Trip & Soul
Marco Aurélio Moura
Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro
Michel de Montaigne
30
julho
2014

Israel agora nas férias?

Notícia

israel pôr do sol em Tel Aviv

Tenho amigos me ligando e mandando mensagens, com uma pergunta: devo ou não ir a Israel neste momento? Alguns fecharam as férias há alguns meses e não podiam prever esta guerra que está destruindo aquela região. Difícil falar alguma coisa.Mas, minha resposta sempre é a mesma: depois que você entra em Israel, o perigo é menor do que ficar pela redondeza, isto, se não se preocupar ou, se incomodar com sirenes avisando de ataque dos foguetes. Lembrando. Ainda, que as inspeções que já são rígidas em tempos normais, devem estar mais longas e rudes, tanto pelo aeroporto ou por terra.

Caso resolva sair de Tel Aviv para Jerusalem ou, outros lugares dentro de Israel, com certeza os Check points vão estar mais tensos e preocupantes.

Eu não mudaria minha viagem devido o conflito. Talvez, por já ter estado algumas vezes em Israel em momentos em que o País estava sendo atacado por algum lado, hoje eu tenho mais segurança em passar por estas experiências. Até porque, um turismo deste não é o mesmo de apenas passear pelas ruas de um país europeu.

israel cidade velha de Jerusalém

Visitar Jerusalém neste momento deve estar mais dificil porque judeus e árabes vivem quase que juntos, principalmente próximo à cidade velha. A fronteira deles é quase imaginária. Saindo pelo portão Damasco, lado árabe, você vê pouquíssimo judeus. E do lado oposto a mesma coisa, com poucos árabes.  

Esse conflito que já dura em torno de um mês, com mais de 1200 palestinos mortos e um número grande de israelenses também, está causando um prejuízo gigante para todos. Mas não vou me estender nesta análise, pois como tenho amigos dos dois lados, prefiro me conter nas minhas opiniões a respeito.

Se você ainda tiver coragem de dar uma passadinha rápida em Israel, mesmo agora, atenção - a entrada e saída no País, de avião são mais inspecionadas do que por terra, já que as chances de um avião se abatido é muito grande e deixa o País judeu muito mais atento.

israel Jovens soldados em Jerusalem


Eu mesmo como viajo por terra pelo Oriente Médio só entrei em Israel assim, vindo do Egito ou da Jordânia. E sempre tive mais trabalho e paciência nas saídas que eram por avião.

Viajar para o Oriente Médio hoje é motivo para se ter muita atenção. Pesquisar por onde se vai passar e principalmente se o nosso país tem um relacionamento com o povo e cultura daquela região. Já tive informações de amigos brasileiros hostilizados em campos de refugiados sírios, porque o ex presidente Lula tinha um relacionamento com o ditador sírio. Mas isso é política e o blog aqui é de turismo. Paramos por aqui.

Entretanto, geralmente somos muito bem vindos e seguros naquela região. Eu mesmo já tive situações que por ser brasileiro me liberaram de inspeções na fronteira entre Turquia e Siria, na parte síria, mesmo o país estando em conflito. Continuo fã incondicional daquela região e volto agora em setembro, para Turquia e Egito que já conheço e ansioso para chegar no Irã.

Mídia vai, bombas vêm, mas o Oriente Médio ainda é algo inexplicável e envolvente para quem gosta de historia e religiosidade

israel Palestino vendedor de pão
israel Judeu religioso no muro das lamentações



Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades