Canais
HOTELARIA
publicado em 17 de setembro de 2018 - 16h 9

Meliá elimina plástico de seus hotéis

A interrupção gradual do uso de todo material feito de plástico não reutilizável na rede hoteleira já foi iniciada e deixará de gerar 15 toneladas de CO2.

Da Redação

Com mais de 370 hotéis em 43 países, a Meliá Hotels International acaba de anunciar que, ainda em 2018, todos os materiais feitos de plástico não reutilizável serão eliminados dos empreendimentos administrados pela rede. Com isso, anualmente, a rede deixará de gerar 15 toneladas de CO2 provenientes do tratamento de resíduos plásticos descartados pelas atividades dos hotéis da companhia. A decisão foi anunciada pelo vice-presidente e diretor executivo da Meliá, Gabriel Escarrer, durante sua participação em Assembleia Geral de Acionistas do Grupo. “A contaminação por plásticos é um desafio mundial que afeta todos os destinos. A melhor experiência dos nossos clientes deve ser compatível com o respeito ao planeta”, afirmou Escarrer.

O executivo apresentou dados que mostram o grande impacto dessa decisão. “Conseguiremos sensibilizar os quase 30 milhões de clientes que se hospedam conosco a cada ano. Além disso, somente em 2017 foram consumidas em nossos hotéis mais de 22 milhões de garrafas plásticas”, aponta. A rede criou e distribuiu um roteiro para que, ao longo dos próximos meses de 2018, todos os materiais plásticos, como garrafas, sacolas, porta-copos e canudos, sejam totalmente substituídos por materiais biodegradáveis ou ecológicos.

Gabriel Escarrer lembrou, ainda, que a Meliá é reconhecida pelo prestigiado índice Carbon Disclosure Project como uma das empresas líderes mundiais na luta contra as mudanças climáticas. “Este compromisso está integrado em nossa estratégia, com programas consolidados de eficiência energética nos hotéis e acordos com fornecedores para utilizar exclusivamente energia de fontes renováveis”, explica.

Escarrer destacou a importância de a indústria turística se mobilizar, pois, segundo o Global Risk Report, quatro dos cinco primeiros riscos que terão maior impacto nos próximos 10 anos estão relacionados à mudança climática, como os fenômenos climáticos extremos, desastres naturais e crises hídricas. “O turismo depende muito da sustentabilidade dos destinos, algo que sabemos muito bem na Meliá, uma empresa líder em turismo de lazer”, afirma.

#PorElClima

Dando continuidade às suas ações em prol do meio ambiente e da comunidade global, a Meliá Hotels International se uniu à #PorElClima, uma plataforma com iniciativa pioneira na Espanha que reúne pessoas, empresas e organizações que têm o mesmo objetivo: promover ações concretas para que o país cumpra seu compromisso de redução de emissões, como firmado, em 2015, no Acordo de Paris. Este acordo visa frear o aquecimento global, limitando a 1,5°C o aumento da temperatura da Terra, o que reduziria consideravelmente os riscos e o impacto das mudanças climáticas.

Para honrar seus compromissos com o meio ambiente, a companhia espanhola promove iniciativas para mitigar o impacto de sua atividade, preservar a biodiversidade, promover a gestão eficiente de recursos e resíduos e conscientizar todos os seus stakeholders. Neste último item, unindo-se à comunidade #PorElClima, a rede contribuirá para promover a conscientização ambiental entre seus diferentes públicos, com a disseminação de ações que ajudem a conter as mudanças climáticas.

Fonte: assessoria

Veja também:

11/06/2021
Desempenho da hotelaria no estado de São Paulo amarga dificuldades
Embora a taxa média de ocupação tenha registrado 20,44% no mês de abril de 2021 e indique crescimento, quando comparada aos pífios 7,31% registrado em abril de 2020 – a mais baixa média de ocupação da série histórica – em relação ao ano de 2019, pré-pandemia, representa queda real de ocupação correspondente a 70,06%.
07/06/2021
Hotel Transamerica São Paulo fecha temporariamente até dezembro
O Hotel Transamerica São Paulo anunciou nesta segunda-feira, dia 7, que paralisará suas operações ao público temporariamente, por conta da continuidade da pandemia da covid-19 e seu impacto nos negócios, como eventos e hospedagem.
02/06/2021
ABIH Nacional repudia fortemente parceria da Prefeitura do Rio de Janeiro com Airbnb
A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), em nome do presidente Manoel Linhares, vem a público manifestar sua total indignação e repúdio sobre notícia veiculada no jornal O Globo, neste final de semana, que divulga um acordo entre a Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e o Airbnb para impulsionar o turismo na retomada.
28/05/2021
INNSiDE Itaim inova mais uma vez com serviço de Room B-Day
Experiência possibilita uma comemoração de aniversário divertida, diferente e cumprindo protocolos do hotel
Newsletter
Receba as novidades