Trip & Soul
Marco Aurélio Moura
Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro
Michel de Montaigne
21
setembro
2014

No Cairo de sempre

Aqui no Cairo, continua a muvuca de sempre. E, provavelmente essa desorganização faça parte de seu charme. Talvez seja pretensão minha, pois sou apenas um visitante com dia para chegar e sair. E isto me ajuda a achar tudo lindo.

 Noiva egípsia faz foto com o rio Nilo ao fundo
Noite de sábado, luminosa, temperatura agradável, e eu resolvi atravessar a ponte que passa sobre o Nilo, e me deparei com noivas. Aliás, as noivas me perseguem. Hoje à tarde, na cobertura do hotel, um casal de aproveitava para fazer fotos com a cidade de cenário. Na ponte, três casais na ida e dois na volta, com suas roupas pomposas e o Nilo como pano de fundo.

O trânsito, como sempre digo, é puro jump. Pule sobre ele ou você nunca vai sair do lugar. Encare e vá fazendo dos carros as pedras de um tabuleiro de xadrez. São carros velhos e batidos. Característica destes países da região.

Motos, então, sempre com no mínimo três pessoas, quase uma lotação, mesmo sendo pequenas de baixa cilindrada. E, claro ninguém usa capacete e com som nas alturas. Aliás, na própria calçada não se assuste se todas motos da cidade resolverem passar por ali, saia da frente pois você ainda pode ser xingado.

Sentei, agora a pouco, no meio da famosa praça da revolução egípcia, palco de inúmeras batalhas nestes últimos anos. E a praça está diferente dos outros anos, tem até grama com algumas famílias fazendo piquenique. Diferente dos dois últimos anos quando esta praça parecia um campo de guerra com gente acampada e muita sujeira.

Mesmo assim essa praça me traz recordações - uma imagem que vi na televisão do Brasil, quando 1 milhão de pessoas comemorou a queda do ditador Mubarak, que hoje se encontra num hospital penitenciária aqui no Cairo. Adoraria poder ir visitá-lo. Será?

É que me sinto fazendo parte da história egípcia, pois estive aqui na a queda de Mubarak, depois na queda do Mursi e agora com Sisi como presidente do Egito.

 Tahrit Square, palco de inumeras manifestações do povo egipcio nos últimos anos
Sisi ganhou minha atenção e de coração torço pelo povo egípcio esperando que ele seja um homem integro. Impossível na raça de políticos. Foi nesta praça - Tahrit Square, também, que outro um milhão de pessoas vieram pedir a saída de Mursi e da Irmandade Muçulmana do governo. Sisi, até então general do exército egípcio, apenas mandou passar helicópteros sobre os manifestantes estendendo a bandeira do Egito como uma forma de mostrar ao povo que o Exército estaria ali para protege-lid e apóia los. Essa imagem tem no fabuloso documentário The Square que inclusive concorreu ao Oscar.

Estou há menos de 24 horas no Egito e já consigo divagar horas a respeito deste meu novo velho mundo. Queria eu ter podido estar aqui participando desse momento histórico. Mas, me contento em participar desse momento atual, com toda paixão que tenho pelo Oriente Médio. E que bom que posso contar um pouco dessa minha viagem tão especial.












Agência Especializada
Pacotes & Passagens - 11.3507-1977
www.pacotesepassagens.com.br




Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades