Trip & Soul
Marco Aurélio Moura
Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro
Michel de Montaigne
02
dezembro
2014

Qualquer viagem vale a pena.

Ultimamente tenho visto e lido muitos blogs com matérias sobre viagens em geral.Algumas tentam definir que tipo de viajante você é; outras, questionam seu medo ou receio de viajar sozinho e, muitas até enumeram as desculpas que muitas pessoas dão para não saírem de suas casas em viagens de férias. Enfim, tem histórias para todos os gostos.

Ainda bem que fui mordido pelo “bichinho” da viagem desde a primeira, quando criança, quando viajava com meus pais. Hoje, nada me impede de aproveitar das viagens, sejam elas complexas ou, aquelas básicas, como ir até à praia.

No último feriado, que se comemorou o “Dia da Consciência Negra” aqui em SP, e caiu numa quinta-feira fazendo com que a maioria emendasse, fiquei com receio de ficar horas na estrada para qualquer lugar do litoral e não fui. Na verdade, preferi fugir dos horários de pico e das imensas filas. Assim, aproveitei o que São Paulo tinha de melhor, restaurantes vazios, cinemas idem e, aproveitei para descansar.

Então, fui na sexta, para onde todos já tinham ido e voltei no sábado. Fui até ali, em Santos. Assumo que em outra vida devo ter sido um peixe e necessito de tempos em tempos do mar, de ver, tocar e mergulhar.

Devo confessar que sou um eterno fã de Santos, além, claro do seu mar. São cerca de 80 km para chegar já com vista para o mar e ainda numa estrada bem conservada, tornando-se uma grande opção de lazer para os paulistanos. Fui sem mala e me socorri de uma farmácia para resolver o problema de primeira necessidade – escova de dente, pasta e protetor solar. Roupa, foi resolvida em uma loja de departamento sem problema e com custo baixo.

Claro que existem lugares e lugares. Em Santos, também é assim: quer ver gente bonita, tomar um chopp deliciosamente gelado num bar alemão e por fim, se deliciar com um doce da confeitaria Joinville, desça no canal 3 de Santos.

Esta é a minha Santos, o canal 3 me lembra uma Copacabana cool com seus prédios e o povo bonito do Leblon. E mais, você não precisa passar os 4 dias de feriado em um só lugar. Divida-se e aproveite também sua cidade, não sobrecarregando as rodovias. Por isso, aproveite o melhor de um feriado e não deixe de viajar porque tem medo de ficar parado naquela fila interminável de carros. Vá, sem pressa de ser feliz. Curtir 24 horas num ambiente diferente já vai valer a pena.

Viajar bem, não necessariamente, é viajar completo e repleto de coisas. Viajar bem, é quando a viagem deixou você no mínimo bem.

imigrantes imigrantes indo para santos
santos vista do hotel mercure santos - canal 3
*** uma dica o hotel Mercure Santos, canal 3 em frente a praia. 

canal 3 santos canal 3 santos
santos canal 3 - santos


Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades