Canais
Tendências e Estudos
publicado em 01 de outubro de 2018 - 23h21

Confira o relatório 133 do InFOHB

No mês de agosto, os resultados consolidados registraram acréscimos nos três indicadores.

Da Redação

O FHB apresentou ontem a 133ª Edição do InFOHB – informativo desenvolvido mensalmente pelo FOHB – que exibe e analisa os resultados estatísticos da hotelaria no país. Esta edição traz os dados de desempenho de agosto de 2018 em comparação ao mesmo período de 2017. A análise contou com amostra de 467 hotéis de redes associadas, responsáveis pela oferta de 73.047 unidades habitacionais (UHs).

No mês de agosto, os resultados consolidados registraram acréscimos nos três indicadores, sendo: 8,2% na taxa de ocupação; 1,5% na diária média; e 9,9% no RevPAR.

Na performance por região, a taxa de ocupação revelou leva queda no Nordeste (-0,2%), mas incrementos em todas as restantes: 7,4% no Sul; 9,4% no Sudeste; 9% no Centro-Oeste; e 16,3% no Norte. Na diária média, houve queda apenas no Sul (-2,7%), mas aumentos em todas as outras: 0,5% no Norte; 1,8% no Centro-Oeste; 2,1% no Sudeste; e 4,8% no Nordeste. Por fim, o RevPAR revelou resultados positivos em todas as regiões: 4,5% no Sul; 4,6% no Nordeste; 11% no Centro-Oeste; 11,7% no Sudeste; e 16,9% no Norte.

Na análise de desempenho por categoria hoteleira, resultados positivos em todas as categorias. Na taxa de ocupação, aumentos de 7,9% no Econômico, 8% no Midscale e 9,5% no Upscale. Na diária média, acréscimos de 0,8% no Econômico, 1% no Midscale e 2,7% no Upscale. No RevPAR, incrementos de 8,8% no Econômico, 9,1% no Midscale e 12,4% no Upscale.


ACUMULADO DO ANO

Janeiro a Agosto de 2018

Para o acumulado de janeiro a agosto, o InFOHB considera para o estudo 422 hotéis das redes associadas, responsáveis por 66.534 unidades habitacionais (UHs). Nos resultados consolidados em comparação com 2017, incrementos nos três indicadores: 5,9% na taxa de ocupação; 1,6% na diária média; e 7,6% no RevPAR.

Quanto à análise por região, a taxa de ocupação registrou acréscimos em todas as regiões, variando entre 4% no Sul e 21,1% no Norte. Para a diária média, somente a região Norte expressou variação negativa, com queda de -2,7% em relação a 2017. As demais regiões oscilaram positivamente entre 0,4% no Sudeste e 4,8% no Nordeste. Já no RevPAR, variações positivas em todas as regiões: 4,4% no Sul; 7,5% no Sudeste; 9,2% no Centro-Oeste; 10,3% no Nordeste; e 17,8% no Norte.

Na análise de desempenho por categoria hoteleira, resultados positivos em todas as categorias. Na taxa de ocupação, aumentos de 4,5% no Econômico, 1,4% no Midscale e 6% no Upscale. Na diária média, acréscimos de 7,7% no Econômico, 0,8% no Midscale e 8,6% no Upscale. No RevPAR, incrementos de 5,3% no Econômico, 3,1% no Midscale e 8,6% no Upscale.


Fonte: assessoria

Veja também:

12/01/2019
Destaque na CES 2019, assistentes virtuais mudarão relações de consumo e estratégias de vendas e marketing
Marcelo Trevisani, CMO da CI&T, afirma que em um futuro não muito distante conversaremos muito com nossas máquinas e a voz vai nos salvar dos celulares.
16/10/2018
54% dos profissionais de vendas e marketing acreditam que as condições da economia pioraram
Pesquisa ADVB/FIPE aponta queda na confiança na economia brasileira e aumento do pessimismo no 2º trimestre.
26/09/2018
Pesquisa de vendas da Abracorp mostra crescimento de 11,9% no 2º trimestre
Movimentação foi processada, medida e apurada pelo BI- Inteligência de Dados Abracorp.
24/09/2018
Avanços na tecnologia digital oferecem vantagens aos aeroportos
Novo relatório da Arthur D. Little destaca necessidade de colocar a transformação digital como prioridade estratégica para reduzir custos.
Newsletter
Receba as novidades