Rede dos Eventos
Regina Lúcia de Medeiros Amorim
"Para conseguir grandes coisas, é necessário não apenas planejar, mas também acreditar; não apenas agir, mas também sonhar."
Anatole France ( escritor e pensador francês)
21
junho
2016

É festa do Nordeste... É Quadrilhando em Campina

É FESTA NO NORDESTE ... É QUADRILHANDO EM CAMPINA.

Festejo Junino pode ser considerado o maior evento cultural do Nordeste brasileiro. É uma festa interiorana, que tem uma base cultural e rural, ligada às tradições do campo e às colheitas, no mês de junho. Chegou ao Brasil no século XIX, período em que a quadrilha junina, figurava nos salões da corte e em meio à nobreza.

No estado da Paraíba quase todos os seus municípios tem programação para festejar, São João, São Pedro e até a festa do " João Pedro", no município de Várzea, que acontece no mês de julho. Campina Grande que sedia o Maior São João do Mundo, também faz parte desse expressivo roteiro paraibano de festas juninas.

Nos tempos atuais os eventos juninos, vêm passando por processos de inovação e reinvenção no espaço urbano, onde o componente econômico surge como grande potencial de desenvolvimento social, econômico e cultural.

Os Festejos Juninos movimentam a economia nesse período, cria novos empregos diretos, movimenta bares, restaurantes, lanchonetes, hotéis, artesanato, comércio em geral, transportes entre outros segmentos.

Dentre os movimentos sociais de inovação, criatividade e legitimidade desse período junino estão as quadrilhas juninas, tradicionais e as estilizadas, que despertam o interesse e a atenção dos visitantes e das pessoas da comunidade, porém sem destruir a base cultural local.

A criatividade e a diversidade cultural, a sustentabilidade, a inclusão social e a inovação, passam a ser vistas como elementos propulsores do desenvolvimento econômico, cultural e social, numa economia global e atual.

As atividades culturais e sua importância no processo de globalização têm sido priorizadas na agenda de desenvolvimento mundial e das políticas culturais nos mais diversos países.

A apropriação do caráter econômico e comercial, transformam os Festejos Juninos em megaeventos e, é essa cadeia cultural que faz todo o diferencial do evento junino.

O mais novo produto turístico de Campina Grande que você precisa conhecer é o Quadrilhando, empreendimento da iniciativa privada que tem por base a economia criativa, a economia da experiência e a produção associada ao turismo e que funciona o ano inteiro, em Campina Grande, sempre no primeiro sábado de cada mês, no SESI do bairro Catolé.

O conceito do "Quadrilhando" é não gerar conflito entre o moderno estilizado e o tradicional, mas agregar uma rica cadeia produtiva que envolve 12 quadrilhas juninas, artesãos, equipe de audiovisual, cabeleireiros, maquiadores, cenógrafos, chapeleiros, compositores, coreógrafos, costureiras, designers, estrutura de eventos, figurinistas, fotógrafos, músicos, produtores culturais, roteiristas, sapateiros e parceiros.

Uma grande rede de empreendedores que somam mais de 3.000 atores culturais, que movimentam a economia local e contribuem para o mais lindo e legítimo espetáculo do Maior São João do Mundo em Campina Grande. Esse fortalecimento da rede empresarial gera um protagonismo sustentável, através de projetos transformadores.

São esses atores e empreendedores culturais que oferecem nesse negócio denominado "Quadrilhando" o maior e melhor espetáculo junino, para públicos de 500 participantes, formadores de opinião e turistas que querem interagir com as quadrilhas juninas, partilhar da cultura do lugar, degustar as comidas típicas, dançar um forró autêntico, comprar uma roupa junina ou um adereço para o cabelo, tudo em um mesmo local, no SESI Catolé.

Quadrilhando é um produto que funciona o ano inteiro, e hoje está sendo referência para o estado de Pernambuco onde o frevo só acontece no período do carnaval.

Pioneiro em negócio junino que funciona o ano inteiro em Campina Grande e de forma itinerante para outros destinos turísticos, Quadrilhando é fruto da criatividade e do pertencimento que as quadrilhas juninas de Campina Grande têm pelo seu produto cultural, possibilitando aos turistas e a população de Campina Grande vivenciar momentos de alegria, amor pelo que faz, emoção, beleza, hospitalidade e encantamento.

Ainda no mês de Junho, o Quadrilhando funcionará nos dias 24, 25 e 26. Em julho funcionará nos dias 02 e 03. Procure uma agência de receptivo e viva o Quadrilhando!!

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades