Viagem de Negócios
Fabio Steinberg
Um jornalismo crítico e independente do setor
01
abril
2018

Cartão de crédito: morte anunciada?

escrito por Fabio Steinberg

Foi-se o tempo em que era inviável viajar sem levar junto dinheiro. Mais tarde, a mesma preocupação se transferiu para o cartão de crédito. Na busca de maior segurança e conveniência, vimos de tudo incorporado ao plástico: tarja magnética, holograma, chip. Pois com o tempo até isto ficou obsoleto, e pelo jeito está também com os dias contados. Que ironia: quem diria que o cartão de visitas impresso em papel sobreviveria ao cartão de crédito feito de plástico?

O vilão desta mudança radical se chama chip. Até agora implantado discretamente nos cartões, ganhou vida própria e migrou. Agora está embarcando em qualquer coisa e lugar. Para cumprir suas funções financeiras, pode se materializar em celulares, equipamentos, veículos, casas, pulseiras, relógios, e até roupas.

A mágica só é possível graças a uma orquestração patrocinada pela alta tecnologia. Ocorre de forma invisível, longe dos olhos do consumidor. Além das modalidades tradicionais, hoje há novidades para despesas menores. Há situações que sequer exigem conferência eletrônica prévia para valores de até R$ 50,00, no caso do Brasil. Para isto, o dispositivo pode ter autorização automática, em função de critérios definidos pela instituição emissora.

Mas este é apenas o começo de uma revolução que dá os primeiros passos. CONTINUA AQUI



Fonte: www.steinberg.com.br

Arquivos
Buscar nos Blogs
O que deseja procurar?
Escritores
Newsletter
Receba as novidades