Vendo do mundo os segredos escondidos
Sergio Junqueira Arantes
Os casos vi que os rudes marinheiros, Que têm por mestra a longa experiência, Contam por certos sempre e verdadeiros, Julgando as coisas só pela aparência, E que os que têm juízos mais inteiros, Que só por puro engenho e por ciência, Veem do mundo os segredos escondidos, Julgam por falsos, ou mal entendidos
Camões, Lusíadas, Canto V
17
abril
2009

Expo Center Norte: novo marco comercial e arquitetônico em São Paulo

Importante ferramenta para o desenvolvimento cultural e econômico regional, a construção de centros de convenções nos principais destinos internacionais está afeita ao poder público, consciente da força indutora destes equipamentos. Também no Brasil, até meados da década passada, era o Governo quem construía e administrava os empreendimentos existentes nas principais Capitais.

Duas eram as alegações para que o poder público investisse seus parcos recursos no segmento: sua importância como indutor de progresso cultural e econômico e a inviabilidade de sua operação pela iniciativa privada.

A inauguração de uma dezena de centros de convenções nos últimos anos, os constantes aumentos de área e o aprimoramento de sua infraestrutura, a gestão profissional, o investimento fruto de estudos de viabilidade e a adequação de suas práticas administrativas, evidenciam que o empresariado já enxerga a construção de centros de convenções como uma atividade economicamente viável.

Na próxima semana, com a inauguração de seu centro de convenções, ampliação de seus pavilhões e sua adequação aos padrões internacionais, o Expo Center Norte se posiciona como segundo maior centro de convenções da América Latina, com 98 mil m², integralmente planejados, construídos e administrados pela iniciativa privada.

Importante observar que esta ampliação foi executada nos últimos seis meses, sem interrupção de suas atividades e, mais ainda que, enquanto muitos ficam discutindo a crise, os Baumgart mantiveram todo planejamento de investimentos e, nessa sexta-feira, com a possível presença do Presidente Lula, estará inaugurando o novo empreendimento, que no dia 30 de abril abre as portas para o Congresso Paulita de Cardiologia, um dos maiores do Brasil.

Inaugurado em novembro de 93, o Expo Center Norte já sediou mais de mil eventos, recepcionando 120 mil empresas expositoras, tendo sido visitado por mais de 25 milhões de pessoas. Inaugurado com 31.000 m², em 2005 teve sua área dobrada e, agora em 2009 sua nova estrutura atinge os atuais 98 mil m² de área total.

Concebido a partir do envolvimento dos principais organizadores e promotores de eventos que, segundo seu diretor Sergio Pasqualin, “solicitavam espaços mais amplos e versáteis, o Expo Center Norte está equipado com tecnologia e serviços de ponta, permitindo a realização de eventos de grande, médio e pequeno porte”.

A administração profissional de centros de convenções pela iniciativa privada resulta em operações altamente lucrativas que estimulam seus empreendedores a continuar investindo em sua ampliação e no aprimoramento da infraestrutura e dos serviços disponibilizados.

O Expo Center Norte é um bom exemplo, mas, espalhados pelo Brasil, outras mais existem e comprovam o acerto daqueles que sempre defenderam a gestão privada e profissional dos centros de convenções.

Sergio Junqueira Arantes
Sergio@ExpoEditora.com.br
Diretor do Portal Eventos e das revistas Eventos e Making Of
Titular da Cadeira 1, da Academia Brasileira de Eventos
Vice-presidente da ANETUR - Associação Nacional dos Editores de Turismo
Member MPI Brazil Chapter - Meetings Professionals International

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades