Vendo do mundo os segredos escondidos
Sergio Junqueira Arantes
Os casos vi que os rudes marinheiros, Que têm por mestra a longa experiência, Contam por certos sempre e verdadeiros, Julgando as coisas só pela aparência, E que os que têm juízos mais inteiros, Que só por puro engenho e por ciência, Veem do mundo os segredos escondidos, Julgam por falsos, ou mal entendidos
Camões, Lusíadas, Canto V
22
junho
2009

Um banqueiro pesquisando o turismo! Isso é um bom sinal...

No final do ano passado o Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco divulgou a pesquisa Turismo e Hotelaria, compilação de dados sócio-econômicos que por sua abrangência e significado merecem uma atenção especial.

  1. O simples fato do Bradesco, o maior banco brasileiro, estar preocupado com o turismo e a hotelaria nacional revela-se importante e demonstra que o objetivo de inserir o turismo na pauta econômica do país, perseguido pela Embratur desde a gestão de Caio de Carvalho, está sendo alcançado.

  2. Negócios representam 28,1% dos turistas que tem o Brasil como destino (44,1% vêm em busca de lazer). No computo geral, 62,5% dos turistas estrangeiros hospedam-se em hotéis, flats ou pousadas. No entanto, quando viajam a negócios, este percentual cresce para 86,8%.

  3. Os dados acima demonstram cabalmente a importância do turismo de negócios e eventos para a hotelaria nacional e explicam porque em 2007, 46,6% dos viajantes internacionais tiveram como destino o Estado de São Paulo. Em 2006, 51.3% tiveram como destino a cidade de São Paulo e 4,6% outra cidade paulista, Campinas, percentual similar a importantes capitais brasileiras: Curitiba (4,8%), Porto Alegre (4,7%) e Belo Horizonte (4,6%) e bastante superior à Capital do país (2,9%).

  4. Apesar da pouca importância emprestada pelos governos estaduais, o turismo representa significativa parcela do PIB dos principais Estados brasileiros: Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina (acima de 10%); Alagoas, Bahia, Brasília, Espírito Santo e São Paulo (acima de 6%).

  5. As 10 maiores redes hoteleiras detêm 41% do mercado, sendo que os 59% restantes estão pulverizados em 114 redes. Dos 25.000 estabelecimentos hoteleiros brasileiros, 70% são de pequeno porte e 55,6% nacionais.

  6. Importante ressaltar que todos os esforços e toda dedicação (e a criação do Ministério do Turismo é uma boa demonstração), do aumento significativo dos investimentos e a participação brasileira em feiras internacionais, finalmente começam a dar resultados. O Brasil que permaneceu estacionado nos últimos 10 anos na casa dos 5 milhões de turistas estrangeiros: 1998 (4.818), 1999 (5.107), 2000 (5.313), 2001 (4.773), 2002 (3.785), 2003 (4.133), 2004 (4.794), 2005 (5.358), 2006 (5.017) e 2007 (5.026), no ano passado conseguiu mudar de patamar, atingindo a marca de 6,5 milhões de turistas estrangeiros, volume 30% superior à média da década e, também, das próprias previsões da Embratur.

  7. A sobrecarga dos aeroportos e das companhias aéreas brasileiras explica muito dos problemas que o setor vem atravessando nos últimos anos. Enquanto o movimento de passageiros aumentou 50% no período 2003/2007 (71,3 milhões em 2003 contra 110,5 milhões em 2007), a capacidade dos principais aeroportos do país permaneceu praticamente estacionada e a quantidade de companhias aéreas afunilou, sendo que hoje as duas principais detêm mais de 90% do trafego aéreo nacional.

  8. Enquanto na década de 80, 75% dos turistas tinham como destino apenas cinco países: Canadá, EUA, França, Itália e Suíça; a partir dos anos 2000, este espectro se ampliou, passando a incluir a China, Turquia, Índia, Ucrânia e Brasil, caindo a participação dos principais destinos para 60%. A Europa reduziu sua participação de 60% para 55%, enquanto destinos como Dubai cresceu de 1,9 milhão para 6,3 milhões, devendo chegar a 15 milhões em 2010.

  9. Apesar de tudo, a participação do Brasil no fluxo turístico mundial permanece da ordem de 0,6%.

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades