluída em 2002. Em 2003, iniciou-se a recuperação da fachada externa, trabalho praticamente concluído, oferecendo um visual novo, moderno e agradável ao conjunto. E ao longo desses anos, o hotel incorporou todas as inovações geradas pela moderna tecnologia (TV por assinatura, com 62 canais, tomadas especiais para transmissão de dados e acesso à Internet, rádio despertador, cartão magnético para abertura de portas, telefone direto com correio de voz, etc.). Ou seja, o Othon Palace Bahia nunca envelheceu. E por conta disto e pela qualidade de seus serviços, recebeu a certificação internacional ISO 9000. MULTI-SERVIÇOS - Com certeza, o Othon Palace Bahia deve seu permanente êxito, em Salvador, pela ousada política de hotel multi-serviços. De fato, o hotel tem conseguido, de forma muito equilibrada, prestar serviços para o hóspede que procura somente o lazer, ou o hóspede que viaja a negócios, ou o hóspede que participa de eventos no próprio hotel ou em outros locais. Nesse sentido, o Othon Palace Bahia soube realizar a leitura da vocação de Salvador, cidade que pelas suas características históricas, culturais, turísticas e econômicas recebe os três tipos de turistas, tanto do Brasil, como do exterior. E tanto sua instalações e equipamentos, multi-serviços, como seus serviços, procuram atender, satisfatoriamente, os diferentes tipos de hóspedes. LOCALIZAÇÃO - Embora as últimas administrações estaduais e municipais tenham realizado um notável conjunto de obras na orla soteropolitana valorizando toda a área a nordeste do centro da cidade, é inegável que a localização do Othon Palace Bahia, na praia de Ondina, continua privilegiada, seja em relação à área central e comercial, como à área hoteleira, ao Centro de Convenções da Bahia e, principalmente, ao Centro Histórico da cidade. Além disso, edificado em uma colina, o hotel desfruta de uma belíssima vista do mar, vista esta desfrutada, por igual, por todas as suas 278 unidades habitacionais. HOSPEDAGEM - Do 2º ao 7º andares, estão localizados os apartamentos “standard”. Do 8º ao 12º andar, localizam-se os apartamentos luxo, máster e suítes (há uma suíte em cada andar, do 2º ao 11º andar; as demais se encontram no 12º andar). A menos de 300 metros do Othon Palace Bahia localizam-se os hotéis Salvador Praia, Atlântic Tower, Ondina Apart, Bahia Praia, Ondimar, Portobello e Vila Galé, totalizando mais 784 apartamentos. Portanto, você pode programar seu evento ou seus grupos para o Othon Palace Bahia, sem maiores dificuldades quanto à hospedagem. ESPAÇOS PARA EVENTOS - Utilizando, racionalmente, as possibilidades do terreno onde se encontra edificado o Othon Palace Bahia, sua administração construiu três blocos para eventos, o último dos quais recentemente. Embora mantendo identidade própria – e podendo ser utilizados, simultaneamente, por clientes diferentes – os três centros localizam-se muito próximos uns dos outros, permitindo fácil integração quando um evento ocupa dois ou os três espaços. Com estes espaços, o hotel tem amplas possibilidades de sediar eventos corporativos dos mais diversos tipos: convenções, lançamentos de produtos, treinamento, jantares, coquetéis, incentivos, casamentos, formaturas, etc. Por outro lado, congressos com até 1.200 pessoas podem ser realizados com relativa facilidade, considerando os itens sessões de trabalho, exposição de produtos, sessões de posters, alimentação, hospedagem, estacionamento e programa social. ALIMENTAÇÃO - Para atender os três tipos de hóspedes – de lazer, de negócios e de eventos – o Othon Palace Bahia tem, ao longo do tempo, desenvolvido satisfatório cardápio, contemplando a rica cozinha baiana, além da cozinha brasileira como um todo e a cozinha internacional, em seus restaurantes Lampião (200 lugares), Porto das Nações (46 lugares), Saveiro (180 lugares), Sushi (40 lugares), Lobby Bar (50 pessoas) e Bar da Piscina (até 250 lugares), além da Área Verde, para até 1.200 lugares (com tenda). OUTROS SERVIÇOS - Creio ser justo destacar alguns serviços complementares, como atendimento médico de urgência 24h com UTI, cyber café, piscina com deck bar, academia de ginástica, sauna, massagem, loja de conveniência, estacionamento privativo, business center, boite para eventos fechados, agência de viagens, desk da TAM. Além disso, o Othon Palace Bahia oferece as facilidades do seu Programa Corporativo “Othon Business”, com algumas vantagens para este tipo de cliente. AVALIAÇÃO FINAL - O Othon Palace Bahia não é um hotel de alto luxo. Não está catalogado entre os mais sofisticados do país. Mas possui suficiente estrutura e recursos capazes de atender, com a tradicional cordialidade baiana e satisfatório nível de qualidade, com elevada flexibilidade (ainda que simultaneamente) os três tipos de turismo: de lazer, de negócios e de eventos diversos. Prova-o o elevado índice de fidelidade de sua grande clientela ao longo de quase três décadas. Por isso, a relação custo benefício é das melhores do país. COMERCIALIZAÇÃO - José Carlos Menezes, Gerente Geral; Rosana Lins, Gerente de Vendas; Av. Presidente Vargas, 2456, Praia de Ondina 40170-010 – Salvador, Bahia Telefone: (71) 203 2003 Fax: (71) 245 4877 rosana.lins@othon.com.br
30/11/-0001
Gran Meliá WTC São Paulo: requinte com praticidade
Inaugurado em 1995, o hotel Gran Meliá WTC São Paulo foi concebido para atender eventos de alto nível. Para tanto seus idealizadores decidiram implantar o projeto das novas áreas nobres da capital paulista: às margens do Rio Pinheiros, na Zona Sul, para onde as grandes empresas e os escritórios mais sofisticados da cidade se deslocaram quando o Centro e a Avenida Paulista começaram a dar sinais de que não conseguiriam atender à nova demanda. Definido o local do novo hotel e seu Centro de Convenções – com a bandeira Meliá – considerou-se a conveniência de agregar outros estabelecimentos que gerassem público de alto poder aquisitivo, nascendo uma grande e elitizada praça de alimentação e um não menos sofisticado shopping de decoração - o D&D -, além da torre do São Paulo World Trade Center, compondo assim o novo complexo hoteleiro, gastronômico, de decoração e serviços da cidade. As vésperas de comemorar 10 anos de funcionamento, o Gran Meliá WTC São Paulo não perdeu a pose: continua o mesmo conjunto sofisticado, com hospedagem e centro de eventos dos mais concorridos do setor. Ao redor do complexo, conforme previram seus empreendedores, brotaram magníficos edifícios, shoppings, hotéis de grupos internacionais e sedes de poderosos grupos comerciais e financeiros. E, é claro, tanto a Praça de Alimentação, como o shopping de decoração – D&D – e o WTC também se consolidaram, de forma a tornar o empreendimento uma referência e até mesmo local de passagem obrigatória para as pessoas de negócios e de bom gosto que circulam pela capital paulista. Da qualidade dos serviços do Gran Meliá WTC São Paulo basta que se diga que obteve, este ano, o laurel de “Melhor Hotel da América do Sul”, além de ser tri-campeão consecutivo do Prêmio Caio, na categoria “Melhor Hotel com Centro de Convenções da Região Sudeste e do Brasil”. O HOTEL - O Gran Meliá WTC possui 300 unidades (291 apartamentos, quatro suítes executivas, quatro suítes superiores e uma suíte Presidencial), sendo 6 apartamentos totalmente adaptados para deficientes físicos. Todos os apartamentos contam com cofre eletrônico, acesso à Internet banda larga (128mb de acesso a VPN no apartamento, cobrando R$ 25,00 por dia), sistema de ar condicionado com controle individual, termostato no chuveiro e room service 24 horas. Em 51 apartamentos, é prestado o Servicio Real, com check in personalizado, linha telefônica no banheiro e as facilidades de uma working station para hóspedes, sem ônus. O Business Center do hotel possui 7 salas, sendo 1 sala para 4 pessoas, 2 salas para 6 pessoas cada, 1 sala para 8 pessoas e 3 salas para 10 pessoas cada. Todas as salas estão equipadas para serem servidos café da manhã, almoço e coffee-break. Todo o Business Center é equipado, com acesso à Internet (128k compartilhado e configuração DHCP, com acesso VPN a estes pontos), além de micros, scaner, copiadora, telefones, vendas de CDs, disquetes e outros materiais de escritórios. O hotel conta ainda com academia de ginástica e musculação, piscina outdoor, sauna seca e a vapor, massagens, pista de Cooper, salão de cabeleireiro, quadra de tênis e poddle, heliponto para até 4 toneladas, shuttle service e moderníssimos equipamentos de segurança. O CENTRO DE CONVENÇÕES - O Centro de Convenções do Gran Meliá é um dos raros, na capital paulista, com instalações suficientemente flexíveis para eventos, principalmente congressos e convenções, com capacidade para mais de 1 mil pessoas, já que pode atender às necessidades de espaços para sessões de trabalho, alimentação, “posters” e exposições. Os principais espaços são: Barcelona - Ballroom com pé direito de 6 m² e divisível em até 8 salas (vide quadro, nesta matéria), espaço multiuso; Casablanca - Um anfiteatro para 540 pessoas, com camarim; Lisboa, Port Elizabeth, Dubai, Sidney - 4 salas no 3º andar do WTC no mesmo padrão dos espaços anteriores; 02 foyers; Espaço multiuso no WTC (4º e 5º andar), com 1200m2 e 2,60m de pé direito. ALIMENTOS & BEBIDAS - Alimentos e bebidas podem ser servidos: • nos espaços multiusos; • nos dois restaurantes – Goya, com cozinha mediterrânea e Sumaré, com cozinha japonesa; • na magnífica Praça de Alimentação do complexo Gran Meliá – D&D – WTC. Elevadores para cargas pesadas, com capacidade para até 3 mil kg (ex.: 01 carro), sistema completo de energização, ótima estrutura de telecomunicação e um amplo estacionamento complementam o Centro de Convenções. AVALIAÇÃO - Considero a localização do Gran Meliá interessante, estando próximo do aeroporto de Congonhas e com fácil acesso o aeroporto de Guarulhos (salvo nos dias e horários de congestionamento, ocasião em que qualquer lugar de São Paulo fica prejudicado!), podendo ser acessado pelas marginais do Rio Pinheiros, bem como das principais artérias desta região da cidade. Além disso, desfruta da companhia mais do que favorável de outros hotéis, bancos, restaurantes, e outros serviços públicos e privados. As áreas de A&B do Gran Meliá são, reconhecidamente, das melhores de São Paulo, com inúmeras alternativas. Os espaços, pela sua ampla flexibilidade, acomodam eventos com os mais diferentes formatos, dimensões e sofisticação. A hospedagem é garantida por instalações e serviços de alto padrão. Finalmente, o Gran Meliá atende às exigências atuais de tecnologia a serviços de hóspedes e participantes de eventos. O custo do estacionamento não difere de outros hotéis da mesma categoria. E a gerência comercial do Gran Meliá é flexível nas negociações, de forma a encontrar soluções para as diferentes condições e necessidades de cada evento. Tenho trabalhado no Gran Meliá, desde a sua inauguração, quando organizamos o inesquecível Congresso da ABEOC de 1996. De lá, até o momento, o Gran Meliá consolidou-se como um dos melhores equipamentos para eventos do Brasil e da América Latina. CONTATOS - A equipe de Eduardo Sardinha, diretor-geral, atende pelo telefone (11) 3055-8000. Reservas podem ser efetuadas pelo telefone (11) 3055-8008 / 8010 / 8055 — www.solmelia.com
30/11/-0001
Costão do Santinho Hotel & Spa: um resort modelo
Depois das análises do The Royal Palm Plaza, em Campinas, o Bourbon de Atibaia e o Grande Hotel Araxá, três magníficos hotéis "continentais", iremos, nesta edição, comentar e avaliar um hotel "litorâneo", na verdade, um completo resort: o Costão do Santinho Hotel & Spa. Fernando Marcondes de Mattos, 65 anos, catarinense de Florianópolis, advogado, educador, homem público (comandou secretarias de Planejamento tanto da Prefeitura de Florianópolis, em 1988, como a do próprio Estado de Santa Catarina, em 1990-92), e competente empresário, fundou, em 1991, o Costão do Santinho Resort, enriquecido com o Spa Costão do Santinho, em 2000, compondo o que se conhece hoje como o Costão do Santinho Resort & Spa. Com sua mulher, Iolanda Abraham Marcondes – dinâmica diretora vice-presidente do empreendimento – o casal tem feito, do Costão do Santinho Resort & Spa, um "case" de sucesso na hotelaria latino-americana, pela sua crescente demanda, tanto de estrangeiros (notadamente os do Cone Sul), bem como de brasileiros de todas as regiões do país. Como acessar - Chega-se ao Costão do Santinho pela ilha (432 km2) de Florianópolis. Por ar, o bonito Aeroporto Internacional Hercílio Luz oferece uma suficiente quantidade de vôos. De fato, embora a ilha não tenha tantos habitantes fixos (menos de 500.000), na temporada recebe mais de um milhão de turistas. Nem por isto, a infra-estrutura hoteleira e a aeroportuária deixam de responder, adequadamente. Já o acesso, por terra, é bem mais complicado, em razão da conhecida precariedade da malha viária asfaltada que serve Florianópolis. E para atingir o Costão do Santinho, seja do aeroporto (pelas largas avenidas junto ao mar, ou pelo interior da ilha) ou por meio da ponte que a liga ao continente, não há maiores problemas, exceto o tempo normal para cobrir 35 e 45km em cerca de 60 e 40 minutos respectivamente. Há a considerar, contudo, que este verdadeiro "city-tour" é muito agradável, não apenas devido ao excelente sistema viário da maior parte do percurso (obra das últimas administrações do Estado e do Município), como pelo belíssimos cenários, tanto o natural como o edificado. Em sua maioria, as construções da ilha seguem linhas da moderna arquitetura, lembrando muito certas localidades norte-americanas. Mas é óbvio que se você se hospedar no Costão do Santinho para participar de atividades no centro da cidade, necessitando locomover-se uma ou mais vezes ao dia durante vários dias, o percurso pode ser cansativo devido ao último trecho de acesso ao hotel, uma única rua estreita com duas mãos de direção. Anexo I - Finalmente, você pode acessar a ilha, como é óbvio, pelo mar. E se você tem um iate ou uma boa lancha, pode contar com a Marina Porto do Costão, uma unidade experimental da Rota Náutica K&C (Klink e Costão) que está em operação desde dezembro de 2000. Localizada na Praia dos Ingleses, a 2,2 km do resort, a marina oferece 50 vagas secas e 6 vagas molhadas (para barcos de até 80 pés), aluguel de equipamentos como hobbie cats, cursos de vela, windsurf e mergulho, excursões de pesca, passeios de veleiro e lancha para outras praias da ilha. Espaços - O Costão do Santinho Hotel & Spa é composto de 14 vilas, muito próximas umas das outras e dos conjuntos tanto recreativos, como de alimentação e de eventos. Projeto do arquiteto André Schimidt e edificado em fases desde 1991, o complexo é bonito de se apreciar e agradável de se estar. Hospedagem - Além das 14 vilas, com a inauguração do Hotel Internacional (edifício à parte, com outra arquitetura e onde se localiza o spa), o Costão do Santinho Hotel & Spa possui um total de 695 apartamentos e 1.898 leitos, constituindo-se num dos maiores resorts do Brasil. Cada vila possui de 19 a 65 apartamentos, divididos como FM (frente ao mar), VM (vista mar), e J (jardins). Nas 14 vilas, existem acomodações: Tipo Standart – 178 J/24VM; Superior 2 dormitórios – 13 J/13 VM; Superior 3 dormitórios – 13 J/24 VM /12 FM; Superior 4 dormitórios – 02 VM/03 FM. Já Hotel Internacional dispõe de: Suíte Jr. (com banheira) – 25 J; Suíte Luxo (sem banheira) – 26 J/21 FM; Suíte Master (com banheira) – 34 FM; Suíte Imperial (2 dormitórios) – 8 FM; Suíte Imperial (3 dormitórios) – 4 FM. Como se vê, há opções de hospedagem para famílias ou grupos, baseando-se nesta disposição e nas diversas tarifas. Com exceção dos apartamentos STD (os mais simples, sem cozinha e varandas) todos os demais oferecem alto nível de satisfação, pelo seu equipamento (TV 20-cabo, cozinha, varanda, ar quente e frio, secador de cabelo, bidê, geladeira, etc.). E, é claro, os apartamentos do Hotel Internacional podem competir com qualquer 6 estrelas. A&B - Um dos pontos altos do resort é a sua área de A&B (Alimentos e Bebidas), não somente no que se refere à qualidade e variedade, como aos serviços. Você pode contar com várias alternativas: o Restaurante Nossa Senhora das Ondas é o maior (350 lugares), serve o café da manhã e as demais refeições, funcionando durante todo o ano (quase sempre o jantar é acompanhado por música ao vivo). O Restaurante (250 lugares) está localizado no Hotel Internacional, não serve café da manhã e almoço, e o jantar é à la carte. Mas funciona somente em feriados prolongados e na alta temporada. Além destes dois grandes restaurantes, você pode optar: pelo Rancho do Pescador (80 pessoas), funcionando o ano todo, especializado em sea food; o Tratoria di Mare (120 pessoas), funciona apenas na alta temporada e em feriados prolongados; Costão Grill (80 pessoas), especializado em carnes, aberto também nas altas temporadas e em feriados prolongados; o Restaurante Infantil funciona apenas na alta temporada; o Restaurante Açores (300 pessoas) atende exclusivamente os eventos. Há ainda os bares Drink Bar Carijós, o Bar do Centro Esportivo e o Bar das Piscinas, abertos durante todo o ano; o Sushi Bar (apenas à noite) e o Bar das Piscinas do Hotel Internacional, que funcionam nas altas temporadas. Portanto, se você não optar pelo resort nas altas temporadas, as alternativas são boas, mas não muitas. Recreação - Um resort pode tornar-se um lugar sem muita animação, se não oferecer alternativas interessantes e com pessoal qualificado. O Costão do Santinho corresponde neste sentido. Uma eventual baixa de freqüência na extensão do resort, dificulta a sua animação. Veja como está equipado o resort, no que se refere a atividades recreativas: futebol de grama, vôlei de quadra, natação, hidroginástica, padle, cinema, boate, pebolim, jogos de mesa, body punp, sanboard, futebol de salão, vôlei de praia, pólo aquático, musculação, exercícios físicos, caminhadas, trilhas (excelentes roteiros), jogos e torneios diversos, jogos eletrônicos, sauna, surf, futebol de praia, basquete, biribol, dança, tênis, yoga, Body Combat, mergulho, pesca, escalada e Cassino! O complexo aquático do Costão do Santinho Resort é qualquer coisa de incomparável: você conta com 14 piscinas de todos os formatos, tamanhos e localização, três delas térmicas, sem esquecer, é claro, o mar de águas mornas, no verão, que atrai principalmente argentinos e uruguaios. E as ondas, que incluíram Florianópolis no mapa das grandes competições de surf! Traslados - Num espaço tão grande, você fica imaginando como deve ser complicado e difícil os deslocamentos das vilas aos restaurantes, aos espaços para eventos, à portaria, etc. Puro engano. O Costão possui um sistema interno de traslados irrepreensível. Você chama a Central de Transportes, informa onde está e não espera mais que cinco minutos para ser trasladado para onde desejar no território do resort. Para deslocar-se para qualquer local do exterior do hotel, você dispõe de agência de turismo com carros, vans e ônibus sempre disponíveis. Como comunicar-se - O resort dispõe de rede central telefônica interna perfeita e Sistema de Link Dedicado com a Brasiltelecom, sistema de internet de banda larga com velocidade de 1 megabyte por minuto. Conta com dois 0800 e três telefones públicos (única deficiência). Sinalização e sonorização - Se você prestar o mínimo de atenção à sinalização do resort, não haverá forma de se perder ou não alcançar o local desejado. Além disso, ao deslocar-se de um ponto a outro, em várias passarelas, o canto de pássaros complementa o som musical ambiente distribuído por dezenas de caixas acústicas, gerando sensação de inegável bem estar e prazer em caminhar. Estacionamento - Não se preocupe com estacionamento. São cinco bolsões com capacidade para mais de 1.000 veículos. Além disso, os hóspedes com veículos próprios são a minoria, exceto os que lá residem (sim, é um resort com vários moradores fixos, dentre eles, gente famosa, cujos nomes omitimos até por questão de direito à privacidade e à segurança). E para quem utiliza helicóptero, dispõe de um heliponto. Espaços para Eventos - De tudo que aqui foi descrito até agora, é fácil perceber que este resort, como o próprio nome indica, é um hotel concebido para lazer, descanso e tratamento (no excelente spa, dispõe dos mais modernas terapias naturais, como hidroterapia, fisioterapia, exercícios personalizados, aplicação de dietas saudáveis e recursos provenientes do mar, além de tratamentos especializados de estética corporal e facial, ocupando área de 1.000 metros, atendendo hóspedes e não hóspedes). Mas, este belo e ótimo resort também dispõe de um respeitável complexo para eventos, composto de: um salão para cerca de 800 pessoas, com 5,90 m de pé-direito, modulável em até três salas, com salas de apoio, com diferentes espaços (25, 50 e 100 metros). Iluminação setorizada, e ar condicionado controlado na sala, equipam os salões principais. Recentemente, o complexo de eventos foi enriquecido com a inauguração de um grande salão, com 950 m2 para jantares, shows, exposições, feiras e sessões plenárias de congressos. Este salão está localizado do outro lado da rua que o separa dos restantes espaços para eventos, permitindo fácil interação. Finalmente, outros dois salões, com capacidade para 200 pessoas, está localizado de frente para o mar, permitindo, portanto, a realização de eventos simultâneos (que é o forte do hotel). Avaliação Final - O Costão do Santinho Hotel & Spa possui o ISO 9002 (em 1999) pela prestação de serviços. E em 2000, tornou-se o primeiro resort a receber a certificação de gerenciamento ambiental. Foi eleito, também, o maior e melhor resort da Região Sul e recebeu o Prêmio Caio (Ouro) em 2003. De fato, tendo organizado eventos para alguns clientes no início dos anos 90, quando o hotel ainda era menor e recém inaugurado, senti muita dificuldade quanto à prestação de serviços e à falta de alguns equipamentos. Comparado com o Costão do Santinho de hoje, constatei um avanço considerável, com a elevação da qualidade dos serviços prestados e a infra-estrutura hoje disponível. Apreciei muito, também, a flexibilidade para negociação, mantidos, como é natural, os pressupostos básicos, incontornáveis num estabelecimento daquela categoria. Ainda assim, considero as tarifas de hospedagem e de A&B um pouco elevadas em comparação com o mercado. De resto, considero o Costão do Santinho um dos melhores hotéis para lazer e eventos da América Latina. Com quem conversar - Os interessados na realização de eventos ou na contratação do hotel para grupos de lazer, podem e devem contactar o escritório de São Paulo, falando com Rubens Regis, Diretor Comercial ou o pessoal de sua equipe, pelo e-mail eventos@costao.com.br ou pelo fone (0800) 701-9001, Taise Giordani (para eventos) ou ainda pelo e-mail reservas@costão.com.br, tel.: (0800) 701-9000 (para comercialização de lazer).
30/11/-0001
Casa Grande Resort & Spa
Construído há 32 anos, o Casa Grande Hotel Resort & Spa passou por três fases distintas: nos primeiros anos, edificado pela família D’ESTEFANO, na Praia da Enseada, no Guarujá, uma das mais exclusivas áreas da costa brasileira, o hotel logo ficou conhecido como um elegante e muito “chic” endereço da orla paulista, acompanhando, aliás, o momento vivido por Guarujá, na época badalado sítio litorâneo e freqüentado pela elite social e econômica de São Paulo. No final da década de 80 e início da de 90, o hotel – como toda a cidade – passou por um momento menos fulgurante, perdendo um pouco do seu inegável brilho. A partir de 1994, quando o estabelecimento foi vendido ao Grupo TAVARES DE ALMEIDA, com novo enfoque mercadológico, investimentos em novos espaços e introdução de moderna tecnologia, o hotel recuperou e ampliou seu antigo “glamour”, ademais de oferecer novos produtos a seus clientes e hóspedes. Tanto que, já em 1998, o hotel conquistou o “status” de Resort 5 Estrelas. Daí para se transformar num Resort de Classe Internacional foi um pulo, culminando com sua inclusão no “The Leading Hotels of the World”, reconhecida cadeia internacional de hotéis de alta categoria. ARQUITETURA - Certamente, um ícone do Casa Grande é seu charmoso estilo colonial brasileiro, a lhe emprestar especial beleza e dignidade arquitetônica. Com dois pisos, o complexo de 45.000 m², é distribuído em amplo terreno, plano, complementado por três vilas e suítes decoradas, um Spa, além de dois grandes espaços para eventos e ampla área de recreação. Todas as edificações são intercaladas com 40.000 m² de exuberantes jardins tropicais, com preponderância de lindas palmeiras. ESPAÇOS PARA EVENTOS - Basicamente, o promotor ou organizador de eventos dispõe de uma boa quantidade de espaços no Casa Grande. E o melhor: separados, mas não tão distantes entre si. E, importante, todos climatizados. De fato, no corpo principal do hotel, onde se encontram os apartamentos, localiza-se o antigo espaço, com seis salas: Nobre (337m²), Ouro Preto (109m²), Inconfidência (160m²), Tiradentes (115m²), Tapuia (70m²) e Tupi (126m²), servidas por 12 salas de apoio. O pé direito baixo gera alguma di.culdade para projeções. Separado pelo conjunto aquático, mas situado ainda dentro do terreno principal, encontra-se o segundo complexo de eventos, as salas José Bonifácio, Princesa Leopoldina, Duque de Caxias e Imperatriz Thereza Cristina, todas com 200m² cada (10X20), separadas por divisórias ou integradas num só salão, somando 800m². Um foyer, uma sala de apoio, uma área de serviço e um grande terraço (com frente para a praia) completam este excelente espaço, com pé direito de 6,50m, permitindo projeções em três das quatro salas (a 4ª sala tem 3,10m de pé direito). Finalmente, um novo e amplo espaço, situado defronte à praia e ao lado do bloco principal (separado por uma bonita alameda), completa o conjunto de espaços do Casa Grande. Este novo prédio, com 14m de pé direito no seu ponto mais central, possui um grande salão utilizado para shopping, na grande temporada e, na baixa temporada, próprio para exposições, shows, alimentação e/ou grandes sessões plenárias, já que dispõe de área de 3.000 m² (no térreo), mais 828 m² de área no mezanino. Este último é utilizado como apoio ao salão térreo, notadamente quando há jantares e ou shows no térreo. Portanto, o Casa Grande, com os seus mais de 7.000 m² de espaços, na baixa temporada, permite a realização de eventos singulares, estes com mais de 1.000 participantes. Se o evento não necessitar área para exposição, este número pode crescer até cerca de 2.500 pessoas. Se, porém, necessitar de exposição, o promotor ou organizador deverá considerar que não contará com espaço para plenárias com mais de 1.000 participantes. Portanto, sugiro que, antes de cogitar realizar seu evento no Casa Grande, o organizador considere estas peculiaridades no hotel. LOBBY - O grande lobby do Casa Grande - agora reestilizado e reformado – é muito agradável, aconchegante e equipado com os serviços exigidos por hóspedes: galeria de arte, telefones públicos, recepção (inclusive para o Spa), sanitários, lanchonete (24h), bar do lobby (das 09 às 02h), joalheria, tabacaria, livraria, lojas diversas e agência de turismo. HOSPEDAGEM - O Casa Grande dispõe de 268 apartamentos no conjunto principal, distribuídos em seis tipos (diferem, basicamente, nas dimensões e na localização): standard, premium, premium superior, luxo, luxo varanda e suíte máster (dois tipos), não dispondo de Suíte Presidencial. Além disso, possui três vilas, com dois ou três apartamentos cada e seis masters suítes com dois ou três apartamentos. Os quartos estão dentre os mais confortáveis e equipados do Brasil (espelhos de toilete, telefone, minibar, cofre, TV a cabo, secador de cabelos, radio relógio, telefone com serviço de mensagens, camas king size, queen ou twin e detector de fumaça). Além de sofisticados, os banheiros são espaçosos e extremamente confortáveis, com duchas vigorosas. ALIMENTOS E BEBIDAS - Os serviços de alimentos e bebidas não comprometem a sofisticação do hotel, exceto a carta (e disponibilidade) de vinhos que poderia ser melhor, apesar do hotel ser praiano. O principal restaurante do hotel é o Chibata, elegante e com vista para o mar, com almoço das 12 às 16 e jantar das 19 às 23 horas. Complementam-no o restaurante Cachalote (com terraço à beira da piscina), servindo nos mesmos horários do Chibata; o Thaí, com a cozinha tradicional tailandesa (aberto nas quintas, sextas e sábados, das 19 à 01 hora, sendo que nas temporadas abre todos os dias); o Café Colonial, o Restaurante do Spa (cozinha balanceada), mais os bares Music Lounge, Bar da Piscina e Bar da Praia. TELECOMUNICAÇÕES - Tanto os serviços de telefonia clássica, como de internet estão disponíveis, com banda larga. Dentro de pouco tempo, todos os apartamentos contarão com este indispensável serviço. SPA - O Spa do Casa Grande ocupa prédio próprio e é um dos mais completos do Brasil. Denomina-se Spamed Guarujá e é acessível também a não hóspedes. Instalado em generosos espaços, o Spamed conta com Dimitron Face, Lifting Argila Verde do Mar, Limpeza de Pele, Liftron, Lifting, Máscaras, Photon Done, Crioescultura, Criolifting, Hidrospace, Endermoterapia (Thalaslimo, Drenaderm, Dermosut, Pressoterapia, Fisiotron, Gommage e Fangoterapia) e Relaxamento (Massoquiroprática, Ayurvédica, Integrativa, Do-In, Shiatsu e Banho de Lua). RECREAÇÃO - O bom parque aquático e a praça de esportes (além da praia) oferecem possibilidades de recreação, principalmente a prática esportiva. Na alta temporada, funciona o Fênix, tipo discoteca, disponível também para não hóspedes. SEGURANÇA - O hotel dispõe de excelente serviço de segurança e o hóspede consegue percebê-lo, sentindo-se confortavelmente protegido. AVALIAÇÃO FINAL - O Casa Grande Resort & Spa atende, de forma múltipla, com boa qualidade de serviços, tanto o turismo de lazer e os usuários de Spa, como os eventos, com preponderância para os corporativos. Pequenos e médios congressos, até 1.000 participantes, podem ser ali realizados, com muita e.ciência. As tarifas são proporcionais à qualidade do hotel e seu bom nível de serviço, com exceção dos vinhos (poucos e caros). E, dependendo da época e da quantidade de apartamentos ocupados, o hotel oferece interessantes condições para sua comercialização. COMERCIALIZAÇÃO - A contratação ou reservas no Casa Grande Hotel Resort & Spa podem ser efetuadas através do escritório de São Paulo: Telefone: (11) 3813-0322 Fax: (11) 3031-6265 email: aurides@casagrandehotel.com.br Home: www.casagrandehotel.com.br.
30/11/-0001
Bourbon Atibaia Resort & Convention Center surpreende
Para atender aos objetivos do empreendimento, a começar pelo próprio nome, resort & conventions center, ou seja, lazer e eventos, o Bourbon Atibaia, surpreende pelas dimensões raras em hotéis brasileiros e pela sua qualidade, como um todo. Está localizado em uma aprazível área de montanhas, de excelente clima para lazer, com 19° C de média anual e muito próxima da região mais rica do país – o triângulo Rio de Janeiro, Vale do Paraíba, Grande São Paulo e Região Metropolitana de Campinas – responsável por mais de 50% de toda a economia do país, com elevada demanda de turismo de negócios. De fato, todos os detalhes do hotel apontam para o binômio lazer e eventos empresariais (aqui entendidos como convenções, lançamentos de produtos, treinamento, festas de funcionários de empresas, etc.). O complexo Bourbon Atibaia está sendo implantado em terreno de 400.000 m2, dos quais 60.000 m² construídos. Por enquanto 392 apartamentos já estão sendo utilizados. Em 2004 o hotel contará com 570 apartamentos, colocando-se como um dos três maiores do país. E, embora a publicidade do hotel aponte-o como o detentor do maior centro de convenções em hotéis do Brasil, o que pode ser correto, exagera quanto à capacidade para 10.000 pessoas. Explicarei por que, nesta avaliação. Muitos questionam a sua localização. Não obstante, consideradas suas principais destinações – lazer e eventos empresariais – parece-me pertinente a escolha da região pelos motivos já expostos. O acesso ao hotel é muito fácil, já que ele está situado praticamente no cruzamento das rodovias Fernão Dias e D. Pedro I, muito próximo de Atibaia, cidade com 130.000 habitantes e distante 52 km de São Paulo, 56 km de Campinas, 70 km do aeroporto de Cumbica e 80 km do aeroporto de Campinas (Viracopos). Os Espaços - O Centro de Convenções ocupa, basicamente, dois pavimentos em três níveis. O Grand Ballroom tem capacidade para receber até 3.100 pessoas em auditório, 3.800 em coquetel e 1.500 em banquete, e pode ser subdividido em três salões com capacidades para 1.800, 620 e 620 pax respectivamente, em auditório. Além do Grand Ballroom, o promotor conta, ainda, com o camarote do Grand Ballroom (100 pax), mais três salas para 120 pax cada ou, reunidos, para 230, em dois deles, mais quatro salas para 120 pax cada (não “reuníveis”). Todas as salas possuem divisórias modernas, rapidamente removíveis e com excelente proteção acústica. O hotel ainda dispõe de mais 5 salas com 60 m² cada, no mezanino. O Pavilhão de Exposições (com colunas de sete em sete metros), com 2.028 m², possui mais cinco salões (três, para 70 pax em auditório, um para 100 pax e outro menor, para 40 pax). Assim, resumindo, ao ingressar diretamente no Centro de Convenções, você tem à sua frente, um amplo lobby (foyer), para montar sua secretaria ou front desk e, à direita, quatro salas. Ao fundo, você encontra, à esquerda, o Ballroom e, à direita, o Business Center (terceirizado), seguido de mais quatro salas. Descendo as escadas rolantes encontram-se, à esquerda, o Pavilhão de Exposições e, à direita, mais cinco salas. No mezanino, em frente ao lobby do hotel, estão localizadas as cinco salas multiuso de 60m² cada. O estacionamento coberto é uma reprodução do Pavilhão de Exposições (cerca de 2.000 m2, com pilares a cada sete metros) que pode ser utilizado para alguma feira, mas necessita ser climatizado. Pé-Direito - O pé-direito – tormento dos organizadores de eventos – varia nos diferentes espaços. No Ballroom alcança 6,4 m. É suficiente – com amplas telas – para até 2.000 pax. Com 3.100 – lotação máxima – a altura não permite total visibilidade, exigindo telas complementares em pontos da sala. Nas salas de apoio, o pé-direito atinge 3,4 m, suficiente para a comunicação visual. No Pavilhão de Exposições o pé-direito alcança 5,0 m, o que pode ser considerado razoável, mas não tão bom. Da mesma forma que as colunas, de sete em sete metros, comprometem sua melhor utilização. Portanto, apesar dos seus 2.028 m2, tanto a localização como o pé-direito e as colunas não fazem do Pavilhão de Exposições um espaço perfeitamente adequado. Considerando, porém, que o equipamento visa, principalmente, eventos empresariais e lazer, o Pavilhão de Exposições é até dispensável, já que o majestoso Ballroom, de multiuso, permite realizar as mais variadas combinações, dispondo de espaço para 3.100 pax em auditório. Ar Condicionado - Todo o complexo, exceto garagens, é dotado de excelente ar condicionado, controlável para várias temperaturas em cada sala, através de sistemas centralizados no corredor de serviços, atendendo a todo o Centro de Convenções. Iluminação - A iluminação é de ótima qualidade, setorizada e controlável nas próprias salas. Hospedagem - Dentro de poucos meses, o Bourbon Atibaia estará concluindo todos os seus 570 apartamentos. O bom gosto dos Vezozzo – proprietários da Rede Bourbon – pode ser comprovado tanto nos detalhes arquitetônicos como na decoração e no mobiliário do hotel. Os apartamentos – com generoso espaço de 38 m2 – possuem tudo que um hóspede exigente pode esperar de um bom hotel: camas largas, colchão de alta qualidade, ar condicionado, aquecimento central, frigobar e secador de cabelos. Os controles de ar condicionado, luzes e rádio estão localizados nas paredes. Há interligação com o apartamento vizinho. O compartimento do box para ducha (em banheira) e os vasos sanitários estão separados do compartimento de lavatórios. O móvel, para acomodar roupas, muito elegante, é composto de várias e largas gavetas, comportando, ainda, o frigobar. Uma TV Philips de 29° (TV a cabo TVA), cofre individual, conexão para PC, correio de voz e amplo guarda-roupa, completam este confortável, espaçoso, super equipado e belo quarto. E, atenção: os andares ímpares são para não fumantes, os apartamentos do 1º andar são hipoalergênicos (44 quartos), e há duas unidades para deficientes físicos. O hotel é composto de três alas: Norte, com 172 quartos, Sul, com 178 quartos (a inaugurar) e o Bloco central, com 220 quartos. Em cada ala, 40 quartos oferecem camas king size e os demais camas de solteiro. Deve-se destacar, ainda, a bela Suíte Presidencial (114 m2) e a Suíte Diplomata (76 m2). Os apartamentos classificados como master e superior, são praticamente iguais. A única diferença é a localização. Energia - Para qualquer eventualidade, o hotel possui gerador próprio de 1.500 kw. No entanto, no caso de apresentação de grandes espetáculos cênicos, que demandem energia extra, será necessária a locação de geradores adicionais. A&B - As áreas de Alimentos e Bebida ocupam um amplo espaço, no andar térreo, com restaurante para até 700 pax, dividido em quatro ambientes: brasileiro, tropical, romano e asiático. Nenhum deles, porém, dispõe de cardápio específico. Todos são servidos por buffet central. Além disso, o hotel inaugurará o São Paulo Hall, que poderá abrigar até 200 pax para jantares e festas, com magníficas vistas em 180°. No mesmo amplo foyer/lobby, encontra-se o Lobby Bar, que, apesar de bem amplo, é acolhedor. No complexo aquático externo, há um Food Count, com quatro ambientes para café da manhã, almoço, jantar e cozinha internacional. Um room-service 24 horas completa o A&B. Recreação - O hotel possui salão de jogos, sala de carteado, sala de jogos eletrônicos, kid’s club, paredão de escalada, playground, estande de arco e flecha e piscinas infantis. Com tudo isto, o Bourbon Atibaia pode, também, ser um paraíso para as crianças, que contam com assistência e orientação de especialistas e monitores de recreação. Para adultos, o hotel já conta com campo de futebol oficial, 2 campos de futebol society, 2 quadras de tênis, quadra poliesportiva, 2 quadras de vôlei de areia, piscina de 720 m2, centro de estética, academia, piscina aquecida e está ampliando sua área de lazer, incluindo campo de golfe! Telecomunicações - Esta área é bem equipada, com acesso à internet em banda larga e 1.500 pontos de conexão no hotel. A terceirizada Hoffmann cobra R$ 50,00 a diária do ponto de alta velocidade de 512 kb, expansível até 1 mega. No Business Center, a Hoffmann loca pontos da internet cobrando R$ 20,00 para 15 minutos de utilização, R$ 25,00 para 30 minutos e R$ 43,00 para uma hora. Quanto à telefonia, ainda não é adequada (somente 60 linhas), mas deverá ser consideravelmente ampliada. Copiadoras - Para este serviço, a Hoffmann cobra R$ 0,50 por cópia P&B (até 25 folhas), R$ 0,45, de 25 a 500, e R$ 0,30, acima de 500 folhas. Heliponto - Por enquanto, qualquer helicóptero pode acessar o hotel, pousando no campo de futebol. Mas um heliponto está sendo construído e estará disponível já em 2004. Banheiros/ Sanitários - O Centro de Convenções dispõe de baterias de sanitários. Parece-me, no entanto, que para mais de 4.000 pessoas o número de sanitários pode não ser suficiente. Avaliação Final - O Bourbon Atibaia, como já afirmei, parece-me absolutamente indicado para eventos de empresas, como convenções, lançamentos de produtos, festas de funcionários, treinamento, oferecendo toda a infra-estrutura necessária para tais atividades. Da mesma forma, quem procura o hotel para lazer, encontra tudo para sair de lá satisfeito, incluindo o spa com o menu shishindo (massagens relaxantes e anti-stress, baeneoterapia com ofurô e duchas tropicais, tratamentos de rejuvenescimento e beleza, etc.), com incrível atendimento por especialistas. Para quem não conhece, informo que o Shishindo Spa Zen é fruto da sinergia da medicina búdica do método do Monge Tokuda Igarashi e da investigação dos conhecimentos milenares da massagem e criação de protocolos de tratamentos e terapias pelos diretores do Spa. Chique, não? Submeti-me aos testes e aprovei-os. Se você for ao hotel, dê uma passada por lá! Agora, se você pretende realizar um congresso no Bourbon Atibaia, há que avaliar, preliminarmente, qual o tamanho do evento. Entendo que se passar de 1.500 participantes, com exposição acima de 500 m² de estandes (além da necessidade de alimentação, posters e hospedagem) cuidado. Vejamos, porque: para hospedar mais de 1.500 pax, você terá de, obrigatoriamente, utilizar outros hotéis na cidade (que são demandados por outros eventos, como o Parque Hotel Atibaia, com 106 quartos, o Village Eldorado, com 118 quartos, o Atibaia Residence, com 78 quartos e algumas pousadas); ou seja, se você conseguir locar todos os razoáveis hotéis de Atibaia, mais o Bourbon, na proporção fifty-fifty quartos SGL e quartos DBL você colocará 1.300 pax, em Atibaia. Claro que para convenções, onde os quartos são utilizados “full DBL”, você pode colocar, somente no Bourbon, cerca de 1.100 pax. Mas estaremos falando de congressos. Se considerarmos que nem todos os hotéis locarão todos os quartos, fica complicado hospedar 1.500 pax em Atibaia. É claro que você pode se socorrer de Jundiaí, Itatiba, Bragança Paulista e até Campinas. Mas, aí, o custo (e tempo) demandados precisam ser avaliados. No tocante às refeições, não há problemas. Há espaços suficientes para acomodar muita gente. Complementarmente, para uma exposição é necessário dividir o Ballroom em auditório/plenária e exposição; ou utilizar o Pavilhão de Exposições, conjuntamente (neste caso, este ficará longe dos auditórios e você necessitará criar estímulos para a visitação como pôsteres, coffee-breaks, agência de viagens, estande da entidade promotora). Agora, se você pretende realizar congressos até, digamos, 1.200 pax, o hotel é perfeito. Acima disto, repito, você vai ter que analisar, com muito cuidado, todos os espaços oferecidos e as disponibilidades para hospedagem. Quanto à qualidade geral do hotel, incluindo os moderníssimos elevadores (que oferecem a data e os horários digitais), não há qualquer reparo a ser feito. Trata-se de equipamento da mais alta qualidade e que interage com o belo projeto arquitetônico, a decoração leve, com ótima combinação de cores, enfim, um conjunto que passa aos hóspedes agradável sensação estética. Finalmente, quanto aos serviços, como em todo grande hotel, localizado em cidade não muito grande, é preciso um pouco de paciência, nesta fase inicial. Com certeza, a tradição dos Vezozzo na capacitação do seu pessoal, dentro de pouco tempo, vai se repetir, também neste belo hotel de Atibaia.
30/11/-0001
FIFA escolhe o Costão do Santinho para sediar o Congresso de Técnicos
Resort receberá cerca de 350 pessoas e será o palco de um dos mais importantes eventos do calendário pré-Mundial, no dia 20 de fevereiro de 2014.
Newsletter
Receba as novidades