Canais
Sustentabilidade
publicado em 19 de agosto de 2021 -  9h17

COP26, e agora?

Matt Gray, da EventDecision, descreve algumas ações necessárias para tomar melhores decisões de sustentabilidade na indústria de eventos,

Paul Colston
 Matt Gray
Matt Gray, da EventDecision, descreve algumas ações necessárias para tomar melhores decisões de sustentabilidade na indústria de eventos,

Nos próximos três meses, veremos muito sobre sustentabilidade.

Assistiremos enquanto os governos anunciam metas e políticas ambiciosas, enquanto os cientistas divulgam algumas estatísticas terríveis - e marca após marca lançam suas campanhas de sustentabilidade ao consumidor.

Agências grandes e pequenas se esforçarão para criar e entregar eventos em rede neutra, construindo de volta mais verde, melhor e inovativamente sustentável.

Por quê?

No início de novembro, a reunião da COP26 acontece em Glasgow. COP significa Conferência das Partes e é sua 26ª reunião. Estaremos ouvindo sobre os objetivos do Acordo de Paris e da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima. E o que o mundo precisa fazer daqui para frente.

Este é um grande negócio.

Quase três quartos da economia mundial estão agora cobertos por metas líquidas de zero. As principais mudanças incluem a energia limpa sendo agora a fonte de energia mais barata na maioria dos países e muitos dos fabricantes de automóveis do mundo estão mudando para EV e modelos híbridos. Esta é claramente uma boa notícia. Ainda assim, há muito mais trabalho a ser feito, pois o setor de eventos está ciente disso.

Como os eventos podem contribuir?

Devido às demandas do público, da indústria, dos investidores e das partes interessadas, nossa indústria está sob pressão para levar adiante uma agenda sustentável. Isso é bem-vindo - afinal, outras indústrias, como a automotiva, estão significativamente à nossa frente.

Eventos não tem uma estrutura regulatória e a percepção de 'eu estava lá' de alguns grandes eventos presenciais só muito recentemente foi forçada a mudar.

Muitas organizações surgiram para promover a agenda sustentável no planejamento de eventos. Focalizando principalmente o aspecto ambiental da entrega de eventos, eles variam de empresas que apoiam a reutilização de material promocional do evento a associações do setor sem fins lucrativos, forças-tarefa e 'líderes de sustentabilidade' em praticamente todas as marcas e agências.

Todos os Pedidos de Proposta emitidos por empresas e associações passam a incluir seções dedicadas à sustentabilidade dos serviços solicitados.

Não menos importante, o choque repentino da Covid-19 empurrando toda a indústria para o mundo digital em poucos meses - agora nos apresentando a maior oportunidade de todas de incluir sustentabilidade em nossas próprias tomadas de decisão. Podemos fazer isso com resultados extremamente positivos para as marcas que representamos.

E agora?

Compradores, por favor, prestem atenção aos conselhos de consultores de sustentabilidade. Eles estão lá para ajudá-lo a tomar melhores decisões na entrega de eventos com emissões associadas reduzidas. Existem protocolos emergentes e orientações para sua indústria ou setor específico.

Centro de Convenção, trabalhe para alcançar essas credenciais ambientais tão importantes. Enquanto antes, nossos clientes estavam olhando apenas para localização, disponibilidade e preço, cada vez mais suas credenciais verdes contarão para melhores decisões do lado do cliente.

Agências - você é a força motriz criativa. Aumente o envolvimento ao vivo e online e continue oferecendo a mais incrível variedade de eventos cativantes - mas de forma sustentável.

Então, o que está faltando?

O que ganhamos se tudo isso não for medido ? Medir eventos nem sempre é simples. Cada evento, local, destino, país e cadeia de abastecimento terá perfis de emissões extremamente variados. Relatar de maneira significativa pode ser problemático.

No entanto, já existe uma unidade de medida aceita, na maioria das vezes, toneladas de CO2; e o comportamento do público em uma ampla gama de eventos pode ser previsto com precisão.

A maioria de nós tem previsto o comportamento do público há anos em processos de planejamento mais tradicionais. Festivais, shows, esportes, conferências, kick offs, treinamentos, lançamentos de produtos e vivenciais; local, regional e global. Há muita experiência em nosso setor sobre como esses grupos se comportam. Portanto, podemos fazer cálculos significativos quanto ao consumo desses públicos nos eventos.

Portanto, podemos prever o comportamento dos participantes e calcular o impacto de sustentabilidade desses comportamentos.

Agora, os planejadores de eventos podem fazer escolhas significativas em termos de sustentabilidade. Temos outro critério aceito no mix de planejamento; em eventos presenciais e virtuais.

Podemos medir o efeito de nossas decisões, no estágio inicial de planejamento. Vamos trabalhar juntos para tomar decisões melhores e esperar que os políticos em Glasgow o façam também.

Matt Gray é o diretor da EventDecision - ajudando os planejadores a tomar melhores decisões.

_________________________________________

PUBLICADO SOB LICENÇA MASH MEDIA. CONFERENCE & MEETING WORLD DIGITAL. DIREITOS RESERVADOS. TEXTO ORIGINAL EM INGLÉS ESTÁ EM WWW.C-MW.NET


Veja também:

15/10/2021
Accor se junta à rede global de sustentabilidade, a Sustainable Hospitality Alliance
A Accor se junta à Sustainable Hospitality Alliance, uma organização global que reúne empresas de hospitalidade e usa o poder coletivo da indústria para enfrentar os principais desafios que vem afetando o planeta.
24/09/2021
Adobe e Gerando Falcões se unem sobre o papel da tecnologia no combate à desigualdade social
Federico Grosso, general manager da Adobe Latam, entrevista o CEO e fundador da Gerando Falcões, Edu Lyra, sobre estratégias digitais para criar um marketing automatizado e orientado a dados visando obter mais resultados com doações
24/09/2021
Delta participa do Global Citizen e enfatiza ações para combater as mudanças climáticas
Neste sábado, 25 de setembro, a companhia estará no palco do Global Citizen Live para compartilhar sua mensagem de neutralidade de carbono e apresentar os esforços baseados na ciência para reduzir as emissões de gases de efeito estufa
23/09/2021
Prefeitura de São Paulo lança Virada ODS
O evento busca popularizar e engajar a população paulistana nos ODS da ONU para 2030.
Newsletter
Receba as novidades