Canais
Entidades
publicado em 11 de junho de 2013 - 12h 2

Setor hoteleiro esclarece sobre tarifas de hospedagem nos grandes eventos

Setor hoteleiro esclarece sobre as tarifas dos meios de hospedagem durante a Copa das Confederações e a Copa do Mundo

Da Redação

Graças a investimentos privados da ordem de 7 bilhões de reais feitos pelo setor, não existe hoje gargalo no parque hoteleiro do Brasil e o país está preparado para hospedar os turistas que assistirão à Copa das Confederações e à Copa do Mundo. Novos hotéis foram construídos pela iniciativa privada, que também se preocupou e arcou com a capacitação e a qualificação da mão de obra.

A hotelaria contribui com o país gerando cerca de um milhão de empregos diretos e indiretos. Para cada R$ 1,00 em circulação no setor, R$ 1,80 são gerados na economia, mesmo em condições macroeconômicas que ainda estão distantes daquelas encontradas em países mais competitivos.

Dentro desse contexto, as entidades ligadas ao setor hoteleiro vêm mais uma vez a público esclarecer a população brasileira acerca dos preços praticados pelos meios de hospedagem no país, mais notadamente durante os grandes eventos que se aproximam. O setor entende que alguns valores que foram recentemente divulgados como praticados por alguns meios de hospedagem não refletem a realidade da média de preços praticados pela maioria dos hoteleiros do país, mesmo dentro de uma realidade de mercado regida pela oferta e procura.

As tarifas hoteleiras praticadas durante os eventos em questão foram comercialmente negociadas pela MATCH Services (empresa oficial da FIFA para assuntos relacionados a acomodações nos campeonatos mundiais de futebol) diretamente com os hotéis selecionados e estão disponíveis para consulta no site da empresa (www.match-ag.com). Elas se encontram dentro de uma margem perfeitamente aceitável e justa, levando em conta o padrão dos hotéis, qualidade dos serviços, localização e a alta demanda gerada pelos próprios eventos. Eventuais distorções podem estar fora desse contexto que engloba grande parte dos empreendimentos hoteleiros envolvidos.

O setor hoteleiro brasileiro certamente estará empenhado em receber com excelência o turista que vier ao país nos grandes eventos. Apenas a qualidade leva à fidelização dos clientes. O segmento seguirá investindo no aperfeiçoamento dos serviços e na sua própria expansão, ciente de que o retorno é uma conquista que se dá no longo prazo e não apenas em oportunidades sazonais.

Assinam esta nota:

FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (www.fohb.com.br)

FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (www.fnhrbs.com.br)

ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (www.abih.com.br)

Resorts Brasil (http://www.resortsbrasil.com.br)

Fonte: B4T

Veja também:

06/05/2021
ALAGEV oficializa posse do Novo Conselho Diretor
Encontro virtual reuniu os 12 conselheiros e a diretoria da Associação para alinhar as expectativas e compromissos da entidade para os próximos dois anos
05/05/2021
Guarujá CV&B aposta na comunicação personalizada e segmentada
Economapas: radar de negócios na palma da mão do Visite Guarujá
03/05/2021
Vinicius Lummertz mostra protagonismo de São Paulo
Em mais uma edição online do Fórum de Temas Nacionais FTN ADVB, na manhã de 29/04/2021, coube ao secretário de Turismo, Vinicius Lummertz, conduzir palestra intitulada ‘O papel do Turismo na retomada econômica do Estado de São Paulo’. Na moderação, o presidente executivo do SPCVB – Visite São Paulo, Toni Sando. Evento contou com audiência de 927 pessoas, entre dirigentes públicos e lideranças municipais, profissionais de turismo, de vendas e marketing, associados da ADVB SP.
03/05/2021
Abracorp lança campanha de valorização das TMCs
Hoje, dia 3 de maio de 2021, às 11h00, a Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas exibirá vídeo com duração de 1’35” nas redes sociais da entidade: Facebook, Instagram e YouTube. A peça inaugura campanha de valorização dos serviços prestados pelas Travel Management Companies.
Newsletter
Receba as novidades