Canais
Políticas do Turismo
publicado em 28 de fevereiro de 2018 -  3h 9

Apesar de tudo, o Rio de Janeiro reage

Rio CVB divulgou comparativo entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2018 com números excelentes.

Da Redação

Depois dos grandes eventos realizados na cidade e de toda a expertise e infraestrutura por eles deixadas, investir num forte calendário de eventos parecia uma boa saída para aproveitar os investimentos feitos para a Copa do Mundo e a Olimpíada e ampliar a receita da cidade do Rio.

Foi pensando nisso que empresários se uniram a órgãos públicos para criar um calendário fixo de eventos na cidade, o “Rio de Janeiro a Janeiro”. Mais de 100 projetos foram aprovados e ainda há outros em avaliação. A expectativa é que este calendário aumente em 20% o fluxo de turistas, gerando R$ 6,1 bilhão na economia do Estado e criando 170 mil empregos.

A aposta faz todo sentido. No ano passado, só o Rio Open teve um impacto econômico de R$ 98,6 milhões. A Maratona do Rio, sozinha, traz cerca de 122 mil turistas. Se só um ou dois eventos tem este impacto na economia e no mercado de trabalho, imagine 100 deles.

O Rio CVB divulgou um comparativo dos números do setor entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2018, e os números dão razão para o clima de otimismo que ressurge, com a expectativa realista de que o segmento deve crescer muito nos próximos meses no Rio.

  • Os Eventos Confirmados foram 63 em janeiro de 2017 e 152 em fevereiro de 2018
  • A Receita com esses Eventos foi de US$ 368 milhões em janeiro de 2017 e de US$ 580,8 milhões em fevereiro de 2018
  • O ISS recolhido com esses Eventos foi de US$ 18,41 em janeiro de 2017 e de US$ 29,04 milhões em fevereiro de 2018
  • O número de Participantes nesses Eventos foi de 313.050 em janeiro de 2017 e de 770.735 em fevereiro de 2018

Fonte: Assessoria

Veja também:

25/06/2018
MTur quer reforçar chegada de viajantes do Qatar ao Brasil
Uma das medidas é defender a facilitação de vistos para o ingresso de visitantes do Qatar no Brasil.
25/06/2018
Embratur apoia concessões de serviços em parques nacionais
O número de visitantes em parques nacionais deve aumentar 11,5% neste ano.
22/06/2018
Prefeito apresenta projetos para o Prodetur-Turismo em Foz
Município recebeu o Selo Turismo, garantindo prioridade aos projetos de financiamento.
12/06/2018
Acordo garante investimentos de R$ 5 bi anunciados para o turismo
A previsão é de mais infraestrutura, além da geração de 9 milhões de empregos diretos e indiretos.
Newsletter
Receba as novidades