Canais
Líderes da Indústria de Eventos
publicado em 04 de fevereiro de 2019 - 19h19

Falece Paulo Gaudenzi, Operário do Turismo

O sepultamento do ex-secretário de Turismo e Cultura da Bahia e atual vice presidente da Salvador Destination, Paulo Gaudenzi, acontece nesta terça-feira, 5, às 16 horas, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. O velório acontece nesse mesmo dia, a partir das 8 da manhã.

Sergio Junqueira Arantes

Gaudenzi Paulo Gaudenzi - Foto: Divulgação
Personagem singular, apaixonado pelo turismo, com propostas originais, Paulo Renato Dantas Gaudenzi mudou o turismo e criou um novo modelo de gestão na cultura do Estado da Bahia. Isso nos anos 70.

Uma das figuras mais marcantes, conhecidas e queridas do turismo brasileiro, foi secretário de Turismo da Bahia no período 1979/2005 e, quando de sua despedida, escreveu uma carta de despedida na qual pontua dados que podem servir de parâmetro para demonstrar a importância e os resultados de seu trabalho.

Em 1979, apenas 1,05 milhões de visitantes nacionais vieram à Bahia, enquanto 5,20 milhões o fizeram em 2005 (393,5%). Em 1979 os visitantes contribuíram com uma receita de U$59,94 milhões, enquanto em 2005, geraram U$1.188,98 milhões (1.883%). Auspiciosa, também, foi o aumento da capacidade da oferta hoteleira que passou de 6.764 em 1979, para 32.350 leitos em 2005 (378%). Todavia o salto mais significativo ocorreu no fluxo de visitantes estrangeiros: enquanto em 1979 recebemos do exterior apenas 5.566 visitantes, em 2005 fomos visitados por 340.833 pessoas (6.023%)


Mais não é necessário dizer ou explicar.

Gaudenzi Paulo Gaudenzi com o governador Antonio Carlos Magalhães e o ministro Marcílio Marques Moreira

Nascido na musical Salvador, no bairro da Piedade, Gaudenzi construiu uma carreira aos poucos. Operário do Turismo - como o titulo de seu livro sobre turismo – inicialmente formou-se em economia pela Universidade Católica de Salvador, com licenciatura em história.

Gaudenzi Paulo Gaudenzi durante posse da Academia Brasileira de Eventos
Paulo viajou por dezenas de países, França, Suíça, Rússia, Portugal, Espanha, Peru, Estados Unidos, Oriente, ele perdeu as contas do número de viagens que já fez. “Certa vez, quando participei de um evento direcionado a lideres estudantis nos Estados Unidos, decidi voltar num voo pela rota do Pacífico e saltar no Peru, e fazendo o resto do trajeto para o Brasil por via terrestre”. Seu companheiro nesta aventura foi Sergio Amaral, que depois tornou-se embaixador e foi Ministro da Indústria e Comércio. Mesmo depois de casar-se (1970) continuou suas viagens, em 1973 foi para a França estudar, fazendo dourado em turismo, em Provence.

Sua ligação com o mundo das viagens começou muito cedo. Aos 14 anos já viajava sozinho pelo Brasil. “Meu pai acreditava que viajar era uma extensão da escola, ou seja, também uma forma de aprendizado. Naquela época não era como é hoje e se podia ir para qualquer lugar e, com apoio do meu pai, também aprendi desde cedo a preservar amizades e parcerias”.


Em 1971, durante o governo Antonio Carlos Magalhães, começou o trabalho de Gaudenzi em prol do desenvolvimento e consolidação do destino Bahia, com a implantação de hotéis, centro de convenções, investimento e infraestrutura, saneamento básico e construção de estradas. Trabalhou como secretário de Turismo até 2005, com diversos governadores, como Antonio Carlos Magalhães, Paulo Souto e Cesar Borges. Os resultados da gestão de Gaudenzi estão espalhados por todo o Estado, que oferece dezenas de produtos turísticos diferentes nas prateleiras das agências de viagens do mundo, com opções para todos os gostos, desde o turismo de sol e praia, até o cultural, passando pelo ecoturismo, esportes radicais, aventura e evento.

 Paulo Gaudenzi durante posse na cadeira 7 da Academia Brasileira de Eventos e Turismo
Homenageado como Grand Prix Prêmio Caio em 2007, no ano anterior foi eleito para a Academia Brasileira de Eventos e Turismo. Na oportunidade, Gaudenzi disse: “continuarei vindo a São Paulo para as reuniões do Colégio Acadêmico e me engajando para contribuir com o setor. Pretendo proferir palestras, escrever livros e atuar como consultor em todo país, principalmente em Salvador e São Paulo”.

No momento que Paulo Gaudenzi nos deixa, só nos resta relembrar e confirmar as palavras de sua Carta de Despedida:

Após uma longa vida de dedicação ao turismo de nossa querida Bahia, com o sentimento do dever cumprido, venho manifestar meus sinceros agradecimentos ao companheiro amigo que, durante boa parte desta trajetória , partilhou comigo o melhor de meus esforços, com vista ao engrandecimento de nosso turismo, no permanente esforço para legar à Bahia uma atividade turística autossustentável, capaz de prover melhores condições de vida à sua população”.

Saudades!!!

Gaudenzi Paulo Gaudenzi recebe o Jacaré do Grand Prix Prêmio Caio de Eduardo Sanovicz, Caio Luiz de Carvalho e Roosevelt Hamam


  • O sepultamento do ex-secretário de Turismo e Cultura da Bahia e atual vice presidente da Salvador Destination, Paulo Gaudenzi, acontece nesta terça-feira, 5, às 16 horas, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. O velório acontece nesse mesmo dia, a partir das 8 da manhã.



Veja também:

28/09/2020
Eraldo Alves da Cruz falece no Dia Mundial do Turismo
Ex-presidente da ABIH Nacional e diretor da Cetur da CNC, Eraldo era titular da Cadeira 15 da Academia Brasileira de Eventos e Turismo
25/11/2019
CEO da Eventos Expo Editora faz palestras temáticas
As atividades do idealizador e diretor do Prêmio Caio, Sergio Junqueira Arantes, incluem talento e habilidade como palestrante.
02/11/2019
Sérgio Junqueira Arantes se destaca na Print Summit
Palestra concentrou-se na provocação temática ‘Morte do impresso é fake news’.
03/10/2019
Salvador Destination homenageia Paulo Gaudenzi e confirma 99 eventos para a capital baiana
Entidade já tem outros 18 congressos agendados até 2024. Números foram apresentados em evento que comemorou o Dia Mundial do Turismo.
Newsletter
Receba as novidades