Canais
SXSW2018
publicado em 11 de março de 2018 -  0h32

SXSW2018 - A desigualdade é nossa criptonita

Para a gente aqui da Hub Brasil, o SXSW 2018 começou bem animado.

Da Redação

A diretora da HUB Brasil Julia Fregona está na SXSW e compartilha conosco sua experiência no evento.

Logo pela manhã, participamos de uma discussão sobre o futuro das marcas em uma sociedade cada vez mais preocupada com sua forma de consumo. O painel “Sustainability or bust”, explorou o tema da sustentabilidade como pilar principal para uma estratégia de marca transparente e lucrativa, apoiada nos conceitos de economia circular, autenticidade e co-creation entre marcas e a comunidade. Vale conferir a marca Tuulikki de Helena Dunn, uma das participantes do painel.

Em uma sala ao lado, a psicoterapeuta Esther Perel discursou para uma sala lotada preceitos sobre os relacionamentos que vivemos nos dias de hoje. Entre temas polêmicos, a psicoterapeuta discutiu conceito de monogamia, o futuro das relações e a necessidade de termos diálogos frequentes e profundos, em um mundo que celebra cada vez mais a diferença.

 Tim O’Reilley

O nosso dia terminou com um keynote ministrado por Tim O’Reilley discutindo sobre o futuro da tecnologia nas nossas vidas. Em uma visão otimista da relação humanos vrs máquinas, Tim deixou claro que a tecnologia é nosso super poder, mas a desigualdade é nossa criptonita. Precisamos enxergar as inovações tecnológicas como oportunidades de mudanças e nunca como ameaças para as nossas vidas. Dica: ficamos morrendo de vontade de ler o livro do Tim, chamado What is the future and why it’s up to us.

Equipe Hub Brasil

Instagram: @plugandchange

Facebook: @hubbrasil



Veja também:

18/03/2018
Avantgarde São Paulo destaca o melhor do SXSW 2018
Inspiração e conexão. Essas são as palavras que a Avantgarde São Paulo, agência de comunicação global focada em proporcionar experiências entre marcas e consumidores, aposta para futuro.
16/03/2018
Day Four: maior delegação brasileira da história, novas perspectivas e a certeza de que 2019 será ‘louco’
Durante meus dias em Austin, conversando com novos frequentadores e velhos conhecidos da casa, pude perceber como o SXSW tem apostado em seu próprio crescimento. Com isso, passou de um festival com foco exclusivamente na música para um evento plural em todos os aspectos e com múltiplos objetivos no que diz respeito à criatividade – seja ela aplicada ao mundo dos negócios, seja para o mundo do entretenimento.
13/03/2018
Day Three: a busca pelo app de US$1 mi e uma manhã repleta de lendas da indústria da música
O SXSW é um fantástico celeiro de novidades, com excentricidades saltando à sua vista, por onde quer que você olhe. Mas é também um negócio bastante lucrativo. Em busca da glória, dúzias de startups estão na cidade atrás de seus benfeitores. Muitas estão na pauta oficial do festival; porém existe um ecossistema bem paramentado “correndo por fora”.
13/03/2018
Blues Idea participa do SXSW 2018, em Austin, no Texas (EUA)
Agência de Campinas, vencedora do prêmio Profissionais do Ano, vai em busca de inovações
Newsletter
Receba as novidades