Canais
Sustentabilidade
publicado em 21 de janeiro de 2020 -  1h39

Sustentabilidade: o que diferencia cada marca?

Análise da Kantar mostra que um posicionamento coerente em relação ao meio ambiente torna marcas mais atrativas.

Da Redação

As preocupações ambientais estão cada vez mais nas narrativas de massa. Há uma percepção coletiva de que todos temos um papel a desempenhar na resolução dos problemas e isso está afetando diretamente o modo com que as marcas deverão encarar sua relação com o meio ambiente.

Segundo a análise da Kantar, Sustentabilidade – Assumindo a responsabilidade em 2020, essa é uma realidade percebida em diversos países e quando a marca tem um bom comportamento ambiental, isso pode aumentar sua atratividade. “O ‘poder’ do meio ambiente influenciará de maneira decisiva a escolha dos consumidores e os profissionais de marketing já entenderam esse movimento”, diz Karina Collenghi, gerente de contas da Kantar e especialista em NeedScope, uma solução que usa técnicas projetivas específicas e relacionadas aos arquétipos de Jung para poder desvendar a emoção por trás de uma marca.

E como as marcas podem demonstrar, na prática, esse engajamento? A análise mostra que nossas atitudes são definidas pela necessidade emocional de nos sentirmos conectados a um bem maior. Essa necessidade do consumidor é formada por três camadas:

- comportamento, como utilizar embalagens recicláveis ou reutilizáveis, ingredientes naturais, sem componentes químicos, e energia eficiente;

- necessidades sociais valorizar os produtos locais, caseiros, orgânicos e rebanhos criados livres;

- necessidades emocionais proteção, reconecção, equilíbrio, compartilhamento, apoio e respeito.

Portanto é importante que a marca se conecte nesses três níveis dos seus consumidores.

Diferenciação e posicionamento correto

O estudo da Kantar também dividiu os diferentes tipos de posicionamento dentro da psicologia analítica, divididos em cores – amarelo laranja, marrom, azul, roxo, vermelho - sendo possível diagnosticar as simbologias dentro das peças de comunicação, por exemplo.

Em qual emoção está o posicionamento da sua marca? Basta entender quais são as mensagens ambientais que capturam a emoção certa do seu público. Faça as escolhas certas para apoiar o posicionamento da sua marca e criar uma conexão mais profunda.

Confira:

- Ativista Destemido (vermelho): Existe um senso real de ser confiante e ousado nesse espaço e ter um grande impacto. Isso significa provocar e ultrapassar fronteiras. As propagandas se destacam e se posicionam. Ex: a Tesla desafia as normas da indústria automotiva avançando com a ideia do carro elétrico.

- Investidor influente (roxo): Existe aqui um senso real de superioridade, influência e sofisticação. As marcas operam nesse espaço através de status e prestígio. Eles não pedem desculpas por cuidar do meio ambiente sem comprometer a qualidade, status ou estilo. Ex: Stella McCartney.

- Planejador inteligente (azul): As marcas podem atuar nesse espaço destacando as evidências e mostrando sua expertise ambiental. Mas a mensagem aqui deve ter um tom mais discreto.

- Cuidador carinhoso (marrom): As marcas aqui devem adotar valores mais humildes, carinhosos. A ideia é voltar para o básico e viver de forma sustentável. Então, é essencial que as marcas aqui tenham fortes credenciais ambientas e que sejam autênticas na hora de falar sobre elas.

- Ajudante prático (laranja): Marcas que são bem-sucedidas nesse espaço são práticas, descontraídas e descomplicadas. Uma abordagem holística é essencial quando as escolhas de marcas podem se encaixar no dia a dia de forma natural. Escolhas que são práticas e boas para todos são importantes aqui. Ex: Coca-Cola

- Entusiasta otimista (amarelo): Aqui, as marcas expressam suas credenciais ambientais com diversão e humor. As marcas também podem buscar o apoio de consumidores através de eventos patrocinados e da construção de comunidades. Mas é importante manter o tom leve, esse não é um espaço para ser muito sério. Ex: Ben&Jerry’s.

“No centro da sustentabilidade ambiental contemporânea está um senso de responsabilidade pessoal de fazer mudanças, de agir de forma sustentável e de considerar o nosso impacto na Terra. As marcas precisam alinhar seus valores ambientais com as emoções certas”, afirma Karina “É necessário fazer escolhas assertivas para apoiar o posicionamento e criar uma conexão mais profunda. Cabe às marcas traduzir esses anseios em experiências únicas e confortáveis para seu target de consumidores”, completa.

Fonte: assessoria

Veja também:

03/03/2021
O que inovação tem a ver com diversidade e inclusão?
Vivemos tempos de mudança e empoderamento de classes sociais menos favorecidas até então. No entanto, cada vez mais vemos o combate ao preconceito contra pessoas com diferenças do chamado “padrão social”. E o que essa diversidade e inclusão têm a ver com inovação nas corporações?
09/12/2020
Iberostar define metas para alcançar neutralidade nas emissões de carbono até 2030
A empresa visa compensar o equivalente a 75% de suas emissões por meio de soluções de carbono azul
18/11/2020
Meliá conquista Selo de Direitos Humanos e Diversidade junto à prefeitura de SP
Reconhecimento foi obtido devido ao programa "Eu Também Sou Meliá", que promove a inclusão de jovens parentes dos colaboradores do grupo.
05/06/2020
Projeto arquitetônico de Gustavo Penna vence concurso para construção de memorial em Brumadinho
Espaço irá honrar memória das pessoas que tiveram suas vidas interrompidas pelo desastre, estimulando o convívio entre a comunidade.
Newsletter
Receba as novidades