Canais
Entidades
publicado em 22 de novembro de 2018 - 17h33

Braztoa e Proteção Animal Mundial juntas em prol do turismo consciente com animais silvestres

Há um movimento crescente que exige que os animais silvestres não sejam mais usados como entretenimento.

Da Redação

A Braztoa - Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, reconheceu com a Menção Honrosa Internacional do último Prêmio Braztoa de Sustentabilidade a Proteção Animal Mundial (World Animal Protection) que atua em prol do turismo consciente com animais silvestres. Com essa ação, o objetivo da Braztoa é identificar e divulgar iniciativas internacionais que sirvam de referência para uma gestão mais responsável do turismo.

“Estamos sempre atentos às tendências de mercado e aos impactos gerados pela atuação de nossos membros. A Proteção Animal Mundial é uma referência na área e, por meio desta parceria, poderemos orientar melhor as associadas a respeito das melhores práticas nas experiências que envolvem atividades com animais silvestres”, afirma Mônica Samia, CEO da Braztoa.

Isso aconteceu pouco antes de serem anunciados os resultados de uma pesquisa realizada em colaboração com a Universidade de Surrey. O estudo analisa 62 associações de viagens de grande porte e aponta que cerca de 90% delas sequer oferecem orientações sobre o bem-estar animal a empresas de viagens associadas. Ao redor do mundo efetivamente muito pouco está sendo feito para evitar a crueldade com a vida silvestre no turismo.

Para que o entretenimento com animais silvestres seja possível, em todo o mundo mais de 550 mil animais são retirados de seu habitat natural e submetidos a uma vida em cativeiro, passando por diversos tipos de maus-tratos físicos e psicológicos, além dos impactos em conservação. Há também grandes riscos de saúde e segurança para os turistas que participam de atrações desse tipo, incluindo casos de viajantes que são atacados por animais todos os anos durante interações como selfies, natação e contato com golfinhos, botos e elefantes.

Entre os resultados apurados pela Universidade de Surrey, estão:

• Apenas 21 das 62 associações de viagens pesquisadas contam com página sobre turismo sustentável em seus sites

• Destas 21 associações, apenas seis falam sobre o bem-estar animal

• Das seis, apenas três associações de turismo oferecem o que os pesquisadores definem como programas apropriados de bem-estar animal. As três associações são: ABTA (maior associação de viagens do Reino Unido), ANVR (Associação Holandesa de Agentes de Viagens e Operadores Turísticos) e GSTC (associação global que desenvolve e estabelece padrões para o turismo sustentável)

• Apenas uma das três associações de turismo (ANVR) monitora de alguma forma seus membros para verificar se implementam diretrizes de bem-estar animal ou não

• De forma alarmante, 16 associações exibem ativamente em seus sites fotos de passeios promocionais que usam animais silvestres como entretenimento para turistas, quase sempre permitindo a interação direta com os turistas

Há um movimento crescente que exige que os animais silvestres não sejam mais usados como entretenimento. Mais de 1,6 milhão de pessoas e mais de 200 empresas de turismo apoiaram e assinaram compromisso com a Proteção Animal Mundial por um turismo de fauna silvestre responsável. Isso sinaliza que há uma demanda enorme para eliminar as atrações cruéis com vida silvestre, como passeios em elefantes, natação com botos e golfinhos e selfies com diferentes espécies (tigres e bichos-preguiça, por exemplo).

“Hoje, no mundo, o turismo de fauna silvestre responsável ainda pode crescer muito, e a aproximação da Braztoa sinaliza essa intenção de mudança de comportamento pelas empresas de turismo. Acreditamos que os turistas podem ter experiências incríveis sem interferir no comportamento dos animais silvestres, apenas observando-os na natureza”, declara João Almeida,gerente de vida silvestre da Proteção Animal Mundial.

Fonte: assessoria

Veja também:

20/04/2019
FBHA esclarece mudanças na Lei Geral do Turismo
O texto-base do projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados e agora seguirá para a apreciação do Senado Federal.
20/04/2019
Alexandre Sampaio fala sobre tendências e projetos em 2019
O Jornal FESTURIS entrevistou o empresário sobre a projeção para o ano de 2019 e um balanço sobre 2018.
17/04/2019
BRAZTOA e VISITE SÃO PAULO se reúnem para estruturar parceria
União visa ao projeto STOPOVER São Paulo. Associadas à entidade formatarão viagens e produtos para atrair e reter turistas na cidade .
16/04/2019
II Fórum Nacional de Hotelaria anuncia os primeiros palestrantes
Perspectivas econômicas e pensamento disruptivo serão alguns dos temas abordados.
Newsletter
Receba as novidades