Vendo do mundo os segredos escondidos
Sergio Junqueira Arantes
Os casos vi que os rudes marinheiros, Que têm por mestra a longa experiência, Contam por certos sempre e verdadeiros, Julgando as coisas só pela aparência, E que os que têm juízos mais inteiros, Que só por puro engenho e por ciência, Veem do mundo os segredos escondidos, Julgam por falsos, ou mal entendidos
Camões, Lusíadas, Canto V
20
julho
2009

Pesquisa confirma o que nós já sabíamos...

Desde que a crise se instalou nos EUA no final do ano passado, com graves repercussões em todo mundo, a Revista EVENTOS e o Portal EVENTOS vem insistindo tratar-se de um problema passageiro e que, em pouco tempo o mercado voltaria à normalidade.

Algumas pesquisas recentes comprovam o acerto de nossas afirmações. O Business Barometer MPI de abril de 2009, por exemplo, indicava uma crescente tendência por uma menor procura por eventos, aumento de cancelamentos de eventos e eventos menores. No Barometer de junho de 2009, estas condições continuam existindo, mas não são mais vistas como significantes.

Na pesquisa de junho 2009 aparecem sinais de estabilização, e mesmo de melhoria, apesar dos planejadores e fornecedores indicarem que os níveis dos negócios atuais se mantêm muito inferior ao de há um ano atrás e no aumento da percentagem dos pesquisados pelo Business Barometer que acreditam que haverá uma  melhoria nos próximos seis meses em comparação com mesmo período de 2008. Os profissionais que previam uma piora nas condições nos próximos seis meses diminuíram significativamente desde abril de 2009.

Na mesma pesquisa, 10% dos fornecedores de eventos relataram uma melhoria na atividade empresarial, principalmente em agendamentos para 2010 e 2010. Esse é o primeiro reporte de aumento na atividade desde setembro de 2008.

Ainda segundo o Barometer MPI a pesquisa de junho de 2009 reforça a tendência de abordagens estratégicas das reuniões e eventos, tais como uma cuidadosa seleção de sua localização, maior utilização de tecnologia e relacionamentos sociais, maior foco na eficiência e ROI, maior controle de custos e reconsideração da arquitetura dos eventos.

Cortes e congelamento de orçamentos, baixa nas tarifas dos hotéis, negociações mais duras e contínuas renegociações contratuais, maior controle de custos, redução do quadro de funcionários, restrição de viagens e um maior movimento para eventos virtuais, são outras conclusões do estudo do MPI que demonstram, se os negócios já estão melhorando, a indústria de eventos nunca mais será a mesma.

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades