Diversidade e Turismo
Bayard Boiteux
"Turismo é aprender a conhecer outras culturas, respeitá-las e sobretudo fazer de cada morador um aliado no desenvolvimento turistico"
Bayard Boiteux
28
julho
2019

As incongruências do mundo dos Eventos

escrito por Bayard Boiteux
A cada dia que passa,nos damos conta que eventos devidamente planejados ,com nichos de mercados previamente encontrados e estratégias de marketing definidas podem contribuir para cidades receptoras.No entanto,não é o que temos visto.Autoridades governamentais,por exemplo resolvem ressuscitar eventos em seus primeiros meses de gestao como forma de preencher um vácuo de falta de uma politica especifica ,com metas mensuraveis.E bom lembrar que o Brasil é um dos países que mais eventos promocionais desenvolve,sobretudo através de associações de classe,que vem perdendo importância e eficácia,mantendo os mesmos formatos e vivendo basicamente de venda de stands para entes governamentais,que aderem sem nenhum estudo da eficacia da participação.São gastos altissimos em criação,montagem e operação e comemorações de premios de criatividade .Sente-se que paramos no tempo e que precisamos rever nosso modus operandi nos Eventos com urgência....
Por outro lado,verificamos duplicidade constante de eventos,às vezes proposital mas que acabam inibindo o processo de capacitação e reciclagem que eventos podem gerar nos colaboradores.Cada cidade precisa concentrar ,por exemplo em seus conventions bureaux ,quando existentes,todas as informações de todo tipo de evento,para que sirvam de centrais de consulta quando da vontade de se lançar algo novo.
Precisamos também atentar para empresas e entidades que criam eventos onde os patrocinadores são palestrantes e acabam fazendo divulgação de seus produtos no lugar de proporcionar discussão sobre temas que possam trazer respostas para  problemas pontuais.Outrossim,a criação de prêmios outorgados a anunciantes cria desvalorização do reconhecimento ,fora quando são vendidos através de taxas de participação,que segundo os organizadores são apenas para cobrir os custos do evento de premiação.Não são poucos hoje os cases existentes....
Faz-se necessário cada vez mais criar mecanismos para inibir que Prefeituras desenvolvam com caches altissimos shows para o entretenimento da população que não atraem nenhum turista e que são gastos duvidosos nas politicas publicas.
Os calendários de eventos deveriam ser obrigatorios em todas as cidades para nortear a iniciativa privada e investidores.Trata-se de um instrumento que deve ser lançado sempre em março ,pelo menos,para o ano vindouro.
Enfim,notamos algumas incongruências que se se tornarem  pauta de discussão trarão novos desafios mas novas formas de viabilizar ,de forma mais racional,o Turismo de Eventos....

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades