Turismo e Eventos
Osiris Marques
"Viajar é deparar-se consigo mesmo, mas também é sair de si para encontrar-se com os outros".
Fábio Carpinejar
23
junho
2018

Vivid Sydney: um evento e tanto

escrito por Osiris Marques

Apesar de já ser uma cidade extremamente turística, que recebe visitantes de todo o mundo, a administração da cidade de Sydney, na Austrália, continua com uma série de ações não apenas para manter, mas também para estimular o turismo desta que, apesar de muitos acharem, não é a capital da Austrália (a capital é Canberra). Durante a temporada de 3 meses que estou passando na cidade, por conta de um aperfeiçoamento na língua inglesa, estou tendo a oportunidade de não apenas me informar, mas também vivenciar um pouco mais sobre a dinâmica do turismo na cidade. E, por sorte, exatamente no período que estou aqui, pude participar de um evento fantástico que acontece anualmente: o Vivid Sydney 2018 (www.vividsydney.com).












Fonte: Google Imagens

O Vivid Sydney é um grande evento que dura 23 dias (este ano, de 2018, aconteceu entre 25 de maio e 16 de junho). E o melhor: é de graça. O Vivid Sydney é composto de 3 subeventos: o Vivid Light, o Vivid Sydney Music e o Vivid Sydney Ideas. O Vivid Sydney Music possui uma programação com várias atrações contemporâneas que acontecem tanto no Ópera House, principal cartão postal de Sydney, como também em outros lugares da cidade, como nos pubs, teatro e espaços públicos da cidade. O Vivid Sydney Ideas reúne profissionais de diversas áreas da indústria criativa da região Ásia-Pacífico com o intuito de discutir inovação, criatividade e comunidade, sendo uma oportunidade bastante profícua para pensar no desenvolvimento desta indústria que passa do design a arquitetura, do cinema às artes visuais, da propaganda e marketing à animação, da iluminação aos eventos.













Fonte: Vivid Sydney.

No entanto, o grande momento do Vivid Sydney é o Vivid light. A cidade de Sydney se transforma numa grande projeção de luzes e cores, esculturas iluminadas, canhões de luzes iluminando os céus. É um grande espetáculo de iluminação que atrai turistas de toda a Austrália e também de outros países. A cidade toda se ilumina, especialmente na região do Darling Harbour, onde fica o Ópera House e a Harbour Bridge, que também possui sua própria iluminação. Neste post trouxe apenas duas fotos para que vocês possam ter ideia do que é o evento, mas num clique é possível acessar várias fotos do evento. Inclusive acessando a hashtag #vividsyney é possível encontrar as diversas fotos postadas por aqueles que participaram do evento e fizeram a marcação das suas fotos nas redes sociais.

O Vivid Sydney nos faz refletir em como é importante para um destino ter uma programação de eventos organizada e continuada. Mesmo já sendo um destino conhecido, Sydney permanece firme e forte na tarefa de divulgar a cidade e atrair a atenção dos residentes e turistas. Um benchmarking importante que deve ser visto pelo turismo brasileiro como um exemplo a ser seguido. E este é apenas um evento num calendário intenso de eventos que acontecem durante todo o ano na cidade. Uma olhada rápida na página oficial de eventos da cidade (www.sydney.com/events) nos mostra a dimensão que é o calendário deste destino. Parece que a cidade que sediou os Jogos Olímpicos nos anos 2000 soube capitalizar com maestria este momento e tornar o turismo uma das suas principais atividades econômicas.

A comparação com o Rio de Janeiro acaba sendo inevitável e, no fundo, fica um lamento do porquê que a cidade maravilhosa não trilhou o mesmo caminho. Especialmente pelo fato de que, além dos Jogos Olímpicos, foi uma das cidade-sede da Copa do Mundo 2014. Gostaria de escrever, daqui há 15 anos, um relato similar ao que escrevo hoje sobre Sydney. Utopia? Na atual conjuntura pode ser que sim. Mas no futuro somente o tempo poderá nos dizer.

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades