Canais
Turismo
publicado em 21 de junho de 2019 -  3h 8

Projetos aprimoram a infraestrutura turística de 324 destinos nacionais

Verbas liberadas hoje pelo MTUR contemplam 5 centros de eventos. Recursos liberados garantem melhores condições para a recepção de visitantes de Norte ao Sul do país.

Da Redação

O repasse de R$ 36 milhões do Ministério do Turismo para o pagamento de obras de infraestrutura turística em todo o Brasil, anunciado nesta terça-feira (18), impulsiona importantes projetos do setor nas cinco macrorregiões do país. Os trabalhos, realizados com recursos provenientes de emendas parlamentares, proporcionam a ampliação da oferta de atrativos locais, favorecendo a atração de visitantes, a geração de emprego e renda e o desenvolvimento regional. Os recursos autorizados pela Pasta contemplam 324 destinos dos 26 estados brasileiros.

O Nordeste concentra o maior volume de aportes: R$ 14,5 milhões. As verbas permitem avanços em ações como a pavimentação asfáltica e a drenagem da avenida de acesso ao Aeroporto de Feira de Santana (BA) e a implantação de um Centro de Eventos em São Gonçalo do Amarante (RN). Já Barreirinhas (MA) obteve recursos para o Centro de Convenções dos Lençóis Maranhenses, enquanto Cabedelo (PB) dará seguimento ao Centro de Comercialização de Artesanato do Parque Municipal da Praia do Jacaré, um dos pontos de maior visitação turística.

A região Sul, por sua vez, recebeu R$ 8 milhões do total disponibilizado. O dinheiro permite tocar obras a exemplo da pavimentação do acesso à Praça da Capela Nossa Senhora Aparecida, em Iporá (PR), bem como o Centro de Eventos do Parque Eduardo Gomes, na cidade de Canoas (RS) e a revitalização do Parque da Uva, no município de Videira (SC). O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, estimula a atuação de deputados e senadores em favor da destinação de recursos ao setor.

“Os parlamentares conhecem bem as necessidades dos municípios e dão uma importante contribuição no sentido de dotar os destinos turísticos da infraestrutura adequada à recepção de visitantes. O MTur inclusive disponibiliza uma cartilha que orienta congressistas a formular emendas com este objetivo, que se somam aos nossos esforços pela melhoria dos atrativos nacionais. Esse trabalho conjunto amplia a competitividade do turismo, favorecendo o desenvolvimento com inclusão social”, observa o ministro.

A região Sudeste contará com R$ 5,4 milhões para obras no setor. Os recursos proporcionam a concretização de projetos como a reurbanização da Praça Horácio Lafer, no Guarujá (SP), e a ampliação e reforma do Cais do Centro de Armação de Búzios (RJ). Também asseguram avanços na construção de uma ponte até o Centro de Eventos Morangão, em Domingos Martins (ES), além da pavimentação do acesso ao Parque Natural Municipal do Pico do Ibituruna, na cidade de Governador Valadares (MG).

Do valor repassado, a região Norte terá à disposição um total de R$ 3,2 milhões, verba que permitirá desenvolver iniciativas como a reforma do Mercado Municipal de Parintins (AM), a finalização do Teatro Municipal de Boa Vista (RR) e a urbanização da orla do rio Tocantins em Babaçulândia (TO). Enquanto isso, o Centro-Oeste recebeu R$ 2,1 milhões, que garantem a construção do Centro de Eventos de Eldorado (MS), a pavimentação de avenidas de Poconé (MT) e a reforma do Teatro Municipal de Anápolis (GO), entre outros.

As obras contempladas são realizadas preferencialmente em municípios integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) reconhecida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) como um mecanismo capaz de aperfeiçoar a aplicação de recursos públicos em localidades que incentivam a atividade como estratégia de desenvolvimento econômico.

O repasse de R$ 34,1 milhões do Ministério do Turismo para o pagamento de obras de infraestrutura turística em todo o Brasil, anunciado nesta terça-feira (18), impulsiona importantes projetos do setor nas cinco macrorregiões do país. Os trabalhos, realizados com recursos provenientes de emendas parlamentares, proporcionam a ampliação da oferta de atrativos locais, favorecendo a atração de visitantes, a geração de emprego e renda e o desenvolvimento regional. Os recursos autorizados pela Pasta contemplam 324 destinos dos 26 estados brasileiros. CONFIRA AQUI OS REPASSES POR ESTADO.

O Nordeste concentra o maior volume de aportes: R$ 14,86 milhões. As verbas permitem avanços em ações como a pavimentação asfáltica e a drenagem da avenida de acesso ao Aeroporto de Feira de Santana (BA) e a implantação de um Centro de Eventos em São Gonçalo do Amarante (RN). Já Barreirinhas (MA) obteve recursos para o Centro de Convenções dos Lençóis Maranhenses, enquanto Cabedelo (PB) dará seguimento ao Centro de Comercialização de Artesanato do Parque Municipal da Praia do Jacaré, um dos pontos de maior visitação turística.

A região Sul, por sua vez, recebeu R$ 8,17 milhões do total disponibilizado. O dinheiro permite tocar obras a exemplo da pavimentação do acesso à Praça da Capela Nossa Senhora Aparecida, em Iporá (PR), bem como o Centro de Eventos do Parque Eduardo Gomes, na cidade de Canoas (RS) e a revitalização do Parque da Uva, no município de Videira (SC). O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, estimula a atuação de deputados e senadores em favor da destinação de recursos ao setor.

“Os parlamentares conhecem bem as necessidades dos municípios e dão uma importante contribuição no sentido de dotar os destinos turísticos da infraestrutura adequada à recepção de visitantes. O MTur inclusive disponibiliza uma cartilha que orienta congressistas a formular emendas com este objetivo, que se somam aos nossos esforços pela melhoria dos atrativos nacionais. Esse trabalho conjunto amplia a competitividade do turismo, favorecendo o desenvolvimento com inclusão social”, observa o ministro.

A região Sudeste contará com R$ 5,58 milhões para obras no setor. Os recursos proporcionam a concretização de projetos como a reurbanização da Praça Horácio Lafer, no Guarujá (SP), e a ampliação e reforma do Cais do Centro de Armação de Búzios (RJ). Também asseguram avanços na construção de uma ponte até o Centro de Eventos Morangão, em Domingos Martins (ES), além da pavimentação do acesso ao Parque Natural Municipal do Pico do Ibituruna, na cidade de Governadores Valadares (MG).

Do valor repassado, a região Norte terá à disposição um total de R$ 3,21 milhões, verba que permitirá desenvolver iniciativas como a reforma do Mercado Municipal de Parintins (AM), a finalização do Teatro Municipal de Boa Vista (RR) e a urbanização da orla do rio Tocantins em Babaçulândia (TO). Enquanto isso, o Centro-Oeste recebeu R$ 2,23 milhões, que garantem a construção do Centro de Eventos de Eldorado (MS), a pavimentação de avenidas de Poconé (MT) e a reforma do Teatro Municipal de Anápolis (GO), entre outros.

As obras contempladas são realizadas preferencialmente em municípios integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) reconhecida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) como um mecanismo capaz de aperfeiçoar a aplicação de recursos públicos em localidades que incentivam a atividade como estratégia de desenvolvimento econômico.

Fonte: assessoria

Veja também:

27/11/2019
MATCHER e Resorts Brasil fecham parceria para a edição de 2020 do encontro de negócios
Participação de associados da Resorts Brasil no evento deve aumentar 40% no próximo ano.
01/10/2019
Caso da operadora Thomas Cook gera reflexões
Abav-SP ressalta importância do seguro de Responsabilidade Civil Profissional (RCP).
27/09/2019
Dia Mundial do Turismo: crescimento do setor beneficia o mercado de seguros
Porto Seguro registrou um aumento no número de contratações do seguro viagem no primeiro semestre deste ano.
24/09/2019
A falência da Thomas Cook
Colapso da mais antiga operadora de turismo em atividade no mundo deixa 600 mil abandonados e traz alguns alertas.
Newsletter
Receba as novidades