Canais
Pesquisa
publicado em 02 de fevereiro de 2018 -  0h 8

Mercado de viagens corporativas cresce 6,6% em 2017

Os dados consolidados da pesquisa de vendas da Abracorp, na comparação entre 2016 e 2017, apresentaram variação positiva de 6,6%.

Da Redação

O volume financeiro saltou de R$ 10.714.409.733 para R$ 11.424.394.532. Dos 12 segmentos pesquisados, destaque para a recuperação do aéreo: o nacional cresceu 9,9% e o internacional 22%. Juntos, perfizeram avanço de 15,1%, de um exercício para outro.

Enquanto o aéreo doméstico evoluiu de R$ 4.052.426.498 para R$ 4.454.930.402, o internacional passou de R$ 3.068.082.091 para R$ 3.742.105.281. Embora bem menos representativo, em termos absolutos, o segmento de transfers cresceu 31,9% - R$ 30.716.090 em 2016 e R$ 40.529.867 em 2017. O mesmo se deu com o item ‘cartão assistencial’, que avançou 30% (de R$ 10.284.070 para R$ 13.365.821).

A GOL Linhas Aéreas liderou o desempenho no mercado doméstico, em faturamento: cresceu 12,9%, passando de R$ 1.237.775.536 em 2016 para R$ 1.397.940.331 em 2017. Em termos nominais, a Avianca avançou 26,5% (evoluiu de R$ 394.718.475 para R$ 499.460.714). A Azul subiu 5,9% (de R$ 1.183.018.777 para R$ 1.253.323.289). E a TAM cresceu 4,1% nas vendas, passando de R$ 1.195.023.451 para R$ 1.244.311.602.A tarifa média do aéreo doméstico aumentou 4,8%.

A TAM liderou as vendas do aéreo internacional. Cresceu 12,6% - passou de R$ 590.345.451 para R$ 664.623.852. Em bilhetes vendidos, cresceu 10,6% - de 181.931 em 2016 para 201.206 em 2017. A American faturou 17,7% a mais (de R$ 374.308.680 para R$ 440.580.845). E a Airfrance/KLM registrou crescimento nominal de 39,5% - passou de R$ 244.695.987 para R$ 341.276.679.

Hotelaria recua

Os meios de hospedagem doméstico e internacional, juntos, registraram redução de vendas em 4,6%, na comparação dos dois exercícios. Ou seja: o recuo foi de R$ 2.367.418.361 para R$ 2.257.632.204. Em separado, a hotelaria nacional decaiu 5,3% (de R$ 1.955.380.200 para R$ 1.852.262.118). E a internacional recuou 7,7% (de R$ 412.038.161 para R$ 380.715.728).

Em diárias vendidas, os independentes evoluíram 4,6% (de 3.920.753 em 2016 para 4.099.717 em 20170. A Rede Accor oscilou 5% (de 1.049.722 diárias em 2016 para 1.102.473 em 2017). Embora com menor volume, a Blue Tree Hotels cresceu 13,3% em venda de diárias - saltou de 213.727 em 2016 para 242.139 em 2017. A diária média da hotelaria nacional regrediu 6,7%, na comparação.

Cabe destacar que o agrupamento dos hotéis independentes, detentor do maior faturamento na hotelaria nacional, sofreu variação negativa de 0,1% de um exercício para outro. Faturou R$ 726.090.464 em 2016 e R$ 725.090.565 em 2017. O Bourbon registrou crescimento de 21,2%, passando de R$ 23.444.206 para R$ 28.402.763.

Na hotelaria internacional, apenas o agrupamento dos independentes registrou resultado positivo. Cresceu 7,2% na venda de room nights (de 284.687 para 305.125). E 7,4% em faturamento (de R$ 149.008.332 para R$ 160.022.942). As demais redes apresentaram resultados negativos.

Locação nacional, internacional e transfers

Enquanto a locação doméstica recuou 9% (de R$ 168.758.566 para R$ 153.593.413), a internacional caiu 10% (de R$ 36.644.795 para R$ 32.983.076). Localiza e Movida lideraram em venda de diárias e faturamento. A Localiza cresceu 0,2% em venda de diárias (de 913.317 para 915.089), enquanto apresentou oscilação quase zero em faturamento (de R$ 86.583.131 para R$ 86.555.918). A Movida caiu 0,9% na venda de diárias (de 519.078 para 514.637) e -7% em faturamento (de R$ 39.593.582 para R$ 36.813.948.Já o segmento de transfers cresceu 31,9%, em números absolutos. Foi de R$ 30.716.090 para R$ 40.529.867.

Veja também:

18/06/2018
São Paulo é o principal destino dos brasileiros nas férias de julho
Segundo levantamento da ViajaNet, do total de compras de passagens aéreas para o recesso escolar a capital paulista é a preferida, seguida por Fortaleza, Porto Alegre e Brasília.
16/06/2018
Turismo reativa contratações nos primeiros quatro meses de 2018
Foram criados 2.477 novos empregos em abril que contribuíram para um saldo positivo de 2.762 postos de trabalho neste ano.
31/05/2018
Paraty tem incremento de 250% na Contribuição ao Turismo Sustentável
Levantamento foi realizado pelo Paraty Convention & Visitors Bureau (Paraty CVB).
29/05/2018
Setor de Franquias cresce e gera mais de 1,1 milhão de empregos
Hotelaria e Turismo, com 14,9% no faturamento, e Serviços e Outros Negócios, com 9,3%, foram os segmentos que mais cresceram de janeiro a março deste ano.
Newsletter
Receba as novidades