Tecnologia em Eventos
Marco Barcellos
"Só é útil o conhecimento que nos torna melhores"
Sócrates
07
dezembro
2020

A Bienal do Livro 2020 em formato digital espera público recorde

escrito por Marco Barcellos

A Bienal do Livro 2020 espera público recorde em formato digital

Com a edição presencial da Bienal Internacional do Livro de São Paulo adiada para 2022, este ano a Câmara Brasileira do Livro (CBL) organizou a primeira edição da Bienal Virtual, marcada para acontecer na próxima semana - de 7 a 13 de dezembro. Com 120 expositores, o evento irá reunir em sua plataforma 330 autores em uma programação diversa e extensa dividida em três espaços: a Arena Virtual, o Salão de Ideias e o Papo de Mercado. 

Já que a 26ª edição da Bienal do Livro de São Paulo foi adiada, os organizadores resolveram celebrar a literatura com uma edição virtual neste fim de ano. Com investimento de 1,5 milhão de reais, a Bienal terá uma versão online na qual são esperadas um milhão de pessoas – 300.000 a mais do que a última edição, nos pavilhões do Expo Center Norte.

Como o evento é online, a expectativa da Câmara Brasileira do Livro (CBL) é ampliar ainda mais a audiência, com 220 horas de programação, 330 autores nacionais e sete autores estrangeiros. Dentre os destaques da programação da primeira Bienal Virtual estão o vencedor do Jabuti 2020, Itamar Vieira Junior, e a escritora Nélida Piñon numa homenagem aos 100 anos de nascimento de Clarice Lispector.


A Arena Virtual contará com nomes como Itamar Vieira Junior, Jarid Arraes e Tobias Carvalho - que participam no dia 7, às 17h, de uma mesa sobre a literatura contemporânea. Thalita Rebouças também terá um espaço na programação e comemora no dia 12, às 15h, seus 20 anos de carreira. Ela conversa com Iris Figueiredo sobre suas obras e fala ainda sobre o trabalho como roteirista do filme Pai em dobro e cujo livro acaba de ser lançado pela Rocco. Outros nomes importantes como Xuxa, Claudia Raia, Nélida Piñon, Monja Coen, Leandro Karnal, Raphael Montes, Clóvis de Barros Filho e Cristino Wapichana participam da programação.

No Salão de Ideias, destaque para a diversidade de temas que serão abordados pelas editoras participantes. A publicação independente, literatura de cordel, meio ambiente, saúde e longevidade, democratização do acesso ao livro, criação literária e filosofia estão na pauta do evento, além de conversas com autores e lançamentos de livros. Editoras como Planeta, Panini, Loyola, Melhoramentos, Aletria, Alaúde, Madras, Ciranda Cultural, Trilha Educacional, Companhia das Letras, Perspectiva, Novo Século, Autêntica, Girassol, Imprensa Oficial e Pensamento terão mesas no evento.

A programação do Papo de Mercado terá, entre outros, a poeta Cida Pedrosa, vencedora do Prêmio Jabuti 2020, para falar sobre Solo para vialejo, obra eleita como Livro do Ano no conclave. O Papo de Mercado abrigará também o lançamento do livro 100 nomes da edição no Brasil, do editor-chefe do PublishNews, Leonardo Neto.

A Bienal Virtual de São Paulo também abriu espaço para dois festivais mineiros que completam 15 anos de existência em 2020. O primeiro deles é o Fórum das Letras, realizado pela Universidade Federal de Ouro Preto. Nessa edição conjunta com a Bienal e em parceria com a Embaixada da França, o Fórum irá homenagear Clarice Lispector e sua relação com o primeiro país a publicá-la, em 1956, com a obra Perto do coração selvagem. Já o Flipoços - Festival Literário Internacional de Poços de Caldas, realiza dentro da programação da Bienal, um encontro lusófono.

Esse ano, todas as mesas serão transmitidas gratuitamente pela plataforma da Bienal Virtual.

Mais informações em: https://www.bienalvirtualsp.org.br/

Programação completa: https://www.bienalvirtualsp.org.br/programacao


Fonte: CBL e PublishNews

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades