Trip & Soul
Marco Aurélio Moura
Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro
Michel de Montaigne
19
setembro
2019

Mantiqueira

Notícia

Campos do Jordão ainda é o lugar mais procurado pelos turistas quando o Inverno bate à nossa porta. Endereço consolidado do maior festival de música clássica da América Latina e um “case” de sucesso nos meses de junho/julho, vem aos poucos se abrindo para garantir aos turistas outras atrações para o ano todo, como a gastronomia e roteiros de aventura e lazer.

Para os conservadores Campos do Jordão continua sendo a “Suiça brasileira”. Mesmo não conhecendo a Suiça, imagino que a melhor referência venha da arquitetura, do clima e dos endinheirados que costumam se encontrar todos os anos para encontrar amigos, reunir a família e aproveitar a boa gastronomia.

Neste fim de semana, o primeiro do Outono, estive em Campos do Jordão olhando a cidade de maneira diferente, fugindo do habitual para oferecer o meu olhar sobre a região. E não é que achei muita coisa diferente!

Fazendo um paralelo a cidade continua com seu movimentado centro – Capivari, com seus bares, restaurantes, trânsito caótico, lojas de malhas e decoração... sem falar no “footing” que faz parte do roteiro. É agradável? Claro que sim, principalmente para quem sai de São Paulo e busca temperaturas amenas e ar puro.

Para começar sugiro esquecer os grandes hotéis e optar por pousadas, pequenos hotéis e casas afastadas do grande centro. Tenha certeza que a exuberante natureza, o silêncio e ar puro vão te conquistar.

Me deixei levar pelas suas estradas e acabei chegando no Dona Chica (Av. Pedro Paulo, S/N - 12 3663 3953), um restaurante dentro do horto florestal de traços rústicos e que pratica uma culinária simples utilizando-se de tudo que planta e cria, com toques especiais do chef ........... que está no comando. No Dona Chica a natureza é a grande estrela e um convite para você trazer os amigos e família. As crianças têm um espaço reservado com brinquedos simples e lúdicos, enquanto os adultos podem se espalhar pelos lounges e redes que ficam pelo gramado. O restaurante é aberto apenas para almoço e o ideal é fazer reserva, pois nos fins de semana é bem concorrido.

É bom lembrar que pinheiros e árvores são complementos de todos os caminhos a serem explorados. A sensação é a melhor possível. Abrir os vidros do carro e se deixar embalar pelo visual e pelas surpresas que se apresentam, como poder conhecer uma charmosa vinícola, a Entre Vilas (Estrada Mair Pereira, KM 5,5 – São Bento do Sapucai – 012-997459897), que além dos vinhos artesanais, pratica também a Frutopia, que oferece grande quantidade de plantas ornamentais e frutíferas (framboesas e amoras usadas (no cardápio do restaurante) e, lúpulo brasileiro que entrou na composição da cerveja comemorativa dos 15 anos da marca Baden Baden.

O Entre Vilas oferece um cardápio de 8 tempos elaborados com ingredientes locais e da estação no estilo slowfood. Um conselho: reserve o dia inteiro para curtir este passeio e saia de lá sentindo que participou de uma verdadeira revolução gastronômica.

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades